Conselho Europeu dá luz verde ao acordo do “divórcio” do Reino Unido

Julien Warnand / EPA

Os chefes de Estado e de Governo dos 27 endossaram esta quinta-feira o acordo de saída revisto do Reino Unido da União Europeia (UE), anunciou o presidente do Conselho Europeu.

“O Conselho Europeu endossou este acordo. Nessa premissa, o Conselho Europeu convida a Comissão, o Parlamento Europeu, e o Conselho a empreenderem os passos necessários para assegurar que o acordo entra em vigor a 1 de novembro de 2019”, declarou Donald Tusk, em conferência de imprensa, durante a cimeira europeia a decorrer em Bruxelas.

Porém, por enquanto não há qualquer menção a um eventual adiamento da saída (prevista para 31 de outubro), no caso de o acordo ser recusado pelo Parlamento britânico, que o votará no próximo sábado.

O tema do possível adiamento tem marcado a tarde desta quinta-feira. Jean-Claude Juncker a dizer que “não há necessidade de qualquer tipo de prorrogação” do prazo, visto que este “é um acordo justo e equilibrado”. O Presidente da Comissão Europeia foi criticado por alguns responsáveis políticos, que viram a declaração como uma forma de pressão.

Tal como Juncker disse sentir-se ao anunciar o acordo, o Presidente do Conselho Europeu também está “triste”. Agora que “parece que estamos muito perto do ato final”, Donald Tusk garantiu ser contra o Brexit. Ainda assim, reforçou que “as portas estão abertas” caso o Reino Unido queira voltar a fazer parte da União Europeia.

O primeiro-ministro da República da Irlanda, Leo Varadkar, agradece, “como líder de uma pequena nação”, “a enorme solidariedade expressa pelos líderes europeus”. O responsável irlandês também carregou na nota da “tristeza com a saída”, mas garantiu que Irlanda e Reino Unido manterão um bom relacionamento, ainda que o “velho amigo” parta agora “para uma aventura”. “Esperamos que corra tudo bem”, disse Varadkar.

A maior pedra no sapato de Johnson pode estar em Londres. Sem a maioria na Câmara dos Comuns, o Governo conservador terá de convencer os unionistas democráticos da Irlanda do Norte, os trabalhistas que não aceitam a cláusula de salvaguarda, os conservadores rebeldes que o próprio primeiro-ministro expulsou do seu grupo parlamentar, e os trabalhistas que defendem a saída do Reino Unido.

Em causa está o backstop, o mecanismo usado para evitar ter uma fronteira física a separar as duas Irlandas.

Para este sábado, está agendada uma sessão parlamentar extraordinária para tentar aprovar o acordo que acaba de ser anunciado. A data de saída do Reino Unido da União Europeia está marcada para o próximo dia 31.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …

Etiópia. Comissão de direitos humanos denuncia massacre de 600 civis na região de Tigré

A organização independente que investiga acusações de violência contra civis na Etiópia corroborou o relatório da Amnistia Internacional que denunciou a chacina de pelo menos 600 pessoas na região de Tigré, no Norte do país. Segundo …