Comandante que desviou dinheiro da Proteção Civil recebe avença do Estado

António Cotrim / Lusa

O ex-comandante nacional da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, Gil Martins

Gil Martins foi condenado de desviar mais de cem mil euros da Proteção Civil. Ainda assim, o antigo comandante recebe uma avença de mil euros brutos por mês.

O ex-comandante nacional da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) Gil Martins foi condenado pelo desvio de mais de 100 mil euros da Escola Nacional de Bombeiros, mas, segundo o Correio da Manhã, recebe uma avença de mil euros brutos mensais do Estado.

Gil Martins está a trabalhar “em regime de avança para a Escola de Bombeiros”, recebendo 700 euros após descontos. Foi contratado em 2014 para um programa de formação de futuros oficiais.

Ainda assim, o matutino explica que o antigo comandante terá de devolver os mais de 100 mil euros de que foi condenado de desviar há quatro anos. Contudo, ainda não a começou a pagar, porque, segundo o próprio, “o tribunal ainda não comunicou o valor exato” da multa.

Foi condenado a quatro anos e seis meses de pena suspensa, tendo sido absolvido do crime de falsificação de documentos. Martins foi acusado de desviar 118 mil euros dos fundos do dispositivo de combate a incêndios para pagar despesas pessoais, de familiares e de amigos.

O presidente da Escola de Bombeiros, José Ferreira, explicou ao CM que não há nenhum “impedimento legal” e que Gil Martins foi contratado ainda durante a fase de julgamento, em 2014. O ex-comandante diz-se inocente e refere que não há qualquer conflito de interesses.

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, já solicitou um pedido de esclarecimentos à ANEPC.

ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

    • Tem muita razão……….só que a realidade destas vigarices, abrangem “Os sucessivos (DES)Governos e não só este. Há que ser imparcial e verdadeiro, face a este cancro que é a corrupção, prevaricação e outros abusos cometidos por pessoas que deveriam ser idóneas!

  1. Haja respeito pelas tradições de um povo. Em portugal o crime de colarinho branco sempre compensou, por isso que se deixem de reclamações os “progressistas”. E viva Portugal.

    • Confrontados a tanta “vigarice” denunciada diariamente e não punida, um pouco de ironia não faz mal nenhum…efectivamente..Bruno……. Viva o pobre Portugal !

    • E que se aproveitem os bons para ensinar novos “colarinhos”.
      Agora a sério, é incrível mas ainda não encontrei um sector onde não haja “vigarice da grossa”, e não importa delatar, os cães ladram e a caravana passa, todos se safam, todos menos o “Povo Pagante”.

  2. Acho que vou aplicar a mesma regra na minha empresa .
    Quem roubar a empresa, não só não é despedido , como ainda lhe damos um subsidio. Coitados , sempre merecem uma segunda oportunidade…

  3. Cada vez mais está comprovado que o crime compensa sobretudo para uma determinada classe social! Rumamos no caminho certo para a construção de uma sociedade mais justa!.

  4. o estado paga isto e paga muito mais. alias se fizessem as contas as avenças, subsídios, compensações, isenções, comissões, etc e tal do estado, viam que o que gasta com a banca são migalhas comparado com o que gasta com esta corrupção e tachos para amigos. ninguém vai por fim a isto nunca, o melhor é tentar fazer igual.

RESPONDER

"Evento raro". Nasceu uma baleia-branca no maior aquário do mundo (e o momento foi gravado)

Whisper, uma baleia-branca de 20 anos, deu à luz uma cria saudável em 17 de maio após uma gravidez de 15 meses, marcando a chegada do mais novo cetáceo do Georgia Aquarium, numa altura em …

Telemóveis são uma ferramenta poderosa contra a desigualdade de género em África

Ao dar às mulheres acesso a informação que, de outra forma, era quase impossível de obter, os telemóveis estão a salvar e a transformar vidas. De acordo com o site IFLScience, o estudo responsável por esta …

Desde março, morreram mais de 100 elefantes no Botsuana. Ninguém sabe porquê

As autoridades do Botsuana estão a investigar a morte de 110 elefantes na região do Delta do Okavango desde março, anunciou esta semana o Ministério do Meio Ambiente, Conservação de Recursos Naturais e Turismo daquele …

Um robô aprendeu a fazer uma omelete. E ficou melhor do que o esperado

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, treinou um robô a preparar uma omelete. Para os investigadores, avaliar se um robô cozinhou uma refeição com sucesso é uma fonte interessante de …

Covid-19 já matou mais no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães da II Guerra

A pandemia de covid-19 já matou mais pessoas no Reino Unido do que os bombardeamentos alemães durante a II Guerra Mundial. O novo coronavírus oriundo da China já matou cerca de 50.000 pessoas em território …

Estudo mostra que os cães querem mesmo resgatar os seus donos do perigo

Um novo estudo mostra que os nossos amigos de quatro patas querem realmente salvar-nos em momentos de aflição, mas desde que saibam como o fazer. De acordo com o site Science Alert, os investigadores reuniram 60 cães …

Derek Chauvin foi detido, mas os precedentes mostram que o polícia pode sair impune

Derek Chauvin, o polícia responsável pela morte de George Floyd, foi detido e aguarda a sua primeira audiência. No entanto, há precedentes que sugerem que o agente pode sair impune. Derek Chauvin tem a sua primeira …

Cientistas encontram dois fragmentos do meteorito de Barcelona

Cientistas espanhóis encontraram dois pequenos fragmentos do chamado meteorito de Barcelona, que caiu, há mais de 300 anos, no dia de Natal. No dia 25 de dezembro de 1704, um meteorito rasgou os céus e caiu …

"Pressionaram-me para o denunciar". Higuita recorda amizade com Escobar

A relação de amizade entre René Higuita e Pablo Escobar levou a que o ex-futebolista fosse seguido pelas autoridades. A polícia chegou a pressioná-lo para denunciar Escobar. O antigo internacional colombiano René Higuita é provavelmente uma …

George Floyd. Portugal junta-se às manifestações mundiais contra o racismo

Cinco cidades portuguesas juntam-se hoje à campanha de solidariedade mundial contra o racismo, associando-se à luta pela dignidade humana na sequência da morte, a 25 de maio, do afro-americano George Floyd, sob custódia da polícia …