Conselheiro de Trump manda calar a imprensa, o “partido da oposição”

Andrew Harrer / POOL / EPA

Steve Bannon, principal estratega e conselheiro do Presidente dos EUA Donald Trump

Steve Bannon, principal estratega e conselheiro do Presidente dos EUA Donald Trump

Um dos principais conselheiros do Presidente norte-americano considerou que a imprensa é o “partido da oposição” e que “deve ficar em silêncio”, numa entrevista divulgada esta sexta-feira pelo The New York Times.

“Eu quero que me cite. Os meios de comunicação social são o partido da oposição. Eles não entendem o país. E continuam sem entender as razões pelas quais Donald Trump é Presidente dos Estados Unidos”, disse Steve Bannon, em entrevista feita quarta-feira por telefone ao The New York Times.

A imprensa deve ser prejudicada e humilhada, deve calar-se e escutar por um instante”, acrescentou o fundador do site de notícias “Breitbart News”, ligado à chamada “direita alternativa”.

Bannon acusou também a imprensa de ter sido ativista da campanha de Hillary Clinton.

“É por isso que não têm poder. Foram humilhados“, disse Bannon ao jornal americano, que tem sido duramente criticado por Trump.

Os comentários de Steve Bannon aumentam a campanha da Casa Branca para desacreditar a imprensa e ocorrem depois do Presidente dos EUA ter afirmado no sábado que os jornalistas estavam entre as “pessoas mais desonestas do mundo”.

Questionado sobre a credibilidade do porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, depois de ter feito uma conferência de imprensa em que insistiu em informações falsas, Steve Bannon disse: “Achamos que é um distintivo de honra”.

“A imprensa tem integridade zero, inteligência zero e não trabalha”, acrescentou.

Naquela que é a primeira semana de Trump no poder, os media americanos têm estado num braço-de-ferro com a nova administração, nomeadamente pela quantidade de pessoas que assistiram à tomada de posse em Washington, no passado dia 20.

A imprensa norte-americana noticiou que a cerimónia contou com cerca de um terço dos participantes que estiveram na tomada de posse de Obama, em 2009, e que teve até muitos menos público do que a Marcha das Mulheres, que aconteceu no dia seguinte e que contou com cerca de 500 mil pessoas na capital e muitas outras espalhadas por várias cidades do mundo.

A equipa de Trump defende que a cerimónia teve uma “audiência nunca antes vista” e a ministra da Propaganda do novo governo disse que a administração da Casa Branca tem “factos alternativos” sobre a realidade, o que fez disparar a venda do livro “1984”, de George Orwell.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. “A imprensa tem integridade zero, inteligência zero” Uma boa forma de caracterizar o Trump e os seus apoiantes… No que respeita a trabalhar, parece-me um pouco injusto. Tanto a imprensa como o Trump trabalham… para fazer m er da, mas trabalham!

  2. Sinceramente está é uma questão interessante. A comunicação social comenta tudo e todos. Tem um poder estratosferico. Mas ninguém consegue atacar a comunicação social!…
    É o que se vê aqui no bairro…
    Concordo com Trump que a C social vale zero e não tem integridade e deve ser disciplinada. A liberdade de imprensa é usada por estes senhores para exercer um poder de oposição descomunal . Mas com que direito?!… Dever ser controlada… O conceito de liberdade de imprensa – um tabu da democracia – deve ser rapidamente revisto !

  3. A imprensa á muito mas muito tempo que não informa como supostamente o deveria, seria optimo que os jornalistas , apresentadores , analistas , etc que nos entram pela casa dentro sem nossa autorização tivessem tatuado na testa a cor a que pertencem. O impressa diz o que quer e lhe apetece , faz dano á vida privada e empresarial escondendo-se atrás do tal segredo de informação e o resto que se dane.
    O Presidente Trump certamente que não precisa da politica, vamos aguardar e ver o seu input que não será somente sentido nos EUA

  4. A imprensa e os jornalistas por necessidade de sobrevivência (creio) nem sempre se têm comportado bem (sobretudo alguns) mas compará-los aquela “escumalha associada ao Trump” é demais. Apesar de tudo os aspectos positivos da imprensa ainda se sobrepõem aos negativos. Na minha óptica, claro.

RESPONDER

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …

Maduro prepara reestruturação do Governo venezuelano

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, pediu aos ministros do seu Governo que ponham os seus cargos à disposição, a fim de impulsionar uma "reestruturação profunda" do Executivo. O anúncio foi feito este domingo através do …