Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena aldeia de Setúbal como uma “nova Ibiza”. Um cenário que está a preocupar organizações ambientais.

A comparação é feita pelo The Wall Street Journal (WSJ), que destaca que há diversos empreendedores imobiliários internacionais de olho na Comporta, considerando que a região tem potencial para ser uma “nova Ibiza”.

O jornal norte-americano lembra que a Comporta sofreu várias décadas sem qualquer desenvolvimento, destacando que esse cenário está a mudar com o interesse de empreendedores internacionais em investir em projectos residenciais e turísticos.

O grande segredo da Comporta para atrair a “realeza de férias”, com “políticos e celebridades” como os designers Christian Louboutin e Philippe Starck, está na grande beleza natural quase selvagem e na tranquilidade que diverge com a “loucura” das multidões de turistas que todos os anos rumam a Ibiza, diz o WSJ..

O jornal britânico The Guardia tinha já recentemente considerado a Comporta como uma “versão melhorada de Ibiza”, apresentando-a como uma opção “mais tranquila, mais barata” e “mais bonita”.

Esse potencial turístico está a despoletar diversos projectos imobiliários milionários na região que tem uma localização privilegiada, a poucos quilómetros de Lisboa, próxima dos acessos rodoviários ao Algarve e com vista para o Estuário do Sado e para o Atlântico.

O Financial Times tinha também falado da Comporta como as Hamptons de Portugal, fazendo a comparação com a famosa zona de moradias luxuosas de férias situada na costa de Nova Iorque.

Durante vários anos, a Comporta resistiu como reduto da família Espírito Santo, escapando a grandes empreendimentos imobiliários. Mas depois do colapso do BES e do Grupo Espírito Santo em 2014, os terrenos da Comporta foram vendidos ao consórcio constituído pelo milionário francês Claude Berda e por Paula Amorim, a filha do falecido empresário português Américo Amorim.

Os 158 milhões de euros gastos na compra dos terrenos é apenas uma migalha do que o consórcio pretende gastar na Comporta, no âmbito de um mega-projecto imobiliário que se prevê implementar ao longo dos próximos 10 a 15 anos.

O plano de investimento ultrapassa os mil milhões de euros e prevê a construção de várias infraestruturas, como estações de tratamentos de água, arruamentos, moradias turísticas, uma unidade hoteleira, um centro de bem-estar e beleza, academias desportivas com espaços para golfe e ténis, áreas de comércio e de restauração, um museu e até uma igreja.

Mas há outros projectos imobiliários previstos para a zona e organizações ambientais começam a ficar muito preocupadas com um eventual investimento em massa, temendo que possa afectar as condições naturais da Comporta e a conservação da biodiversidade.

Organizações como a Zero, a Quercus, a Associação Comporta Utopia e a Liga para a Protecção da Natureza já manifestaram essa preocupação ao ministro do Ambiente, receando que os projectos imobiliários ponham em causa uma ampla área agro-florestal que integra a Rede Natura 2000.

SV, ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Só tenho a dizer ao Estado Português; NÃO SE CONSTRÓI RIQUEZA, DESTRUINDO RIQUEZA.

    Tende juízo! Já basta o que fizeram ao Algarve. Não nos façam dar graças a terramotos que destroem as construções humanas.

    Pobres governantes os que autorizarem isto. Só espero que saibam dar a cara e não digam que foi uma junta que autorizou. Preservem e guardem. Não julguem a herança que deixam medida na quantidade de betão construído. O povo vota em vocês para defenderem o interesse público e não para dar cabo dele.

  2. Possivelmente estarão a preparar mais blocos de cimento armado logo ali à beira-mar a exemplo do Algarve e não só que quanto a mim terá duas vantagens, a primeira quando a subida do mar vier a ser uma realidade já servirão os mesmos como tampão, segundo até poderá dar jeito aos privilegiados habitantes de atirarem um mergulho para o mar directamente do seu quarto, portanto nem tudo irá ser mau!.

