Afinal, Conceição vai estar no banco no clássico e Amorim no jogo com o Rio Ave

Hugo Delgado / Lusa

O Tribunal Arbitral do Desporto e o Tribunal Central Administrativo do Sul aceitaram as providências cautelares interpostas pelos dois treinadores, nas vésperas dos jogos das suas equipas para a 31.ª jornada.

“Foi decretada pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) a providência cautelar interposta por Sérgio Conceição para suspender o castigo de 21 dias de que foi alvo por parte do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol”, referiu o FC Porto, em comunicado publicado no seu site oficial.

“Por esse motivo, o treinador do FC Porto estará presente no banco de suplentes no clássico desta quinta-feira frente ao Benfica (18h30, BTV), no Estádio da Luz”, conclui.

O técnico tinha sido suspenso por 21 dias, na sequência dos protestos dirigidos ao árbitro Hugo Miguel, depois do jogo com o Moreirense, que terminou com um empate por 1-1.

O treinador já tinha falhado o encontro com o Famalicão, da 30.ª jornada, e deveria falhar as partidas com Benfica (31.ª), Farense (32.ª) e Rio Ave (33.ª). Com a decisão do TAD, os dias restantes de suspensão ficam “congelados”.

Minutos depois, ficou a saber-se que o Tribunal Central Administrativo do Sul também aceitou a providência cautelar interposta por Rúben Amorim para suspender o castigo de seis dias de de que foi alvo por parte do Conselho de Disciplina da FPF.

Segundo o jornal online Observador, devido ao caráter de urgência da decisão, e com a impossibilidade de reunir um colégio arbitral em tempo útil, o processo passou do TAD para o Tribunal Central Administrativo do Sul.

Assim sendo, o treinador dos leões estará no banco do Sporting, esta quarta-feira, a orientar a equipa frente ao Rio Ave.

O técnico tinha sido suspenso por seis dias por declarações no final do encontro com o FC Porto, em outubro do ano passado.

  ZAP //

 

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.