“Coletes amarelos” tiveram empurrão de um pedreiro português

Leandro Nogueira / Facebook

Leandro, o pedreiro português que iniciou a revolta dos coletes amarelos

A revolta dos “Coletes Amarelos” está a inundar França, mas tudo começou em Janeiro. E teve o empurrão de um português: Leandro António Nogueira.

O movimento criado por automobilistas, operários e agricultores não é novo. Nasceu há alguns meses e teve uma mãozinha de um português. Chama-se Leandro António Nogueira, é pedreiro e ajudou a dinamizar este movimento ao criar um grupo no Facebook: “Vous en avez marre? C’est maintenant” (“Está farto? Agora é que é”).

O grupo foi criado em janeiro e a razão do descontentamento era a diminuição do limite de velocidade nas estradas nacionais, de 90 para 80 quilómetros por hora, que iria entrar em vigor em julho.

Há cerca de três semanas, os protestos ganharam um novo fôlego com o novo imposto sobre os combustíveis que o Governo francês queria impor em janeiro por questões energéticas: financiar a luta contra as emissões poluentes. Agora que o Governo cedeu, a luta é contra o empobrecimento e contra as reformas educativas, que levaram três mil estudantes para as ruas de Marselha e Nice.

Atualmente com mais de 68.700 mil membro, o grupo do português foi criado em janeiro com o único propósito de mobilizar cidadãos contra as medidas do Governo francês.

No Facebook, o grupo apresentava-se pacificamente, mas nas ruas o cenário era (e é) bem diferente. “Este grupo pretende manifestar o seu descontentamento perante os governantes e as suas políticas. Sem violência, sem ódio e respeitando cada um. Sejam solidários!!!”

A imprensa francesa adianta ainda que Leandro Nogueira chegou a organizar manifestações. Segundo o Paris Dépêches, “o protesto de sábado, 17 de fevereiro, em frente à câmara municipal, foi ideia de Leandro Antonio Nogueira, um pedreiro português de cerca de trinta anos, que criou o primeiro grupo e rapidamente lançou outros mais locais

Segundo o Jornal de Notícias, Leandro criou mais grupos, relativos a departamentos franceses específicos.

No início do ano, o pedreiro português foi detido, tendo sido posteriormente libertado. Atualmente, reside no departamento francês de Dordogne, na região de Aquitânia, no sul de França e, com base na informação disponível no Facebook, é natural da Póvoa de Varzim.

Desde o início das manifestações em massa, em 17 de novembro, quatro pessoas morreram e centenas ficaram feridas. A violência do protesto dos “Coletes Amarelos” tem obrigado a polícia francesa a atacar os manifestantes com gás lacrimogéneo.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

    • Cá em Portugal é tudo muito calmo. Levam no pêlo e depois ainda vão votar neles ! A raça lusitana já não existe. Agora é tudo pacífico. É come e cala.

  1. Já temos uma pessoa deste gabarito a governar um país…era condutor de autocarros, se não me engano, chama-se Maduro e tem sido um caso de sucesso como presidente da Venezuela! Há que importar o modelo para a Europa, sem dúvida!

RESPONDER

China proíbe a venda de vários modelos de iPhone (e as ações da Apple caem)

As ações da gigante norte-americana Apple sentiram uma queda de 1,7% na bolsa de Nova Iorque depois de o Tribunal de Fuzhou, na China, ter proibido a venda de alguns modelos de iPhone no país. …

Suspeito da morte de Maëlys admite ter filmado agressões sexuais a crianças

O principal suspeito da morte da jovem lusodescendente Maëlys de Araújo admitiu ter filmado agressões sexuais contra a afilhada e a prima, de quatro e seis anos de idade, respetivamente, antes de, alegadamente, matar a …

Preço do bilhete para visitar o Taj Mahal sobe 400% (para os indianos)

Os especialistas alertam que o fluxo de pessoas está a causar danos irreversíveis ao monumento emblemático mais importante da Índia. O preço do bilhete para os visitantes indianos do Taj Mahal foi aumentado em 400%, na …

Morreu Gérman, o último habitante das ilhas Ciés

Germán Luaces Freijeiro, de 54 anos, instalou-se no arquipélago de Cíes, localizado na foz do estuário de Vigo, em meados dos anos 90 e nunca mais se voltou a mudar. Vivia sozinho naquelas ilhas onde acolhia …

Atentado no Mercado de Natal de Estrasburgo faz quatro mortos e nove feridos

Um tiroteio que ocorreu esta terça-feira na cidade francesa de Estrasburgo, no local onde ocorre o Mercado de Natal, fez pelo menos quatro mortos e nove feridos, anunciou a autarquia local. A Câmara Municipal de Estrasturgo …

Galatasaray vs Porto | Eficácia dá vitória e record de pontos

O FC Porto não abranda e somou a 12ª vitória consecutiva em todas as competições. Na deslocação ao terreno do Galatasaray, em jogo da sexta jornada do Grupo D da Liga dos Campeões, os “dragões” tiveram …

"O luxo do século XXI vai ser o interior de Portugal"

O Turismo está "a cumprir bem" o seu papel no combate ao despovoamento, considera o presidente da Turismo Centro, Pedro Machado, que vaticina que "o luxo do século XXI vai ser o Interior de Portugal". O …

Mãe tenta vender virgindade da filha na Internet por 21 mil euros

Uma mãe pôs à venda a virgindade da filha de 13 anos na Internet por 21.200 euros. A mulher chegou a enviar fotografias de carácter sexual da filha ao comprador, mas não esperava o desfecho …

Há polícias a dormir no carro devido aos preços dos quartos

Sem dinheiro para arrendar quartos, face aos preços praticados, "há polícias a dormir dentro de carros", denuncia o Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP). Acabados de formar na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas, os …

António Lobo Antunes lamenta que Portugal e Espanha não sejam o mesmo país

O escritor António Lobo Antunes lamentou que portugueses e espanhóis não sejam cidadãos do mesmo país, numa entrevista dada ao jornal catalão La Vanguardia no âmbito da Feira Internacional do Livro de Guadalajara e publicada …