A Coreia do Norte já não é “inimiga” da Coreia do Sul

Korea Summit Press Pool

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, durante a Cimeira de Panmunjom

A Coreia do Sul deixou de apelidar os militares norte-coreanos de “inimigos” no documento bienal da Defesa divulgado esta terça-feira, num aparente esforço para prosseguir a reconciliação com Pyongyang.

O documento oficial do Ministério da Defesa sul-coreano não inclui os habituais rótulos “inimigo, principal inimigo ou atual inimigo”. As terminologias têm sido uma fonte de animosidade entre as Coreias, com o Norte a descrevê-las como provocações que demonstram o quão “hostil” é Seul.

A Coreia do Sul chamou pela primeira vez a Coreia do Norte de “principal inimigo” em 1995, um ano depois de Pyongyang ter ameaçado transformar Seul num “mar de fogo”.

Em 2018, Seul e Pyongyang deram passos sem precedentes em direção à paz. Duas cimeiras, em abril e setembro, reuniões de famílias separadas pela guerra, uma candidatura conjunta aos Jogos Olímpicos e até um plano para restabelecer as ligações ferroviárias entre o Norte e o Sul.

Kim Jong Un prometeu numa carta endereçada ao governo sul-coreano, reunir-se “muitas vezes” em 2019 com o seu homólogo Moon Jae-in para debater a desnuclearização da península.

Na carta endereçada à presidência sul-coreana para marcar o final do ano de 2018, Kim Jong Un “expressou a sua intenção de se reunir frequentemente com o senhor Moon em 2019”, para promover a paz e de “resolverem juntos o problema da desnuclearização da península”.

Os dois países vizinhos estão, no papel, ainda em guerra, já que a guerra da Coreia (1950-1953) terminou com um cessar-fogo e não com um tratado de paz.

A decisão divulgada esta terça-feira surge na altura em que os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte procuram realizar uma segunda cimeira, durante a qual Kim Jong-un já disse esperar obter resultados que resolvam o impasse nuclear na península coreana.

Os Estados Unidos e Coreia do Norte planeiam manter conversas de alto nível em Washington esta semana para discutir uma segunda reunião entre os seus líderes, enquanto os antigos inimigos procuram um acordo preliminar para revitalizar as negociações nucleares.

A reunião, liderada pelo secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, e pelo alto dirigente norte-coreano Kim Yong Chol, deve ser realizada na quinta ou sexta-feira, informou o jornal Chosun Ilbo.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Aeronave autónoma é uma alternativa acessível aos satélites (e já fez o seu primeiro voo)

A empresa Swift Engineering, em parceria com o Ames Research Center, da NASA, desenvolveu uma alternativa acessível aos satélites: uma aeronave autónoma de alta altitude e longa resistência. Já nasceu a alternativa acessível aos satélites: chama-se …

Reservas naturais chinesas salvaram os pandas da extinção (mas "esqueceram-se" dos leopardos)

Uma nova investigação revela que os esforços da China para salvar os pandas gigantes foram bem sucedidos, mas os mesmos falharam na proteção de outros animais que partilham o mesmo habitat, como é o caso …

Comunidade científica critica Trump por dizer que NASA estava "morta"

Na quarta-feira, o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, afirmou no Twitter que "a NASA estava fechada e morta" até que o próprio fez com que voltasse a funcionar, afirmação que gerou consternação na …

É "bastante provável" que chegue à Europa uma Cybertruck de menores dimensões

É "bastante provável" que uma Cybertruck de menores dimensões venha a ser produzida e chegue depois ao mercado europeu, revelou Elon Musk, CEO da Tesla, empresa que produz estas pickups elétricas. Questionado na rede social …

Mais seis mortos e 131 novos casos em Portugal nas últimas 24 horas

Portugal regista hoje mais seis mortos e 131 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sábado, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. O número de pessoas internadas é de 366, mais nove …

"Erro" do Instagram favoreceu conteúdo de Trump face ao de Biden

Um "erro" da rede social Instagram favoreceu durante dois meses o conteúdo gerado pela campanha de reeleição do atual Presidente norte-americano, Donald Trump, quando comparado com as publicações de Joe Biden, candidato democrata que está …

Fotografia partilhada nas redes sociais levou à suspensão de alunos nos Estados Unidos

Pelo menos dois alunos da North Paulding High School, no estado da Georgia, dizem ter sido suspensos depois de terem partilhado nas redes sociais uma fotografia na qual é possível ver um corredor da escola repleto …

Estado de Nova Iorque com mais mortes por Covid-19 do que França ou Espanha

Os Estados Unidos registaram 1.252 mortos e 63.913 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo uma contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Os últimos números de casos e óbitos registados devido a Covid-19 …

Turistas voltam a viajar, mas optam pelo low-cost

Mesmo num contexto de pandemia mundial o desejo de ir de férias continua vivo. Os turistas voltaram a procurar voos, contudo as opções recaem em percursos de curta distância e mais económicos. Ao longo dos últimos …

Ventura anuncia recandidatura ao Chega e só sai do parlamento quando “metade daquela esquerda" sair

André Ventura anunciou esta noite a recandidatura à liderança do Chega, numa cerimónia em Leiria em que disse que só vai sair do parlamento “quando metade daquela esquerda sair”. “Estamos a fazer uma revolução democrática e …