Coreia do Sul desliga a “máquina da propaganda” na fronteira com a Coreia do Norte

Jin-Hee Park / EPA

Soldado sul-coreano junto aos altifalantes instalados pela Coreia do Sul na zona desmilitarizada de Paju, a norte de Seul

Os militares da Coreia do Sul anunciaram, na segunda-feira, que desligaram os altifalantes de propaganda na fronteira militarizada com a Coreia do Norte, num gesto de boa vontade, com a aproximação do encontro histórico entre os líderes da Península coreana, que se realiza na sexta-feira.

Os altifalantes, que podem ser ouvidos por quilómetros na Coreia do Norte, quer por militares que vigiam a zona militarizada, quer pelos civis, têm estado ligados regularmente desde janeiro de 2016, quando foram ligados em resposta ao quarto teste nuclear da Coreia do Norte, segundo a CNN.

Nos megafones, podia-se ouvir música pop coreana, notíciase reportagens críticas ao país vizinho, e as previsões meteorológicas – ou seja, partes da vida “livre” na Coreia do Sul que está, estritamente, fora de limites para os norte-coreanos.

Apesar de a Coreia do Norte também ter os seus próprios canais de propaganda, há muito que se opôs ao altifalantes sul-coreanos, respondendo, por vezes com com artilharia de fogo. Não se sabe ainda se Pyongyang seguirá o exemplo de Seul.

A atitude de a Coreia do Sul desligar os altifalantes representa uma modesta cedência perante Pyongyang, dias antes de o seu líder, Kim Jong-un, se encontrar com o líder sul-coreano, Moon Jae-in, no encontro inter-coreano que se realiza esta sexta-feira.

Esta é a primeira vez que os líderes das duas Coreias, que, tecnicamente, continuam em guerra desde que a Guerra da Coreia acabou com uma trégua em 1953, se vão sentar cara a cara em mais de uma década.

O porta-voz do Ministério da Defesa da Coreia do Sul, Choi Hoi-hyun, disse que a decisão foi tomada “para pacificar a tensão militar entre as duas nações e para criar um ambiente pacífico para o encontro que se avizinha”.

As preparações para o encontro estão agora a todo o vapor, com várias conversas entre as duas coreias, de modo a ultimar alguns detalhes. A destacada do Departamento de Estado dos EUA para assuntos do leste asiático e do Pacífico, Susan Thornton, está também em Seul, onde se deverá encontrar com o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Kang Kyung-wha.

No fim de semana, a Coreia do Norte anunciou a suspensão dos testes nucleares e o encerramento de uma unidade de testes atómicos. O anúncio-surpresa aconteceu dias antes das conversações históricas com o vizinho do Sul e semanas antes do também histórico encontro entre os líderes norte-coreano e norte-americano.

Na sexta-feira, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, deverá encontrar-se com o Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, em Panmunjom, designada por “aldeia das tréguas”. Em junho, em data e local ainda por confirmar, Kim deverá encontrar-se com o Presidente dos EUA, Donald Trump.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Netanyahu terá visitado Arábia Saudita (e reunido com Mike Pompeo e o príncipe herdeiro em segredo)

O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, terá viajado no domingo em segredo à Arábia Saudita para se encontrar com o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, divulgaram esta segunda-feira vários meios de comunicação de Israel. De acordo …

Arguidos no processo da queda da árvore na Madeira vão a julgamento

O Tribunal da Comarca da Madeira decidiu, esta segunda-feira, após a fase de instrução, levar a julgamento os dois arguidos no caso da queda da árvore no Funchal que, em agosto de 2017, provocou a …

Ausência de máscara na via pública dá multa a pelo menos 7 pessoas por dia

Entre 28 de outubro e 16 de novembro, a GNR e a PSP aplicaram 825 coimas por incumprimento relativo ao uso de máscara, sendo que mais de 130 foram por falta dela na via pública. De …

França cria "crime de ecocídio" para punir danos graves ao ambiente

A ministra da Transição Ecológica, Barbara Pompili, e o ministro da Justiça de França, Eric Dupont-Moretti, anunciaram a criação do "crime de ecocídio", que visa prevenir e punir os danos graves ao ambiente. Ao Journal du Dimanche, explicaram …

BCE reitera que retoma económica só em 2022 (e "enfraquecida")

Para Philip Lane, economista-chefe do Banco Central Europeu, a vacina traz uma perspetiva para o final do próximo ano e para 2022, mas não para os próximos seis meses. O economista-chefe do Banco Central Europeu (BCE), …

Ventura notificado para apresentar defesa em processo por discriminação

A Comissão para a Igualdade e contra a Discriminação Racial (CICDR) notificou André Ventura para apresentar a sua defesa na sequência de alegadas declarações de carácter discriminatório em relação à etnia cigana no Facebook. A comissão …

UNICEF prepara maior operação da história para administrar dois mil milhões de vacinas

A UNICEF anunciou hoje que está a analisar a logística de transporte de cerca de dois mil milhões de vacinas contra a covid-19 para 92 países e que esta será a maior operação internacional da …

China deteta surtos em três cidades e impõe bloqueios e milhões de testes

As autoridades chinesas estão a testar milhões de pessoas, a impor bloqueios e a fechar escolas depois de vários casos do novo coronavírus transmitidos localmente terem sido diagnosticados nos últimos dias, em três cidades. À medida …

Joe Biden escolhe Antony Blinken para secretário de Estado

O Presidente-eleito escolheu Antony Blinken - um dos seus assessores mais antigos e mais próximos de Joe Biden - para o cargo de secretário de Estado, decisão que ainda terá de ser validada pelo Senado …

Portugal regista mais 74 mortes e 4044 novos casos de covid-19

Portugal regista, esta segunda-feira, mais 74 mortes e 4044 novos casos de infeção por covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da DGS, dos 4044 novos casos, 2258 …