Comer carne vermelha (mesmo moderadamente) aumenta risco de cancro do intestino

O maior estudo alguma vez realizado no Reino Unido sugere que devemos reduzir (ainda mais) o consumo de carne vermelha.

Um estudo financiado pela Cancer Research UK e desenvolvido pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, encontrou ainda mais evidências que sustentam que o consumo de carnes vermelhas contribui para um aumento do risco de desenvolvimento de cancro no intestino.

O aviso já havia sido feito pelo serviço nacional de saúde britânico: qualquer pessoa que coma mais de 90 gramas de carne vermelha ou processada por dia deve tentar reduzir para 70 gramas ou menos.

As 90 gramas referidas é o equivalente a “cerca de três fatias finas de carne bovina, cordeiro ou porco, em que cada fatia é aproximadamente do tamanho de metade de um pedaço de pão fatiado”. No caso da carne processada, estão em causa alimentos como salsichas, bacon e presunto.

O estudo, desenvolvido ao longo de cinco anos, com base nos hábitos alimentares de meio milhão de pessoas, alerta que o consumo diário de 90 gramas diárias de carnes vermelhas ou processadas aumenta o risco de desenvolvimento da doença.

Segundo a Visão, os cientistas descobriram também que quem consumia, em média, 76 gramas por dia de carne vermelha ou processada tinha um risco 20% mais alto de desenvolver esse tipo de cancro em relação a quem limitava o consumo a 21 gramas diárias.

Além disso, o risco aumentava em mais de 20% por cada fatia de fiambre ou bacon consumida (cerca de 25 gramas) pelos participantes e em mais de 19% por cada fatia grossa de rosbife e costeletas de veado (cerca de 50 gramas) consumidas, destaca o Público.

Depois de analisarem os dados, os cientistas chegaram à conclusão que, por cada dez mil pessoas que comeram 21 gramas por dia de carnes vermelhas ou processadas, 40 foram diagnosticadas com cancro do intestino. Tendo em conta os que comeram 76 gramas diárias, o número aumentou para 48.

A investigação concluiu também que os maiores consumidores de álcool também aumentaram o risco de 24%. Pelo contrário, comer alimentos com fibra ao pequeno-almoço (cereais e pão) tinha um efeito protetor – descobertas que surgem no seguimento de um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS), que sustenta que o consumo de fibra tem um efeito atenuador da doença cardíaca.

Tim Key, coautor da investigação, esclareceu ao The Guardian que os cientistas não estão a “dizer que a recomendação atual do Governo está errada”.

“Sabemos que a carne vermelha é importante para obter ferro. Estes dados estão é a reforçar o conselho dado pelas autoridades de saúde para não se ingerirem grandes quantidades de carne vermelha e processada”, afirmou. O estudo foi publicado esta quarta-feira no International Journal of Epidemiology.

ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Eu não como carne nenhuma, sou vegana,,consumo muito verde escuro,já fiz exames e não deu falta de ferro não,,,mas mesmo que ficasse doente eu não comeria,,, não acho justo um animalzinho inocente morrer,somente pela minha saúde,,, não eu não aceito isto por mim não mereço sacrifício nenhum de ninguém,, Grassas ao bom Deus mais de 30 ANOS sem carne e estou bem, só muito magra rsrsrsrs

    • “Grassas ao bom Deus mais de 30 ANOS sem carne e estou bem, só muito magra”
      Mas a amiga não está bem! Se estivesse bem, escreveria melhor e não dava “grassas” ao seu Deus.

      Pessoalmente também não como carne. Mas também não como vegetais. Apenas bebo. E sou feliz e também estou muito magro.

RESPONDER

Há um enorme buraco na atmosfera de Marte (e a água está a escapar)

Uma vez a cada dois anos, um gigantesco buraco abres-e na atmosfera marciana, deixando escapar para o Espaço uma parte das escassas reservas de água do Planeta Vermelho. O estranho mecanismo meteorológico, nunca visto na Terra, …

Musk vai construir um túnel de alta velocidade em Las Vegas

A Boring Company conseguiu um contrato de 48,7 milhões de dólares para construir um sistema subterrâneo, chamado LVCC Loop, em Las Vegas. A empresa Boring Company, de Elon Musk, foi a escolhida para construir um túnel …

Cientistas podem ter descoberto a verdadeira origem da canábis

A origem da canábis é um mistério, mas a análise de pólen antigo sugere que a planta evoluiu cerca de três quilómetros acima do nível do mar no planalto tibetano. Documentos que datam da Idade Média …

Sporting vs FC Porto | Um ano depois, a Taça para os leões

O Sporting venceu o FC Porto, mais uma vez nas grandes penalidades, e arrecadou a 17ª Taça de Portugal. Num jogo muito disputado no Estádio do Jamor, que terminou empatado 1-1 no tempo regulamentar, o Porto …

Marcelo pede aos portugueses para votarem. "Ficar em casa é um erro enorme"

O Presidente da República pediu hoje aos portugueses que façam o "pequeno sacrifício" de votar nas eleições para o Parlamento Europeu e não deixem "nas mãos de 20% ou de 25% a decisão que é …

Uma cidade inteira dos EUA está refém de cibercriminosos

A cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, está sob ataque. Mas a ameaça não vem de pessoas armadas com pistolas e bombas. Há duas semanas, cibercriminosos usaram ransomware - um tipo de software nocivo que restringe …

Abandonado em bebé no aeroporto de Gatwick, Steve encontrou a família 33 anos depois

Um bebé foi abandonado no chão de uma casa de banho do aeroporto de Gatwick a 10 de abril de 1986. Foi quando Beryl Wright encontrou o recém-nascido que começou o mistério que só se …

Monges encontram receita perdida e voltam a fabricar cerveja medieval belga após 224 anos

Os monges da abadia de Grimbergen, na província de Brabante Flamengo, na Bélgica, encontraram a receita original de uma cerveja que era produzida artesanalmente no local há 224 anos e voltarão a fabricá-la. Monges da Abadia …

Nova app permite transmitir consentimento ao par num encontro

Vem aí uma nova app para encontros que nos permite sinalizar quando é que o nosso par tem o nosso consentimento para avançar para o próximo passo. A aplicação permite também ganhar pontos conforme se …

Agências de espionagem dos EUA cedem informações a investigação sobre interferência russa

Trump ordenou às agências de espionagem norte-americanas que deem os dados que têm sobre interferência da Rússia nas presidenciais de 2016 ao Departamento da Justiça. O diretor dos serviços secretos nacionais norte-americanos, Dan Coats, afirmou este …