Combate à corrupção deixa indianos quase sem dinheiro

Face à medida do primeiro-ministro em acabar com a circulação das notas mais altas para combater a corrupção no país, os indianos estão a ficar sem dinheiro.

Desde a semana passada que as notas de 500 e de mil rupias desapareceram na Índia, uma medida levada a cabo pela primeiro-ministro Narendra Modi para combater a corrupção no país.

O problema é que esta situação fez com que os últimos dias fossem um caos completo porque, para além da grande maioria da população não ter conta bancária, surgiram longas filas à porta dos bancos e das lojas de câmbio com indianos que queriam entregar essas mesmas notas e receber o equivalente em notas mais pequenas.

Outro dos problemas é que a a maioria das caixas multibanco instaladas no país têm três espaços para notas de 500 e de mil rupias e apenas um para notas de 100. Isto faz com que as notas mais pequenas acabem por se esgotar muito mais rapidamente. Resultado: a população está a ficar sem dinheiro.

O vice-ministro das Finanças, Shaktitanta Das, afirmou esta segunda-feira que o Governo está a par da situação e que já está a tomar medidas.

“Quero sublinhar mais uma vez que há dinheiro impresso suficiente tanto no Banco de Reserva da Índia como no sistema em geral. Não há motivo para pânico“, afirmou o governante.

O ministro das Finanças indiano, Arun Jaitley, tinha declarado que o processo de reprogramar as cerca de 200 mil caixas multibanco do país demoraria cerca de três semanas, algo que Shaktitanta já veio reformular, afirmando que uma força do ministério criada especialmente para o efeito está a tentar acelerar este processo.

As notas de 500 e de mil rupias (sete e 14 euros, respetivamente) são as que têm maior circulação na Índia. Modi considera que esta é a melhor medida de combate à corrupção.

“Meus companheiros, cidadãos, eu deixei a minha casa, a minha família, deixei tudo para servir o meu país. Vocês votaram em mim para abolir a corrupção? Se vocês exigiram isso, então eu devo fazê-lo ou não?”, questionou ontem o primeiro-ministro num dos seus discursos.

A medida foi inicialmente recebida com entusiasmo mas, perante esta situação, já se começam a fazer ouvir algumas críticas.

ZAP / Sputnik News

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. E depois? qual é o problema? Pena esse 1º Ministro, que os deuses o conservem por muitos anos, não ter dado ordens para acabar com o dinheiro todo, de uma assentada. Homem de visão, merece o meu profundo respeito.

RESPONDER

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …

Irão corta acesso à Internet após protestos contra a subida do preço da gasolina

O Irão cortou o acesso à internet no sábado, após os protestos contra o aumento do preço da gasolina, que provocaram fortes confrontos entre manifestantes e forças de segurança. O Irão cortou o acesso à internet …

A maior parte das Testemunhas de Jeová não apresenta queixa em caso de abuso sexual. Mas uma nova lei pode alterar essa realidade

Em casos de abuso sexual dentro organização religiosa Testemunhas de Jeová, a maior parte das vítimas não acusa os agressores por receio de serem excluídas, revelou um artigo da Vice. Agora, uma nova lei norte-americana, …

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …