Com os zoos fechados, tudo serve para entreter uma família de lontras. Até um simples galho de bambu

O confinamento serviu como um lembrete indesejado de que ficar preso dentro de casa sem muito o que fazer pode ser desgastante. O mesmo é verdade para os animais, por isso os jardins zoológicos tiveram de ser criativos quando os animais precisavam de entretenimento extra.

O Taronga Western Plains Zoo em Sydney, na Austrália, é o lar de uma família de lontras-anãs-orientais. A perda de habitat devido à invasão humana e extração ilegal de madeira, além de caçadores que os caçam ilegalmente para obter pele, ameaçam a espécie.

O jardim zoológico apoia projetos em toda a Ásia para proteger lontras e outras criaturas – e também mimam a família de lontras.

Fornecer enriquecimento envolvente é uma batalha constante para cientistas e guardiões de jardins zoológicos, uma vez que os animais inteligentes cansam-se rapidamente até mesmo das atividades mais inovadoras – principalmente em tempos de pandemia, numa altura em que estes locais estão fechados e não recebem visitantes há vários meses.

Lontras – que até sabem fazer malabarismos – receberam de tudo, desde quebra-cabeças a orangotangos, para mantê-los entretidos, mas um vídeo recente serviu como um lembrete de que mesmo coisas simples podem trazer-nos alegria. O vídeo mostra as lontras a ficar “totalmente malucas” com um simples galho de bambu.



De acordo com o Boing Boing, o jardim zoológico explicou que a mãe lontra queria tentar agarrar o bambu para fazer ninhos, mas as lontras mais jovens tinham uma ideia melhor: usar o galho para brincar.

“Quem diria que seria tão divertido brincar com um galho de bambu”, escreveu o Taronga Western Plains Zoo. “Toda a família de lontras estava no ramo que os guardiões [fornecem] ao grupo para enriquecimento. A mamã Jafar estava interessada em usar o bambu como material de nidificação, enquanto os jovens da família estavam muito mais dispostos a brincar de cabo-de-guerra com ele!”.

A família de lontras é constituída, segundo o guardião Tarryn Williams, por seis animais. A mãe Jafar, o pai Harry e os seus quatro bebés (um macho e três fêmeas). De acordo com o Nerdist, o jardim zoológico escolheu Jafar para ser a matriarca depois de ver o quanto ela adorava o seu irmão mais novo, altura em que perceberam que seria uma boa mãe e continuaria a expandir a população vulnerável.

Este vídeo é a última amostra da preciosidade desta famosa família de lontras-anãs-orientais. Em abril de 2020, o jardim zoológico partilhou outro vídeo de enriquecimento  que mostra as lontras a tentar arrancar folhas de uma bola de metal. O vídeo mostra que os animais são persistentes em tentar identificar se conseguem desvendar o quebra-cabeças.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

 

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. … calma suas lontras, as esplanadas já abriram, já dá para ir abancar uma tarde inteira de máscara no pescoço com uma beata apagada na pata.

RESPONDER

Catarina Martins considera “absurda” proposta de reforma das Forças Armadas

A coordenadora do BE, Catarina Martins, considerou a proposta de reforma das Forças Armadas feita pelo Governo “absurda” e de “absoluta submissão à NATO”. “A proposta do Governo é absurda, é uma proposta que centraliza decisões, …

Egito abre fronteira com Gaza para socorrer feridos. EUA deixam aviso a Israel

O Egito abriu este sábado a fronteira terrestre com Gaza e enviou 10 ambulâncias para o enclave palestiniano para transportar para os hospitais egípcios palestinianos que ficaram feridos nos bombardeamentos israelitas, indicaram responsáveis médicos. Segundo o …

Cientistas identificam novo tipo de resposta ao stress desencadeada pela condução

Toda a gente conhece a sensação física de quando estamos num carro a acelerar. Mas poucos sabem o que isso pode estar a fazer ao nosso corpo. De acordo com o site Science Alert, cientistas investigaram …

Portugal regista recorde diário de 125 mil pessoas vacinadas. DGS põe de lado dispensa de máscara

No sábado foram administradas em Portugal 125 mil vacinas contra a covid-19, um novo recorde diário no país, segundo informação divulgada pela task force que coordena o programa de vacinação. "Ao todo foram administradas, durante o …

Estar com cães de terapia pode trazer benefícios que duram semanas

Um novo estudo mostra que os efeitos positivos associados a passar tempo com cães de terapia podem durar até seis semanas. Em muitas universidades norte-americanas, os alunos têm a possibilidade de frequentar programas específicos para reduzir …

A poluição do ar impacta mais umas pessoas do que outras. Depende da cor da pele

Vários estudos mostram que as pessoas de cor estão desproporcionalmente expostas à poluição do ar nos Estados Unidos. No entanto, não é claro se essa exposição desigual se deve principalmente a alguns tipos de fontes …

A tecnologia ressuscitou o "plágio" de escritores medievais

Os trabalhos de autores medievais foram "ressuscitados" com a tecnologia do século XXI numa inesperada colaboração na Universidade de St Andrews, na Escócia. Um arquivo das obras de autores ingleses medievais, que revelava uma visão internacional …

Num cenário apocalíptico, a espécie humana poderia sobreviver "com populações na casa das centenas"

Cientistas de todo o mundo debruçam-se sobre a preparação das populações (e de abrigos) para sobreviver a um possível apocalipse. Para o antropólogo Cameron Smith, não seria necessário um número muito elevado de pessoas, desde …

Príncipe Harry diz que viver com a família real é "uma mistura entre o Truman Show e estar num zoo"

Depois de uma entrevista a Oprah Winfrey, o duque de Sussex faz novas revelações numa nova entrevista e descreve como era a sua vida antes de ir viver, primeiro para o Canadá e, depois, para …

Pentear o cabelo pode tornar-se uma tarefa mais fácil com a ajuda de um robô

Uma equipa de cientistas desenvolveu recentemente um braço robótico com uma escova de cabelo macia, equipada com uma câmara que ajuda o braço a "ver" e a avaliar a ondulação, para oferecer ao utilizador uma …