Confirmado: comboio ia a 118 km/h numa zona cujo máximo é 30 km/h

Salvador Sas / EPA

-

O comboio que descarrilou na sexta-feira na Galiza seguia a 118 quilómetros/hora numa via secundária com limite de velocidade fixado nos 30 quilómetros/hora, e o maquinista recebeu diversos avisos para abrandar, confirmou um tribunal galego.

De acordo com o Tribunal Superior de Justiça da Galiza, o comboio acidentado “circulava a 118 quilómetros/hora no momento do descarrilamento”.

A velocidade permitida nas linhas principais é de 120 quilómetros/hora, mas a zona da estação de comboios de O Porriño, na Galiza, estava em obras de manutenção na sexta-feira, o que obrigou o desvio para uma linha secundária.

Fonte oficial da espanhola Renfe disse esta terça-feira à Lusa que a velocidade limite para circulação em vias secundárias é de 30 quilómetros/hora, e que esta é uma regra geral aplicável a todas as vias secundárias.

Por outro lado, o tribunal informou que o maquinista (português, um dos quatro falecidos no acidente), “recebeu e acusou a receção (pressionando um botão) de avisos L1, que indicam a necessidade de moderar a velocidade”.

Um técnico da comissão de investigação de acidentes ferroviários, Edmundo Parras, tinha indicado hoje, que “tudo aponta para excesso de velocidade” como causa do acidente ferroviário de sexta-feira, que matou quatro pessoas e deixou feridas dezenas.

Parras falava à entrada do tribunal de O Porriño (Pontevedra, Galiza, Noroeste de Espanha), onde hoje de manhã foram abertas as caixas negras do comboio.

As caixas negras do comboio – que fazia o trajeto Vigo-Porto, operado conjuntamente pela CP e pela espanhola Renfe – foram abertas na presença de representantes da CP, da Renfe e das gestoras das redes ferroviárias de ambos os países, a portuguesa Infraestruturas de Portugal e a espanhola Adif.

O equipamento recuperado do sinistro regista as velocidades do comboio, as distâncias e os sinais que recebeu.

No entanto, não grava sons nem conversações na cabina do maquinista, apenas as comunicações com o posto de comando de Ourense, segundo explicou na segunda-feira o presidente do comité de empresa da Renfe em Pontevedra, Luis Mariano de Isusi.

O comboio descarrilou às 09:25 de sexta-feira (08:25 em Lisboa), com mais de 60 passageiros e tripulação a bordo.

O maquinista, português, e dois outros elementos da tripulação, ambos espanhóis, morreram no acidente, bem como um turista norte-americano.

Cerca de meia centena de passageiros ficaram feridos no acidente, no qual um dos vagões ficou completamente tombado e outros dois semi-tombados.

A CP e a Renfe operaram conjuntamente a linha Vigo-Porto desde 2011. Responsáveis de ambas as empresas asseguraram que o comboio tinha sido alvo de revisões recentes.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Novo Banco em banho-maria (há 5 cenários possíveis e a Banca teme a "bomba atómica")

O travão às transferências para o Novo Banco na votação do Orçamento do Estado para 2021 deixa o futuro da instituição financeira em banho-maria. Há cinco cenários possíveis para o futuro da instituição e todos …

Lavada em lágrimas, primeira-ministra da Dinamarca pede desculpa pelo abate de milhões de martas

Em lágrimas, a primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, pediu desculpas nesta quinta-feira pela gestão da crise com as martas no país, depois de uma mutação do novo coronavírus encontrada em quintas de criação ter motivado o …

Mistério continua por resolver: um mês após o início do surto de legionella, ainda não há respostas

Há cerca de um mês que o mistério da origem da legionela continua por resolver. A doença continua a fazer mortos na região norte, mas de acordo com o Jornal de Notícias, não tem sido …

Relações "complicadas". Rússia admite abandonar projetos de cooperação com a UE

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Sergey Lavrov, que se encontrará mais tarde com o Presidente bielorrusso, Alexander Lukashenko, comentou que as relações atuais entre Moscovo e Bruxelas são "complicadas". O Governo russo está a ponderar …

Benfica tem novo central. Luís Filipe Vieira fecha contratação de Lucas Veríssimo

O Benfica deverá pagar 1,3 milhões de euros em mão e outros 5,2 milhões em quatro prestações. Lucas Veríssimo chega do Santos para a posição de defesa central. À semelhança daquilo que fez com Jorge Jesus, …

Apoio à retoma pode prolongar-se pelo menos até setembro de 2021

O mecanismo de apoio à retoma progressiva nas empresas em crise poderá prolongar-se até, pelo menos, setembro do próximo ano, avisou o ministro de Estado e da Economia, Pedro Siza Vieira. O mecanismo sucedâneo do layoff …

Vinícius bisou e assistiu para o Tottenham. Para Mourinho, só há uma coisa a melhorar

O Tottenham de José Mourinho venceu esta quinta-feira o Ludogorets no jogo da 4.ª jornada da fase de grupos da Liga Europa. O ex-Benfica Carlos Vinícius, que não tem sido opção para o campeonato inglês, …

Portugal já terá atingido o pico. Foi na terceira semana de novembro, segundo os peritos do Governo

Portugal já terá atingido o pico de novos casos da segunda vaga de covid-19, de acordo com os cálculos dos peritos consultados pelo Governo. Em declarações ao jornal Observador, engenheiro Carlos Antunes, da Faculdade de …

Benfica colheu um ponto na Escócia. O Rangers "não é uma equipazinha", diz Jesus

O Benfica empatou a dois golos em casa do Rangers, na quarta jornada do Grupo D da Liga Europa, e ficou a uma vitória de seguir para os 16 avos de final. Arfield (7 minutos) e …

Reformas antecipadas sofrem corte de 15,5% em 2021

O valor das pensões antecipadas pedidas no próximo ano terá um corte superior ao que está a ser aplicado em 2020: 15,5%. Os trabalhadores que se reformem antecipadamente em 2021 terão uma penalização de 15,5% na …