O continente africano está a separar-se lentamente (e um novo oceano está a nascer)

University of Rochester

Na região de Afar, na Etiópia, as placas tectónicas da Arábia, Núbia e Somália estão lentamente a afastar-se umas das outras, um processo geológico complexo que deverá acabar por dividir África em duas e criar uma nova bacia oceânica daqui a milhões de anos. 

O destino tectónico do continente africano tem sido estudado durante várias décadas. Porém, novas medições de satélite estão a ajudar os cientistas a entender melhor a transição e a oferecer ferramentas valiosas para estudar o nascimento gradual de um novo oceano num dos pontos geologicamente mais únicos do planeta.

“Este é o único lugar na Terra onde se pode estudar a forma como a fenda continental se torna uma fenda oceânica”, disse Christopher Moore, estudante de doutorado da Universidade de Leeds, no Reino Unido, em declarações à NBC News.

Acredita-se que o novo oceano demorará cinco a dez milhões de anos a formar-se.

A crosta terrestre é composta por uma dúzia de grandes placas tectónicas, de formato irregular, lajes rochosas que constantemente se esmagam, sobem, deslizam por baixo ou se separam umas das outras.

A placa árabe está a afastar-se da de África há 30 milhões de ano, um processo que criou o Mar Vermelho e o Golfo de Áden entre as duas massas terrestres. A placa da Somália na África oriental também se está a estender para longe da placa da Núbia, descascando-se ao longo do Vale do Rift na África Oriental, que se estende pela Etiópia e Quénia.

No entanto, não se sabe o que está a causar a separação do continente. Alguns pensam que um enorme conjunto de rochas superaquecidas que sobe do manto sob o leste da África pode estar a impulsionar a fenda continental da região.

Nos últimos anos, os instrumentos GPS revolucionaram este campo da ciência, permitindo que os cientistas fizessem medições precisas da forma como o solo se move ao longo do tempo. Observações detalhadas por satélite combinadas com estudos de campo também podem ajudar os cientistas a perceber o que está a acontecer no subsolo na região de Afar. Porém, se a área é um laboratório vivo para estudar a fenda, o ambiente não facilita.

“Chama-se inferno de Dante”, disse Cynthia Ebinger, geofísica da Universidade de Tulane, à NBC News. “A cidade habitada mais quente da superfície da Terra fica em Afar. As temperaturas diurnas costumam chegar a 54ºC e arrefecem para 35ºC à noite.”

Algumas das investigações de Ebinger concentraram-se numa fenda gigante de 55 quilémetros que se abriu no deserto da Etiópia em 2005. A divisão violenta foi equivalente a várias centenas de anos de movimentação de placas tectónicas em apenas alguns dias.

Desde então, o trabalho de Ebinger concentrou-se no que desencadeia estes eventos extremos.  A geofísica acredita que a pressão acumulada pelo aumento do magma pode estar a desencadear os eventos explosivos vistos na região de Afar.

Com o tempo, estes eventos irão remodelar o continente africano. Cada limite de placa na região de Afar está a espalhar-se em velocidades diferentes, mas as forças combinadas dessas placas estão a criar o que é conhecido como sistema de cordilheira no meio do oceano, onde eventualmente um novo oceano se formará.

“O Golfo de Áden e o Mar Vermelho inundarão a região de Afar e o Vale do Rift na África Oriental e tornar-se-ão um novo oceano, e esta parte da África Oriental tornar-se-á um pequeno continente separado”, disse Ken Macdonald, geofísico marinho da Universidade da Califórnia, à NBC News.

As três placas estão a separar-se em velocidades diferentes. A placa árabe está a afastar-se da de África a uma taxa de cerca de 2,5 centímetros por ano, enquanto as duas placas africanas estão a separar-se ainda mais lentamente.

O processo de rutura pode estar a ocorrer num ritmo glacial, mas os cientistas dizem que há sinais claros de que a transição está a ocorrer. À medida que as placas se separam, o material do interior da Terra move-se para a superfície e forma uma crosta oceânica nas cordilheiras.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

RESPONDER

"Monarquia criminosa". Parlamento declara Catalunha republicana e não reconhece o rei

O Parlamento catalão aprovou esta sexta-feira uma resolução na qual declara que “a Catalunha é republicana e, portanto, não reconhece nem quer ter um rei”, rotulando a monarquia de “criminosa”. A resolução foi aprovada em sessão …

Novo método deteta metais tóxicos em alimentos e água em apenas algumas horas

Uma equipa de cientistas da Universidade de Joanesburgo, na África do Sul, desenvolveu um método sensível para detetar níveis perigosos de metais pesados em alguns alimentos e água. Os vestígios de metais como chumbo (Pb), arsénico …

Meghan Markle vence primeira batalha judicial contra jornal britânico

A Duquesa de Sussex conseguiu que o Tribunal Superior de Londres optasse por manter anónima a identidade das suas cinco amigas, como parte da ação legal que está a ser levada a cabo. O 39º aniversário …

Cientistas obrigados a rebatizar dezenas de genes humanos. A culpa é do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é mais parecida com um fogo florestal do que com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …

Fair-play financeiro. UEFA mantém restrições ao FC Porto

A UEFA informou, esta sexta-feira, que o FC Porto "cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20" a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao clube azul e branco. "O …

Procuradora-geral de Nova Iorque quer dissolver NRA após investigação de fraude

A procuradora-geral de Nova Iorque anunciou, esta quinta-feira, ter movido um processo judicial contra a National Rifle Association (NRA), depois de uma investigação que mostra que os seus dirigentes desviaram milhões de dólares para benefício …