Contentores arrendados como casas a 600 euros. “Amigos do ambiente”, mas ilegais

OLX

Contentores arrendados como casas a 600 euros em Marvila, Lisboa.

Anúncios colocados em sites imobiliários para arrendamento de contentores T0, com 12 metros quadrados, a 600 euros por mês, em Lisboa, geraram uma onda de indignação. A Câmara avança que são ilegais e já ordenou remoção das estruturas, mas o promotor dos contentores defende que é “uma solução 100% sustentável”.

Situados num quintal de um prédio em Marvila, Lisboa, os contentores T0 foram anunciados em sites como o OLX e o Imovirtual como “ecocontentores recuperados e isolados” que podem albergar um máximo de duas pessoas, por uma renda de 600 euros mensais. Entretanto, os anúncios foram removidos.

Com apenas duas divisões – sala/quarto com um beliche e cómoda e uma casa de banho -, as infraestruturas têm 12 metros quadrados e são amigas do ambiente, de acordo com o promotor dos anúncios, João Mendonça, que explica no Público que “o preço tem tudo incluído” – água, luz, Internet, limpeza e segurança -, além de acesso a uma zona comunitária “de 400 metros com serviços de cozinha, lavandaria e sala de estar”.

Frisando que os espaços “já estão todos reservados” por “estrangeiros”, João Mendonça destaca que “são mais económicos do que um quarto de hotel” para quem está de passagem pela cidade. Só que são ilegais.

A Câmara de Lisboa enviou fiscais ao local, depois de os anúncios terem sido disseminados nas redes sociais, e já ordenou a remoção dos contentores.

Embora o terreno onde as infraestruturas estejam localizadas seja privado, “as estruturas são ilegais por não terem sido precedidas do respectivo licenciamento nos serviços de urbanismo da CML [Câmara Municipal de Lisboa], estando em causa condições de habitabilidade e de segurança/acesso ao local”, frisa o gabinete de Fernando Medina em nota enviada ao Público.

A mesma nota sustenta que já foi dada ordem para a “remoção imediata dos contentores”, bem como para a “demolição da rede de infraestruturas e a imediata cessação de utilização com abertura de processo de contra-ordenação“.

Os responsáveis pelo projecto podem ter que pagar uma multa que vai de 1500 euros a mais de 200 mil euros por “uso indevido de terreno”, como destaca o Diário de Notícias (DN).

“Uma solução 100% sustentável”

O promotor dos anúncios defende que, não sendo “construções fixas”, “é como estacionar uma auto-caravana dentro do seu quintal“.

João Mendonça também aponta, em declarações ao Público, que é “uma solução 100% sustentável comparado com uma habitação”. “Não tem fundações, não interfere com o sítio onde é colocado, não há movimentação de terras, não há degradação de solos”, diz.

“Os econtainers são contentores reciclados que são transformados em casas de classe energética muito elevada porque são atérmicas“, o que lhes confere “uma classe energética muito mais alta do que qualquer tipo de casa convencional”, acrescenta João Mendonça.

No Público, o promotor dos contentores explica ainda que o projecto é de uma empresa holandesa que terá “milhares em toda a Europa, nomeadamente no Norte da Europa por causa das condições meteorológicas”.

Mas ao DN, identificando-se como “responsável pela imobiliária” que trata do arrendamento dos contentores, João Mendonça diz que o conceito é da empresa inglesa Portcompany. O jornal acrescenta que esta empresa não terá qualquer actividade relacionada com as infraestruturas.

O Bloco de Esquerda já veio dizer que este caso “parece um regresso modernizado às soluções precárias, à Lisboa das barracas que tantos conheceram e cujo fim foi uma conquista civilizacional”. O partido aproveita a situação para exigir ao Governo um verdadeiro “investimento público” para “assumir a sua responsabilidade na habitação pública”.

SV, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …