Jerónimo avisa portugueses: Solto, com maioria absoluta, PS vai seguir com política de direita

Miguel A. Lopes/ Lusa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa

O líder comunista descreveu esta terça-feira um PS embriagado pelas sondagens positivas e com uma génese, que contempla, segundo Jerónimo de Sousa, a “política de direita”, num míni-comício junto à Ria de Aveiro, no centro da cidade.

“O PS não mudou de génese e, com essa consciência, começou esta campanha eleitoral pensando na maioria absoluta, embriagando-se sempre com as sondagens”.

“Começou a considerar que aqueles que, como nós, tinham dado uma contribuição decisiva para os avanços, são muito excessivos, reivindicam muito, propõem muita coisa. Não pode ser, isso é o passo maior que a perna, é dar tudo a todos – os mesmos argumentos do Governo anterior”, lastimou o líder comunista.

O secretário-geral do PCP citou a título de exemplo a entrada em vigor, terça-feira, da nova legislação laboral, já com as alterações introduzidas pelo Governo socialista, após acordo em concertação social, “com o apoio do patronato e a bênção de PSD e CDS”.

“No quadro desta nova solução, é preciso que entendamos que o PS não mudou, não mudou de programa, de objetivos. O PS tem, na sua génese, traços de política de direita que os trabalhadores e o povo portugueses sentiram no passado recente”, acusou.

Jerónimo de Sousa voltou a atacar a possibilidade de os socialistas poderem atingir a maioria absoluta nas eleições de domingo.

“Vai o PS ficar por aqui? É mau sinal que pretenda uma maioria absoluta. Pode-se dizer que é um direito legítimo, mas quer maioria absoluta para quê? Para ficar de mãos livres, para não ter de se sujeitar à composição real da Assembleia da República. Não tenhamos ilusões: solto, o PS voltará a ser o que sempre foi e nunca deixou de ser, mas, não precisando da conjuntura, irá prosseguir essa mesma política de direita”, sentenciou.

Para o líder comunista, o Governo do PS “sabe e tem a consciência de que foram os trabalhadores que determinaram esta solução política [atual, de acordos à esquerda no parlamento], pela luta que travaram durante quatro anos contra o Governo anterior”.

“Quando se pensava que o PS estava neste carreiro de avanço de direitos e regalias, verificamos que se andou para trás e muito”, lamentou, referindo-se novamente às alterações ao Código do Trabalho, as quais foram alvo de pedido de fiscalização sucessiva da constitucionalidade por parte precisamente de PCP, BE e “Os Verdes”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Jerónimo não é o PPD nem o CDS que te preocupa é o PS, Se um dia o PS desaparecer vais quem? Bem vi a tua posição na A.R. até te juntavas á Direita só desejo é que o teu PCP passem a ir de Táxi porque voto meu nenhum dos que tem o rabiosque na A.R. está lá com o meu dos que vota mas não tenho representante na A.R.

RESPONDER

A Bugatti está a vender um carro elétrico "para crianças". Chama-se Baby II e custa 30 mil euros

A Bugatti e a Little Car Company, sediada em Londres, uniram-se para criar 500 Bugattis elétricos em miniatura para crianças. Agora, fruto dos desenvolvimentos mundiais, alguns veículos ficaram disponíveis para compra. O mais recente brinquedo da …

50 anos de monarquia e uma guerra de dias. A pandemia "matou" a micronação mais antiga da Austrália

O reinado de 50 anos de uma micronação na Austrália chegou ao fim devido ao impacto económico da pandemia de covid-19, que fez com que o autodeclarado principado se rendesse ao país. Hutt River, um principado …

NASA vai rebatizar planetas e outros corpos celestes com nomes ofensivos

A agência espacial norte-americana (NASA) anunciou que vai rebatizar alguns planetas, galáxias e outros corpos celestes que possuem nomes "ofensivos". Em comunicado publicado esta quinta-feira, a NASA explica que vai abandonar os nomes "não-oficiais" a …

O maior parque de crocodilos da Índia está à beira da falência. Abriga mais de 2.000 animais

O maior parque de crocodilos da Índia, localizado perto da cidade de Chennai, no sul do país asiático, encontra-se à beira da falência depois de a pandemia de covid-19 ter obrigado a fechar o espaço …

Campanha científica acrescenta mais de 37 mil quilómetros quadrados ao mapa do mar português

A campanha científica que o navio hidro-oceanográfico D. Carlos I da Marinha Portuguesa realizou durante nove semanas nos Açores, para levantamentos hidrográficos, permitiu “acrescentar cerca de 37.500 quilómetros quadrados sondados ao mapeamento do mar português”. Numa …

Apesar dos alertas, houve quem plantasse as sementes misteriosas da China (e já começaram a crescer)

Durante as últimas semanas, pessoas em todo o mundo têm recebido, sem ter encomendado, nas suas caixas de correio sementes com origem na China. Apesar dos avisos em contrário, houve quem plantasse os misteriosos presentes. As …

Marcelo veta redução de debates sobre a Europa. Não foi uma "solução feliz"

O Presidente da República vetou esta segunda-feira a redução do número de debates em plenário para o acompanhamento do processo de construção europeia de seis para dois por ano, defendendo que não foi uma “solução …

Boris Johnson admite alargar quarentena a mais países

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, admitiu esta segunda-feira alargar o sistema de quarentena a pessoas que cheguem de países atualmente isentos para reduzir o risco de infeção com a doença covid-19 no Reino Unido. "No contexto …

Novo lay-off. Ajuda da Segurança Social para pagar subsídios de Natal pode chegar só em 2021

O apoio ao pagamento do subsídio de Natal previsto pelo Governo para apoiar as empresas no âmbito do novo regime de lay-off, que entrou em vigor em agosto, poderá só ser pago pela Segurança Social …

Trump abandona conferência de imprensa após ser confrontado por jornalista com mentira que disse 150 vezes

O Presidente norte-americano abandonou uma conferência de imprensa, este sábado, depois de ter sido confrontado por uma jornalista com uma mentira que já terá dito mais de 150 vezes sobre cuidados de saúde para os …