Costa acusa oposição de “absoluta impreparação” por não saber o que é o PRR

António Cotrim / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante o debate parlamentar sobre o estado da Nação

O secretário-geral do PS, António Costa, acusou esta sexta-feira a oposição de “absoluta impreparação” por não saber o que é o PRR, nem a “missão patriótica” que consiste em pô-lo “em marcha para o bem de Portugal”.

Respondendo àqueles que o acusam de “chantagem” por falar dos milhões do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) – em referência às críticas que tem recebido nos últimos dias de figuras do PSD como o seu líder, Rui Rio, ou o eurodeputado Paulo Rangel –, e de anunciar obras que “só são feitas se a câmara continuar a ser do PS”, o secretário-geral do PS destacou o “grau de absoluta impreparação da oposição”.

“[O PRR] não é promessa, é um compromisso que já está contratualizado. E não, não é chantagem, porque a obra faz-se ganhe quem ganhar as eleições. Mas não é indiferente [quem ganha] porque o que está aqui verdadeiramente em causa, é percebermos o grau de absoluta impreparação da oposição, que não percebe sequer o que é o PRR e aquilo que é a missão patriótica que hoje todos temos de o pôr em marcha, para bem de Portugal, para bem dos portugueses e para bem da posteridade das próximas gerações”, salientou António Costa.

Num discurso de 20 minutos em Viana do Castelo – onde participava num comício com o candidato à Câmara Municipal local, Luís Nobre -, António Costa defendeu que o PRR “não é uma folha em branco à espera de imaginação”.

“O PRR é um contrato que o Estado português já assinou com a União Europeia (UE), que já identificou os projetos que vão ser realizados, as verbas que vão ser financiadas, já fixou o calendário. E mais: o financiamento só vem se nós formos cumprindo passo a passo o calendário com que acordámos e formos atingindo as metas com que nos comprometemos”, salientou.

Incómodo da oposição com PRR é sinal de “bom trabalho”, diz Pedro Nuno Santos

Já o dirigente socialista Pedro Nuno Santos defendeu que o PS não deve “esconder” o PRR durante a campanha autárquica, considerando que, se isso incomoda a oposição, é porque o Governo está a fazer “um bom trabalho”.

“O Plano de Recuperação e Resiliência já está apresentado e entregue a Bruxelas há muito tempo. Nós não estamos a anunciá-lo nem a lançá-lo agora. (…) É trabalho de um Governo liderado pelo Partido Socialista. O que é que vamos fazer, escondê-lo? Não: nós estamos a participar num ato eleitoral, estamos a dizer o que é que os socialistas fazem, como é que veem o futuro do país, é isso que nos compete” fazer, afirmou Pedro Nuno Santos.

O ministro das Infraestruturas e Habitação e membro do secretariado nacional do PS falava aos jornalistas em Penafiel, durante uma arruada de apoio ao candidato da coligação “Penafiel Unido” (PS/RIR), Paulo Araújo Correia.

Reagindo às críticas que o líder do PSD, Rui Rio, tem feito ao primeiro-ministro, Pedro Nuno Santos salientou que, até às eleições, o que é preciso é “discutir a terra, o concelho, e as suas soluções”.

“E nós temos feito trabalho no país: se o nosso trabalho não fosse bom, não os incomodava que nós falássemos dele. Se os incomoda falarmos do nosso trabalho, é porque estamos a fazer um bom trabalho”, frisou.

O ministro deu assim o exemplo da construção do IC-35, que irá ligar Penafiel a Entre-os-Rios, e que o próprio, durante a sua ação de campanha em Penafiel, garantiu à população que irá ser construído com os fundos do PRR.

“Já temos as verbas para o fazer, é uma ambição desta região há décadas e nós vamos finalmente fazer. Porque é que havemos de esconder uma coisa boa? Não vamos esconder, vamos dizer: o IC-35, finalmente, depois de muitas décadas, vai ser uma realidade”, frisou.

Interrogado pelos jornalistas, Pedro Nuno Santos reiterou assim que não considera indecente fazer campanha munindo-se das verbas do PRR.

