Costa já está a negociar subida de salários com patrões

Tiago Petinga / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa

O Governo de António Costa não esperou pela tomada de posse. As reuniões com os parceiros sociais para obtenção de um acordo para a subida de salários têm vindo a decorrer.

As reuniões são ainda de carácter informal, mas, segundo apurou o Expresso junto do Governo e dos parceiros sociais, já avançaram. O modelo final não está fechado, mas o matutino sabe que o cenário mais provável para o Governo é a definição de um referencial para a negociação coletiva que sirva de orientação para a atualização das grelhas salariais das convenções coletivas.

Na prática, uma formulação semelhante à usada em 1996, no Acordo de Concertação Estratégica 1996/1999, no primeiro Governo de António Guterres.

As negociações envolvem o aumento do salário mínimo e o acordo deverá ir além da política de rendimentos, uma reivindicação das confederações patronais. Da parte do Governo, há abertura para incluir na negociação temas que interessam às empresas, como a fiscalidade, a formação profissional ou a simplificação administrativa. Fora do cenário estão mexidas na TSU.

Patrões e UGT estão disponíveis para um acordo e, segundo o Expresso, só a CGTP se revela muito crítica. “Estamos disponíveis para um acordo que, visando um aumento da competitividade, inclua a política de rendimentos”, disse António Saraiva, presidente da Confederação Empresarial de Portugal – CIP ao matutino, alertando desde logo, que “não pode confinar-se apenas aos rendimentos”, já que “a melhoria de salários que as empresas podem dar tem que ver com as suas margens e com a sua competitividade”.

Saraiva defende como temas a incluir a “fiscalidade mais amiga das empresas, a previsibilidade fiscal, com contas públicas equilibradas, e o compromisso de que havendo folgas orçamentais, serão usadas para reduzir a carga fiscal sobre empresas e famílias”. A aposta na formação profissional e o desafio da transição energética e digital são outros temas que sinaliza para um possível acordo.

João Vieira Lopes, presidente da Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP), é da mesma opinião: “Estamos abertos e consideramos positivo que se tente enquadrar a política de rendimentos num acordo geral.” Sobre os temas a incluir no possível acordo, também há convergência entre os patrões.

A UGT “aceita o desafio feito pelo primeiro-ministro”, assegura Sérgio Monte, secretário-geral-adjunto da central sindical, lembrando que “há a necessidade de nos debruçarmos sobre esta matéria” de aumentos salariais.

Já a CGTP assume uma posição diferente. “Qualquer discussão tem de incluir uma rutura com baixos salários e a precariedade, o que implica rever algumas normas da legislação laboral. Não é possível uma coisa sem a outra”, afirma Arménio Carlos, secretário-geral da central sindical.

No topo da lista das reivindicações está a reversão da caducidade das convenções coletivas, acompanhada pela reintrodução do princípio do tratamento mais favorável, algo a que o PS já fechou a porta várias vezes.

No entanto, a discussão para a valorização geral dos salários não pode ser desligada da negociação em torno do aumento do salário mínimo, defende ao Expresso fonte ligada ao Executivo de António Costa. A este nível, o cenário mais provável é um crescimento anual na ordem dos 4% a 5% ao ano, que tem em conta a evolução esperada para a inflação e a produtividade, a que se soma um fator de majoração de ordem social.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Porto eleito uma das melhores cidades pequenas do mundo pela Monocle

O Porto foi considerada a nona melhor cidade pequena do mundo para se viver pela revista Monocle. O centro histórico, a gastronomia e as praias foram características destacadas. A revista Monocle elegeu o Porto como uma …

Teoria sugere que os OVNIs são pilotados por humanos que viajam no tempo

https://vimeo.com/386497718 Objetos voadores não identificados (OVNIs) capturaram a atenção do público ao longo das décadas. Uma teoria defende que os pilotos dos OVNIs podem ser os descendentes dos humanos que viajam para o passado para estudar …

Vitória SC 1-2 FC Porto | "Dragão" vence com final louco

O FC Porto venceu o Vitória de Guimarães na Pedreira por 2-1 e é finalista da Taça da Liga portuguesa, marcando encontro com o Sporting de Braga (que venceu o Sporting na terça-feira) na final …

Empresa norte-americana quer recuperar o transmissor do Titanic que lançou as chamadas de socorro

A empresa privada norte-americana RMS Titanic Inc quer remover o equipamento de rádio da empresa Marconi que está entre os destroços do Titanic. A empresa pretende levar a cabo a "remoção cirúrgica" dos aparelhos de …

Luigi di Maio deixa liderança do Movimento 5 Estrelas

O líder do Movimento 5 Estrelas (M5S) demitiu-se da liderança, esta quarta-feira, e apelou a uma refundação do partido italiano, que atravessa uma crise interna e uma série de maus resultados em eleições regionais. Luigi Di …

Nova técnica combina injeções geladas e salgadas para combater a gordura

Uma equipa de cientistas, da Universidade de Harvard e do Hospital Geral de Massachusetts, testou um novo tratamento que derrete a gordura da barriga. A nova técnica, desenvolvida por investigadores da Universidade de Harvard e do Hospital …

Jogadores "imploraram pela vida" em Alcochete

O lateral esquerdo Lumor e o guarda-redes Salin foram ouvidos, esta quarta-feira, na 21.ª sessão do julgamento da invasão à academia leonina. Lumor, que está emprestado pelo Sporting ao Maiorca, de Espanha, foi ouvido através do …

Mais de metade dos jovens escolhe os mesmos empregos

Mais de metade dos adolescentes portugueses querem ter os mesmos empregos e, a nível internacional, muitos jovens escolhem carreiras que exigem qualificações académicas, mas para as quais não pretendem estudar. O maior inquérito que avalia o …

Salvador Sobral entra no filme de Will Ferrell sobre a Eurovisão

Salvador Sobral vai aparecer no filme "Eurovision" e já gravou uma cena com Will Ferrell. O vencedor da Eurovisão em 2017 vai cantar uma canção no filme da Netflix e ainda contracenar com o ator …

Para evitar a desertificação, há uma cidade a vender casas a 1 euro

A cidade de Bisaccia, em Itália, está a vender 90 imóveis por apenas um euro. O compromisso é que os compradores renovem as habitações. A cidade italiana de Bisaccia, no sul da Campânia, em Itália, está …