Conservadores unem-se para derrubar Theresa May

Stephanie Lecocq / Lusa

Theresa May, primeira-ministra britânica

Segundo o The Sunday Times, 40 deputados do Partido Conservador, menos oito do que os necessários, concordaram em assinar uma moção de censura contra a primeira-ministra, Theresa May.

São necessárias 48 assinaturas para que o documento consiga obrigar à realização de novas eleições internas para a liderança do Partido Conservador britânico.

Desde que o seu partido perdeu a maioria absoluta no Parlamento nas eleições gerais realizadas em junho, a primeira ministra britânica Theresa May tem estado sob pressão. Além disso, o governo de May tem sido alvo de insatisfação, devido à forma como estão a decorrer as negociações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

Os críticos afirmam que, após seis rodadas de conversas de negociação com Bruxelas, foram mínimos os avanços para definir questões essenciais acerca do Brexit.

Na sexta-feira, a UE fez um ultimato de duas semanas ao Reino Unido para esclarecer alguns pontos importantes em relação à sua saída do bloco. Só depois desse esclarecimento, os países-membros poderão dar aval para a segunda etapa de negociações do Brexit, prevista para dezembro, onde serão abordadas as relações comerciais.

Segundo uma reportagem publicada este domingo pelo The Sunday Times, se os britânicos não convencerem Bruxelas, as negociações podem ser congeladas e retomadas apenas em março de 2018.

O negociador europeu do Brexit, Michel Barnier, pediu progressos em relação ao futuro dos direitos dos cidadãos europeus e da fronteira com a Irlanda do Norte, além do acerto financeiro do Brexit – a chamada “conta do divórcio” que deverá ser paga à UE. Estes pontos são as principais exigências de Bruxelas no processo.

Entretanto, uma reportagem publicada pelo Mail on Sunday este domingo revelou uma carta na qual os ministros britânicos do Exterior, Boris Johnson, e do Meio Ambiente, Michael Gove, pressionam May a seguir o chamado “Hard Brexit“, cenário em que nenhum acordo seria feito com Bruxelas até março de 2019, data da saída da UE.

No texto, os ministros à primeira-ministra que “esclareça as mentes” dos ministros do seu gabinete que são a favor de um divórcio mais suave.

O Reino Unido é o primeiro país a iniciar os procedimentos para abandonar a União Europeia, 44 anos depois da sua entrada. O divórcio deve ocorrer a 29 de março de 2019, dois anos após o processo de saída ter sido iniciado, com a ativação do Artigo 50 do Tratado de Lisboa.

ZAP // DW

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

PSG na corrida por Bruno Fernandes. Atlético já terá proposta

Bruno Fernandes continua com o futuro incerto, mas o mercado continua a mexer. De acordo com a imprensa desportiva, o Paris Saint-Germain entrou na corrida pelo médio do Sporting e o Atlético de Madrid terá …

Crédito Agrícola vai cobrar MB Way e transferências online

O Crédito Agrícola, instituição bancária liderada por Licínio Pina, vai passar a cobrar não só as transferência feitas através da aplicação móvel MB Way, como também as transferências online, escreve o jornal Eco este sábado. …

Há uma "Cidade do Futuro" inacabada no deserto do Arizona

https://vimeo.com/342345734 No deserto do Arizona, nos Estados Unidos, há uma cidade experimental projetada para milhares de pessoas que agora contém apenas algumas dezenas de habitantes. Durante quase cinco décadas, um grupo chamado Fundação Cosanti tem trabalhado na …

Montenegro vai estudar liderança em França. Quer qualificar-se para o futuro

O ex-líder parlamentar do PSD, Luís Montenegro, vai para França estudar num programa de gestão avançada para executivos promovido pelo Instituto Europei para Administração de Empresas, escreve este sábado o Expresso. De acordo com o …

A dieta perfeita não existe

O número de dietas que existem não cabe nos dedos das nossas mãos, mas grande parte das pessoas vai dizer-lhe qual a melhor dieta a seguir. Mas não acredite, é tudo bluff. Uma equipa de cientistas …

Fenprof critica Marcelo. "Não é o Presidente de todos os portugueses”

O 13.º congresso da Fenprof terminou este sábado com a garantia de luta pela contagem integral do tempo de serviço dos professores e críticas a Marcelo Rebelo de Sousa, que “não é o Presidente de …

Consumo de álcool dos filhos associado a educação branda dos pais

Um estudo descobriu que há uma associação entre o consumo de álcool dos filhos e a educação que os pais dão em relação às bebidas alcoólicas. Quanto mais brandos os pais forem, mais probabilidade há …

Espiões podem estar a usar o LinkedIn para recrutar novos contactos

O LinkedIn é uma rede social de negócios, mas espiões podem estar a usá-la para encontrar novos contactos. Os espiões estarão a usar perfis falsos, gerados por inteligências artificial. Apesar de ser uma rede social bem …

Mercado de compras online pode não ser tão lucrativo quanto se pensa (e pode estar perto do fim)

Muitas pessoas provavelmente presumem que as lojas online estão a fazer uma fortuna, mas a realidade é bem diferente. Muitas atividades de comércio eletrónico são, na verdade, não lucrativas. Se as pessoas tivessem que pagar o …

Canábis já era fumada há pelo menos 2.500 anos

Uma descoberta nos túmulos do cemitério Jirzankal, no oeste da China, mostra que os povos que viviam nessa zona montanhosa já queimavam canábis com elevados níveis de THC. Uma equipa de arqueólogos encontrou pequenos artefactos de madeira …