Coreia do Norte efetua teste com “novo míssil de longo alcance”. É uma “ameaça” à comunidade internacional

(h) KCNA / YONHAP

A Coreia do Norte efetuou com sucesso um teste com um novo “míssil de cruzeiro de longo alcance” durante este fim de semana, anunciou este domingo a agência oficial KCNA.

Os disparos do teste, efetuado no sábado e no domingo, decorreram na presença de altos responsáveis norte-coreanos, indicou a agência, que também confirmou o sucesso dos ensaios.

Os mísseis percorreram uma trajetória de 1.500 quilómetros, antes de atingirem o seu alvo, não especificado pela KCNA.

Diversas resoluções do Conselho de Segurança da ONU proíbem a Coreia do Norte de prosseguir os seis programas de armamento nuclear e de mísseis balísticos.

Apesar de atingido por múltiplas sanções internacionais, o país reforçou nos últimos anos as suas capacidades militares sob a direção de Kim Jong Un.

A Coreia do Norte procedeu a diversos ensaios nucleares e testou com sucesso mísseis balísticos com capacidade de atingirem os Estados Unidos.

Os mísseis balísticos norte-coreanos, capazes de transportar ogivas nucleares, têm um alcance de até 10.000 km, podendo atingir a maior parte dos países da Ásia, América do Norte e Europa.

Lisboa está fora do alcance destes mísseis norte-coreanos, mas o Porto e o norte de Portugal estão ainda dentro do raio de acção das armas nucleares norte-coreanas.

(dr) RT

Alcance dos mísseis balísticos da Coreia do Norte

É uma ameaça à comunidade internacional

O Pentágono disse esta segunda-feira que o lançamento pela Coreia do Norte representa “uma ameaça” aos países vizinhos e à comunidade internacional.

“Esta atividade sublinha o desenvolvimento contínuo do programa nuclear da Coreia do Norte e as ameaças que isso representa para os vizinhos e para a comunidade internacional”, disse o Pentágono, em comunicado.

Os Estados Unidos “vão continuar a acompanhar a situação e a consultar de perto os [seus] aliados e parceiros”, afirmou, na nota, o Comando Indo-Pacífico norte-americano.

Os EUA reiteraram ainda o compromisso, “resistente a todas as provas”, de defender a Coreia do Sul e o Japão contra Pyongyang.

Cerca de 28.500 soldados norte-americanos estão estacionados no sul da península.

  ZAP // Lusa

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. Mais um louco para estoirar com o planeta.
    Aonde vai ele buscar o dinheiro para tal estupidez? O povo daquele país deve estar a passar por muita dificuldade e o louco só pensa em bombinhas e estoirar com tudo á volta.

  2. Por que razão é que os mísseis norte-coreanos hão-de ser uma ameaça superior aos mísseis americanos? Que eu saiba foram os Estados Unidos que usaram duas bombas atómicas para matar centenas de milhar de japoneses inocentes. E foram eles que se preparavam para repetir a dose contra a China, durante a guerra da Coreia. Felizmente então Truman travou Mac Arthur que não gostou de estar a ser derrotado por um exército de camponeses chineses… Os norte-coreanos ainda não lançaram nenhum míssil contra ninguém…

    • Menos…
      Os japoneses estavam longe ser “inocentes” (os seus vizinhos, desde a Russia até que Timor, que o digam!) e deves estar esquecido mas ainda há poucos anos um míssil da Coreia do Norte matou mais de 40 marinheiros da Coreia do Sul – esses sim, completamente inocentes!
      Ver na Wikipedia: Naufrágio do Cheonan

      A ameaça é diferente porque um país é a ditadura mais fechada do mundo e o outro são os EUA… um “pormenor” que faz toda a diferença!…

      • As vítimas das bombas atómicas americanas em Hiroshima e Nagasaki eram homens, mulheres e crianças civis. Não eram combatentes. Mas é isso que os americanos fazem. Ainda há dias fizeram em Kabul, ao matar um Afegão inocente e os seus filhos, apodados entretanto de “terroristas”…Mas os Coreanos do Norte é que são bárbaros e assassinos…

        • Os japoneses eram todos combatentes (e loucos) e massacraram os vizinhos a quem tentaram roubar territórios desde a Rússia até Timor (que invadiram e onde mataram portugueses)!!
          Tu baralhas tudo e metes a população desgraçada da Coreia do Norte no mesmo saco do seu líder louco e, não percebes que o problema é o regime do Kim Gordo e não o seu povo…

    • A sua cultura de história está a dever muito à leitura, o enquadramento das duas bombas nucleares usadas era outro completamente diferente, leia e saberá porque foram usadas pelo mesmo presidente que não autorizou a usa-las na Coreia. A ameaça vem de um louco que tem a população a morrer literalmente à fome e que prefere gastar o dinheiro em fazer bombas supostamente para atacar quem não lhe empresta dinheiro para fazer mais bombas.

