Comissário Europeu demite-se após violar regras da covid-19 em jantar polémico

european_parliament / Flickr

Comissário europeu do Comércio, Phil Hogan

O comissário europeu do Comércio, o irlandês Phil Hogan, apresentou hoje a sua demissão do cargo após ter violado regras de contenção contra a covid-19, ao ter participado num jantar na Irlanda com mais de 80 pessoas.

“Esta noite apresentei a minha demissão como comissário europeu para o Comércio à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen”, anunciou Phil Hogan numa declaração oficial divulgada pelo executivo comunitário.

“Estava a tornar-se cada vez mais claro que a controvérsia relativa à minha recente visita à Irlanda estava a ser uma distração do meu trabalho como comissário europeu e iria afetar o meu papel nos importantes meses que se seguiriam”, acrescentou o responsável irlandês.

https://twitter.com/PhilHoganEU/status/1298718652368187394

Caso a demissão seja aceite pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, esta será a primeira ‘baixa’ no colégio de comissários que entrou em funções no final do ano passado, e vem no seguimento do caso designado como ‘Golfgate’, um polémico jantar organizado por um clube de golfe irlandês que juntou mais pessoas do que as permitidas pelas autoridades irlandesas para ajuntamentos em altura de pandemia.

O irlandês Phil Hogan visitou o seu país entre 31 de julho e 21 de agosto e, na quarta-feira da semana passada, participou num jantar de comemoração dos 50 anos do clube de golfe do parlamento irlandês, com 82 convidados, entre os quais o então ministro da Agricultura, Dara Calleary, que se demitiu do cargo na sexta-feira.

Na terça-feira, Phil Hogan, de 60 anos, tinha admitido, numa entrevista a um canal irlandês, que a sua presença neste jantar na Irlanda sem cumprimento das restrições contra a pandemia de covid-19 foi um “erro” que o enfraqueceu em Bruxelas.

Isso mesmo foi reiterado na declaração divulgada esta noite, na qual Phil Hogan disse “lamentar profundamente” que a viagem à Irlanda “tenha causado tanta preocupação, inquietação e perturbação”.

Relativamente às regras de contenção contra a covid-19, Phil Hogan assegurou que “sempre tentou cumprir todas” as medidas definidas pelas autoridades de saúde, destacando nomeadamente “ter entendido” que, por ter testado negativo, não estaria obrigado a ficar em quarentena no regresso a Bruxelas.

“Reitero as minhas sinceras desculpas ao povo irlandês pelos erros que cometi durante a minha visita”, frisou.

Reconhecendo o “impacto devastador da covid-19” a nível mundial, Phil Hogan afirmou ainda compreender “perfeitamente o sentimento de dor e raiva [das pessoas] quando sentem que aqueles que prestam serviço público não cumprem os padrões que são esperados”.

“Como representante público, deveria ter sido mais rigoroso no cumprimento das medidas”, reforçou.

Com uma carreira política de cerca de 40 anos, Phil Hogan ocupou o cargo de ministro do Ambiente da Irlanda entre 2011 e 2014 e, antes, foi eleito para o Parlamento irlandês de 1987 a 2014.

Mais recentemente, e antes de assumir a pasta do Comércio, foi comissário europeu da Agricultura no anterior colégio liderado por Jean-Claude Juncker.

Pressionado internamente na Irlanda para apresentar a sua demissão – pelo primeiro-ministro irlandês, Micheál Martin, e pelo vice-primeiro-ministro, Leo Varadkar –, Phil Hogan esteve no centro de mais polémicas por ter sido apanhado ao telefone pela polícia enquanto conduzia, dois dias antes do jantar.

Esta manhã, uma porta-voz da presidente da Comissão Europeia tinha indicado que Ursula von der Leyen estava a “avaliar cuidadosamente” o futuro do comissário europeu do Comércio, após ter recebido na noite anterior um relatório completo de Phil Hogan sobre os acontecimentos.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Relatório alerta que parte da produção de painéis solares depende da exploração de uigures

A região de Xinjiang, na China, evoluiu nas últimas duas décadas e tornou-se num importante centro de produção para muitas das empresas que fornecem ao mundo as peças necessárias para a construção de painéis solares. No …

Morreu a atriz brasileira Eva Wilma. Tinha 87 anos

A atriz de brasileira Eva Wilma morreu este sábado aos 87 anos no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internada desde abril devido a um cancro de ovário. A artista tinha sido internada a …

Marcelo quer descentralizar poder para regionalizar bazuca europeia

Marcelo Rebelo de Sousa quer desconcentrar poderes do Estado central para as comissões de coordenação e desenvolvimento regio­nal (CCDR), já a pensar na execução dos milhões que vão chegar de Bruxelas. A perspetiva do Chefe de …

Humanos mudam os ecossistemas com fogo há quase 100 mil anos

Um novo estudo mostra que os humanos têm mudado o ambiente em que vivem recorrendo ao fogo há pelo menos 92 mil anos. Ao chegar a novas terras, os humanos usaram o fogo para as mudar …

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza. EUA deixam aviso a Israel (e UE reúne de emergência)

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …

Cientistas identificam novo tipo de resposta ao stress desencadeada pela condução

Toda a gente conhece a sensação física de quando estamos num carro a acelerar. Mas poucos sabem o que isso pode estar a fazer ao nosso corpo. De acordo com o site Science Alert, cientistas investigaram …

Portugal regista recorde diário de 125 mil pessoas vacinadas. DGS põe de lado dispensa de máscara

No sábado foram administradas em Portugal 125 mil vacinas contra a covid-19, um novo recorde diário no país, segundo informação divulgada pela task force que coordena o programa de vacinação. "Ao todo foram administradas, durante o …

Estar com cães de terapia pode trazer benefícios que duram semanas

Um novo estudo mostra que os efeitos positivos associados a passar tempo com cães de terapia podem durar até seis semanas. Em muitas universidades norte-americanas, os alunos têm a possibilidade de frequentar programas específicos para reduzir …

A poluição do ar impacta mais umas pessoas do que outras. Depende da cor da pele

Vários estudos mostram que as pessoas de cor estão desproporcionalmente expostas à poluição do ar nos Estados Unidos. No entanto, não é claro se essa exposição desigual se deve principalmente a alguns tipos de fontes …