“Então, mas faço uma campanha calado? ‘Olhe eu não vou falar do que faço, não vou falar do que estamos a fazer, estou aqui, mas não digo nada sobre o que estamos a fazer’. Não, não, vamos dizer: no caso de Penafiel, o IC-35 vai avançar”, indicou.

Na terça-feira, Rui Rio afirmou, na Guarda, que “não é correto misturar na campanha a função de primeiro-ministro com a de secretário-geral do PS” ao falar dos milhões do PRR.

“O primeiro-ministro, o PS não têm feito outra coisa que não chegar aos diversos concelhos e dizer que têm não sei quantos milhões para ali”, criticou novamente Rui Rio na quinta-feira.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pelos vistos a basuka está a ser apontada como arma contra a oposição, será mesmo dinheiro pertencente ao PS que estará em jogo? Parece!

RESPONDER

Estudo da Universidade do Minho defende legalização da prostituição em Portugal

Um estudo de um investigador da Universidade do Minho (UMinho) defende a legalização da prostituição em Portugal e denuncia a “ineficácia do modelo abolicionista” em vigor desde 1983, anunciou esta quinta-feira aquela academia. Em comunicado, a …

Dispositivo vestível impresso a 3D não precisa de ser carregado

Um grupo de especialistas desenvolveu um dispositivo vestível a que chamaram “dispositivo biossimbiótico”, que conta com vários benefícios. O novo dispositivo é impresso em 3D, personalizado e baseado em análises corporais dos utilizadores e ainda pode …

Microsoft encerra o LinkedIn na China devido às restrições locais

A Microsoft informou esta quinta-feira que irá encerrar a rede profissional LinkedIn na China até ao final do ano, justificando a decisão com a existência de um "ambiente operacional difícil", segundo a agência France-Presse (AFP). O …

Ceni anunciado mas adeptos avisam: "Só será treinador se falar connosco antes"

Mudança de treinador no São Paulo: saiu Crespo e regressou a "lenda" do clube, Ceni. Mas há palavras que não se esquecem... Mais uma mudança de equipa técnica no Brasileirão. Desta vez no São Paulo, que …

No Japão, milhares de idosos morrem sozinhos. Agora, um sistema ajuda na deteção de cadáveres nas casas

Monitorização dos edifícios permite perceber se há movimento dos ocupantes dentro das casas. Desta forma, é mais fácil evitar que corpos em decomposição permanecem no local ao longo de muito tempo. O Japão é um dos …

"Nunca tive tanto medo na minha vida". Ruth estava a dormir quando meteorito lhe caiu na cama

A mulher ficou assustada com o incidente, mas acabou por sair ilesa. Agora, pretende recuperar dos danos causados e admite que quer conservar a pedra. Parece ficção, mas a história aconteceu na cidade de Golden, no …

Corrida ao peru de Natal. Britânicos temem não ter a iguaria na mesa - e a culpa é do Brexit

No Reino Unido, há falta de mão de obra na agricultura e a criação de perus está a ser uma das áreas mais afetadas. Procura da iguaria natalícia já aumentou. Na quinta "Flower Farm", no coração …

Paulo Rangel vai candidatar-se à liderança do PSD "independentemente de qualquer calendário"

O eurodeputado Paulo Rangel vai anunciar que se candidata à liderança do PSD numa intervenção no perante os conselheiros esta noite. Paulo Rangel quer candidatar-se à liderança do PSD, segundo avançaram o Observador e a TVI. …

México venceu, apesar de não deixarem os jogadores dormir

Adeptos de El Salvador acrescentaram um episódio à rivalidade com o México. Corona começou no banco mas entrou logo aos 20 minutos. O México continua o seu percurso vitorioso rumo à fase final do Mundial 2022. …

“Esqueceram-se de nós". Bombeiros fazem greve de dois dias em novembro devido ao OE

Os bombeiros profissionais marcaram greve para os dias 11 e 12 novembro para contestarem a proposta de Orçamento do Estado para 2022, que "se esqueceu completamente" da classe, anunciaram hoje a associação e o sindicato …