      • Curioso como desde que a Coreia do Norte tem armas nucleares e os meios para as lançar sobre os EUA, estes deixaram de verbalmente atacar a Coreia do Norte e a sua liderança. Até parece que as armas nucleares da Coreia do Norte são um factor de paz naquela parte do mundo… Se a Venezuela e o Irão as tivessem também, os EUA nem falavam desses países, muito menos os tornavam em alvos das suas agressões…

  3. De facto estamos perante um louco ditador fanático e comunista que ainda não percebeu que tal sistema está caducado, assim sendo estoira o dinheiro em armamento e está-se borrifando pelo bem-estar do seu povo, eles são apenas peças para alimentação dos seus ideais. Quanto às bombas, quem são os fornecedores de toda a matéria-prima e tecnologia para ele poder chegar a tal ponto? E ainda se põe a questão, que direito têm outros de ter a mesma bomba e ele não, também estou convencido de que jamais a utilizará, pois, seria certamente o fim da sua aventura e do seu país.

RESPONDER

O pior desastre nuclear da história dos EUA pode ter sido fruto de uma brincadeira

O SL-1 era um reator nuclear experimental de baixa potência, localizado no Idaho, nos EUA, que tinha como objetivo fornecer energia a pequenas instalações militares remotas no início dos anos 1960. O reator acabou por ficar …

PJ deteve quarto suspeito da morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) deteve, ao final da tarde desta quinta-feira, um quarto suspeito da morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Durante a tarde de hoje, em conferência …

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, a ministra de Estado e da Presidência, Mariana Vieira da Silva, a ministra da Cultura, Graça Fonseca, e a ministra da Saúde, Marta Temido

Saúde, Trabalho e Cultura. As medidas aprovadas pelo Governo para facilitar a negociação do OE

Novo Estatuto do Serviço Nacional de Saúde, Agenda do Trabalho Digno e a versão final do Estatuto dos Profissionais da Cultura foram os grandes destaques da conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta …

Banido do Facebook, Donald Trump aposta na criação da sua própria rede social

Nova rede social deverá estar disponível a partir do início do próximo ano e é uma resposta do antigo presidente às empresas que o decidiram banir. O antigo Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump anunciou o …

Um cigarro aceso

"Fumar mata." Deputados britânicos querem que o aviso seja impresso em cada cigarro

Para desencorajar os fumadores, os deputados britânicos querem imprimir o slogan "Fumar mata" em cada cigarro de um maço de tabaco. Deputados britânicos apresentaram, no Parlamento, uma emenda à Lei de Saúde e Cuidados de Saúde …

Ludogorets 0-1 Braga | Horta bracarense dá frutos cedo

O Sporting de Braga conseguiu um importante triunfo por 1-0 na deslocação ao terreno do Ludogorets, no Grupo F da Liga Europa. A formação lusa não quis perder tempo e marcou logo aos sete minutos, por …

PJ admite mais pessoas envolvidas na morte de jovem no metro das Laranjeiras

A Polícia Judiciária (PJ) admitiu, esta quinta-feira, que estejam mais pessoas envolvidas na morte de um jovem, na quarta-feira, na estação de metro das Laranjeiras, em Lisboa. Os dados foram avançados esta tarde, em conferência de …

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo continua a "desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o OE passar"

O Presidente da República afirmou, esta quinta-feira, que continua "a desejar e a esperar que haja uma possibilidade de o Orçamento passar" e considerou que os próximos dias, com reuniões partidárias até ao fim-de-semana, "são …

Facebook acorda com parte da imprensa diária francesa pagar "direitos conexos"

O Facebook chegou a um acordo com parte da imprensa diária francesa para pagar "direitos conexos", anunciou a rede social norte-americana, algumas semanas depois de assinar acordos semelhantes com o Le Monde e o Le …

Os trabalhadores que acumulam empregos em teletrabalho — e em segredo

Com a normalização do teletrabalho nos últimos anos, há cada vez mais pessoas que acumulam dois empregos a tempo inteiro — e em segredo. Têm dois endereços de e-mail profissionais, dois computadores, dois patrões e... dois …