Conservadores unem-se para derrubar Theresa May

Stephanie Lecocq / Lusa

Theresa May, primeira-ministra britânica

Segundo o The Sunday Times, 40 deputados do Partido Conservador, menos oito do que os necessários, concordaram em assinar uma moção de censura contra a primeira-ministra, Theresa May.

São necessárias 48 assinaturas para que o documento consiga obrigar à realização de novas eleições internas para a liderança do Partido Conservador britânico.

Desde que o seu partido perdeu a maioria absoluta no Parlamento nas eleições gerais realizadas em junho, a primeira ministra britânica Theresa May tem estado sob pressão. Além disso, o governo de May tem sido alvo de insatisfação, devido à forma como estão a decorrer as negociações sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

Os críticos afirmam que, após seis rodadas de conversas de negociação com Bruxelas, foram mínimos os avanços para definir questões essenciais acerca do Brexit.

Na sexta-feira, a UE fez um ultimato de duas semanas ao Reino Unido para esclarecer alguns pontos importantes em relação à sua saída do bloco. Só depois desse esclarecimento, os países-membros poderão dar aval para a segunda etapa de negociações do Brexit, prevista para dezembro, onde serão abordadas as relações comerciais.

Segundo uma reportagem publicada este domingo pelo The Sunday Times, se os britânicos não convencerem Bruxelas, as negociações podem ser congeladas e retomadas apenas em março de 2018.

O negociador europeu do Brexit, Michel Barnier, pediu progressos em relação ao futuro dos direitos dos cidadãos europeus e da fronteira com a Irlanda do Norte, além do acerto financeiro do Brexit – a chamada “conta do divórcio” que deverá ser paga à UE. Estes pontos são as principais exigências de Bruxelas no processo.

Entretanto, uma reportagem publicada pelo Mail on Sunday este domingo revelou uma carta na qual os ministros britânicos do Exterior, Boris Johnson, e do Meio Ambiente, Michael Gove, pressionam May a seguir o chamado “Hard Brexit“, cenário em que nenhum acordo seria feito com Bruxelas até março de 2019, data da saída da UE.

No texto, os ministros à primeira-ministra que “esclareça as mentes” dos ministros do seu gabinete que são a favor de um divórcio mais suave.

O Reino Unido é o primeiro país a iniciar os procedimentos para abandonar a União Europeia, 44 anos depois da sua entrada. O divórcio deve ocorrer a 29 de março de 2019, dois anos após o processo de saída ter sido iniciado, com a ativação do Artigo 50 do Tratado de Lisboa.

ZAP // DW

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Batalha campal" assola a Catalunha: 40 mil pessoas nas ruas, 50 detidos e mais de 100 feridos

Pelo menos 51 pessoas foram detidas e 70 polícias ficaram feridos desde o início dos atos de violência que começaram na segunda-feira na região espanhola da Catalunha após a sentença que condenou políticos separatistas catalães …

Kristalina Georgieva exige maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional exigiu esta terça-feira, nos Encontros Anuais, uma maior inclusão de mulheres nos mercados de trabalho, dizendo que quando um país ignora "parte das suas capacidades" enfraquece o desempenho económico. Kristalina …

Cientistas nazis criaram um pesticida alternativo ao DDT (que até era melhor)

Cientistas nazis criaram uma alternativa ao inseticida DDT, que alegadamente seria menos tóxica para os mamíferos e de ação mais rápida. A sua produção viria a terminar abruptamente por intervenção das forças Aliadas. O DDT é …

Operação Rota do Cabo leva à detenção de 22 pessoas

A Procuradoria-geral Distrital de Lisboa (PGDL) anunciou hoje a detenção de 22 pessoas no âmbito a operação Rota do Cabo, efetuada para desmantelar uma alegada rede criminosa de auxílio à imigração ilegal. Em comunicado, a PGDL …

Garcia de Orta. Governo admite recorrer a pediatras do privado para assegurar urgência

O secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, disse que a falta de médicos pediatras nas urgências do hospital Garcia de Orta “é uma situação que não é possível resolver de um …

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …