Como será o mundo sem covid-19? Especialistas de uma universidade espanhola responderam

Mohamed Hossam / EPA

Como será o mundo sem covid-19? Especialistas de diferentes ramos da Universidade Complutense de Madrid, em Espanha, responderam à questão.

Que a realidade vai mudar para sempre já não é uma novidade. No entanto, especialistas de diferentes ramos da Universidade Complutense de Madrid adiantam que, no futuro, muitos jovens vão descobrir que “uma máscara é mais importante do que um tablet” e a grande maioria das pessoas vai sentir-se mais sozinha (e ao mesmo tempo mais ligada) do que nunca.

Elena Blanch González, professora da Faculdade de Belas Artes, acredita que a arte e a cultura se vão tornar um “refúgio“. Em tempos de pandemia, a importância da cultura tem sido uma “redescoberta” da humanidade, uma forma de “escapar do medo”, sorrir e preencher o tempo que o confinamento esvaziou.

Cristóbal Fernández Muñoz, responsável da Faculdade de Ciências da Informação, refere que esta crise é uma espécie de “ponto de viragem” para a comunicação.

Nesta era de “escassez de meios de comunicação, imediatismo, concorrência feroz e ditadura do clique”, “é necessário, mais do que nunca, um jornalismo verdadeiramente independente”.

Segundo escreve o ABC, no mundo da educação, o confinamento reinventou os métodos de ensino. O professor Juan Luis Fuentes, da Faculdade de Educação, defende que “é inevitável concentrar esforços na formação científica dos alunos”. A ciência vai tornar-se um escudo protetor contra futuras situações extremas.

Do ponto de vista da medicina, a covid-19 veio dar origem a inúmeras reflexões. O médico e professor Luis Montiel acredita que chegou a hora de assumir que “a globalização implica inevitavelmente a universalização das doenças infecciosas”, forçando-nos a repensar “as necessidades de saúde da população com base numa nova avaliação de risco”.

Já no que diz respeito ao campo da Sociologia, Olga Salido sublinha que “as prioridades políticas vão ter de mudar; teremos que repensar não apenas a necessidade de cuidar (e financiar adequadamente) o nosso sistema de saúde como um pilar fundamental do nosso modelo de bem-estar social, mas também como um elemento crucial para a nossa própria subsistência”.

“O mundo, como o conhecemos, nunca será o mesmo”, rematou a socióloga.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. O comentário não é sobre este artigo, mas sobre os destaques propostos pelo ZAP, na coluna “zapping”. PArece-me despropositado apresentar um destaque com o título bombástico “Portugal está falido” que corresponde a uma notícia de … 2016! SIM! Atualíssimo! Tem apenas 4 aninhos… Curiosamente – ou talvez não – é o único destaque da coluna com data anterior a … 16 de maio de 2020 (há dois dias).

    • Cara leitora,
      Obrigado pelo seu reparo.
      O espaço “Zapping” da lateral dos artigos do ZAP é um top das notícias mais lidas nos últimos x dias.
      Ocasionalmente, uma notícia antiga é lida por um dos nossos leitores e partilhada nas redes sociais ou afins, ganhando visualizações suficientes para aparecer no Zapping.
      Com algumas notícias, esse ressurgimento é recorrente. É o caso da notícia que refere, e de uma outra sobre um senhor austríaco que disse uns disparates sobre Portugal há uns anos.
      Há a possibilidade de programar o filtro com uma regra extra (notícias mais vistas nos últimos x dias E publicadas nos últimos y dias), mas esse acréscimo de processamento coloca carga extra nos servidores que a pouca frequência com que o fenómeno acontece não justifica.
      Estaremos atentos a este assunto, e preparados para intervir caso venha a escalar para proporções que o justifiquem.

RESPONDER

Direitos humanos. Confronto entre China e Canadá na ONU

O Canadá denunciou esta terça-feira na ONU, em nome de cerca de 40 países, a situação dos direitos humanos na província chinesa de Xinjiang e em Hong Kong, pedindo a Pequim uma investigação às violações …

Ministra da Saúde afasta limitação de visitas. Mas Associação de lares defende regresso da proibição

A ministra da Saúde, Marta Temido, afirmou esta terça-feira que não há necessidade de voltar a limitar as visitas a lares de idosos, advogando que as pessoas vacinadas contagiadas com o novo coronavírus desenvolvem “uma …

Tripulantes da TAP queixam-se de "extrema violência psicológica" e escrevem carta ao ministro

Um grupo de tripulantes de cabine da TAP escreveu uma carta a Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, na qual dizem temer que o processo de despedimento coletivo avance em julho e que já saíram …

Marcelo considera que legislativas de 2023 devem servir para julgar uso dos fundos europeus

O Presidente da República defendeu esta terça-feira que Portugal tem de dar "o salto" com os fundos europeus e considerou que as eleições legislativas de 2023 devem servir para os portugueses julgarem a sua utilização. "Cabe …

Portugal regista mais 1.020 casos e seis mortes. Internamentos continuam a aumentar

Portugal registou esta terça-feira 1.020 novos casos de infeção por covid-19 e mais seis mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

"Toma a vacina ou ponho-te na prisão". Presidente das Filipinas ameaça prender quem recusar ser imunizado

O Presidente das Filipinas ameaçou prender quem se recusar a tomar a vacina contra a covid-19, numa altura em que o país combate o pior surto da doença desde o início da pandemia. "Se não se …

Preços das casas continuam a subir. Centeno alerta para riscos de bolha imobiliária

Os preços das casas voltaram a registar um aumento em relação ao mês passado e não subiam tanto há mais de dois anos. Uma situação que leva o Banco de Portugal a alertar para os …

Itália segue os passos de França e Espanha e abandona o uso de máscara na rua

A Itália vai suspender a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre a partir do próximo dia 28 de junho, revelou o governo na segunda-feira. Depois de ter sido considerado o epicentro da pandemia, Itália …

União Europeia endurece sanções contra a Bielorrússia

A União Europeia, os Estados Unidos, o Reino Unido e o Canadá decidiram, esta segunda-feira, punir dezenas de personalidades e empresas ligadas ao regime bielorrusso. No final de uma reunião, no Luxemburgo, os 27 Estados-membros da …

Casimiro quer 30 milhões pela Groundforce. 10 milhões são para a banca

Alfredo Casimiro está a tentar vender a sua parte na Groundforce por 25 a 30 milhões de euros. Contudo, o acionista não deverá ficar com o montante pago já que tem pagamentos em atraso a …