  3. Para além da informação contida na notícia, que não vou comentar, é desconcertante a forma como a ZAP Notícias, muitas (demasiadas) vezes, desinforma e deseduca os seus leitores!
    A povoação da Comporta não é uma “vila”, mas sim uma aldeia, e muito menos “de Setúbal”, pois pertence ao concelho de Grândola, um dos municípios do Litoral Alentejano!

    • Caro leitor,
      Obrigado pelo seu reparo.
      A Comporta faz parte, na realidade, do concelho de Alcácer do Sal, não de Grândola — qualquer dos quais situado no distrito de Setúbal, conforme referimos.
      Entretanto, a Comporta é efetivamente uma aldeia, não uma vila. Está corrigido.

RESPONDER

Incapacitar uma única proteína pode "curar" a gripe

Desabilitar uma única proteína das nossas células pode ser a solução para "curar" a gripe. Os testes realizados em ratos foram bem sucedidos, pelo que pode ser um indicador positivo de progressos nesta área. Encontrar uma …

Detetada a estrela de neutrões mais massiva alguma vez encontrada

Observações com o telescópio Green Bank revelaram a estrela de neutrões mais massiva até ao momento, chamada J0740 + 6620. De acordo com a revista especializada Nature Astronomy, onde foi descrita a descoberta, é um pulsar …

Portugueses criam nanomateriais feitos de algas para despoluir água

De algas abundantes no litoral de Portugal, investigadores da Universidade de Aveiro extraíram biopolímeros capazes de remover alguns poluentes da água, como antibióticos ou herbicidas. Uma equipa de investigadores da Universidade de Aveiro (UA) demonstrou que …

O novo Oumuamua pode ter sido captado numa fotografia a cores

Os astrónomos do Observatório Gemini no Hawai tiraram a primeira fotografia do GB00234, agora rebatizado para C/2019 Q4 Borisov, um objeto que pode ser o segundo corpo celeste interestelar a entrar no Sistema Solar. A imagem …

Volkswagen revela o novo ID.3, "o carro elétrico do povo"

https://vimeo.com/360579859 No Salão Automóvel da Frankfurt, a Volkswagen revelou o novo ID.3, o seu primeiro carro elétrico. Com um preço "abaixo dos 30 mil euros", é tido como acessível para as massas. A revolução dos automóveis elétricos …

Benfica 1-2 Leipzig | Águias sem asas para o Leipzig

O Benfica arrancou a sua participação na fase de grupos da Liga dos Campeões 2019/20 da pior forma, com uma derrota caseira por 2-1. A formação “encarnada” recebeu o Leipzig e nunca conseguiu dominar o futebol …

A faca, o casaco, a secretária e outros objetos de Anthony Bourdain vão a leilão

Uma faca feita a partir de um meteorito, um casaco personalizado da marinha norte-americana e uma prensa para ossos de pato são três dos 215 objetos de Anthony Bourdain que vão ser colocados à venda …

Já vai poder dormir no castelo de "Downton Abbey" (mas com algumas condições)

O castelo de Highclere, que os fãs da série Downton Abbey conhecem como a casa da família ficional Crawley, está a receber hóspedes. O conde de Carnarvon resolveu abrir as portas a apenas dois convidados, a …

Tinder produz a sua primeira série de televisão (e é “apocalíptica”)

A aplicação de encontros Tinder já terminou as filmagens da sua primeira série de televisão no âmbito da intenção do seu proprietário, o Match Group, de aprofundar a criação de conteúdos originais. Fazer novos programas faz …

Sondagens à boca das urnas mostram empate técnico entre Netanyahu e Gantz

O primeiro-ministro israelita Benjamin Netanyahu e Benny Gantz, antigo chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas que lidera a coligação centrista, estão numa situação de empate técnico nas primeiras sondagens à boca das urnas. Esta terça-feira, …