“Coletes amarelos” tiveram empurrão de um pedreiro português

Leandro Nogueira / Facebook

Leandro, o pedreiro português que iniciou a revolta dos coletes amarelos

A revolta dos “Coletes Amarelos” está a inundar França, mas tudo começou em Janeiro. E teve o empurrão de um português: Leandro António Nogueira.

O movimento criado por automobilistas, operários e agricultores não é novo. Nasceu há alguns meses e teve uma mãozinha de um português. Chama-se Leandro António Nogueira, é pedreiro e ajudou a dinamizar este movimento ao criar um grupo no Facebook: “Vous en avez marre? C’est maintenant” (“Está farto? Agora é que é”).

O grupo foi criado em janeiro e a razão do descontentamento era a diminuição do limite de velocidade nas estradas nacionais, de 90 para 80 quilómetros por hora, que iria entrar em vigor em julho.

Há cerca de três semanas, os protestos ganharam um novo fôlego com o novo imposto sobre os combustíveis que o Governo francês queria impor em janeiro por questões energéticas: financiar a luta contra as emissões poluentes. Agora que o Governo cedeu, a luta é contra o empobrecimento e contra as reformas educativas, que levaram três mil estudantes para as ruas de Marselha e Nice.

Atualmente com mais de 68.700 mil membro, o grupo do português foi criado em janeiro com o único propósito de mobilizar cidadãos contra as medidas do Governo francês.

No Facebook, o grupo apresentava-se pacificamente, mas nas ruas o cenário era (e é) bem diferente. “Este grupo pretende manifestar o seu descontentamento perante os governantes e as suas políticas. Sem violência, sem ódio e respeitando cada um. Sejam solidários!!!”

A imprensa francesa adianta ainda que Leandro Nogueira chegou a organizar manifestações. Segundo o Paris Dépêches, “o protesto de sábado, 17 de fevereiro, em frente à câmara municipal, foi ideia de Leandro Antonio Nogueira, um pedreiro português de cerca de trinta anos, que criou o primeiro grupo e rapidamente lançou outros mais locais

Segundo o Jornal de Notícias, Leandro criou mais grupos, relativos a departamentos franceses específicos.

No início do ano, o pedreiro português foi detido, tendo sido posteriormente libertado. Atualmente, reside no departamento francês de Dordogne, na região de Aquitânia, no sul de França e, com base na informação disponível no Facebook, é natural da Póvoa de Varzim.

Desde o início das manifestações em massa, em 17 de novembro, quatro pessoas morreram e centenas ficaram feridas. A violência do protesto dos “Coletes Amarelos” tem obrigado a polícia francesa a atacar os manifestantes com gás lacrimogéneo.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • Cá em Portugal é tudo muito calmo. Levam no pêlo e depois ainda vão votar neles ! A raça lusitana já não existe. Agora é tudo pacífico. É come e cala.

  1. Já temos uma pessoa deste gabarito a governar um país…era condutor de autocarros, se não me engano, chama-se Maduro e tem sido um caso de sucesso como presidente da Venezuela! Há que importar o modelo para a Europa, sem dúvida!

RESPONDER

Secretário da Defesa discorda de Trump no envio de tropas para conter distúrbios. Aliados europeus afastam-se

O Secretário norte-americano da Defesa, Mark Esper, rompeu na quarta-feira com o Presidente, Donald Trump, no apoio ao envio das forças armadas para as cidades e os estados que se recusarem "a tomar as medidas …

Vai "nascer" em Arouca a maior ponte suspensa do mundo. É a esperança para fazer renascer o turismo

O Turismo de Arouca está a enfrentar dificuldades devido à quebra gerada pela pandemia, mas os empresários aguardam com expectativa a abertura daquela que será a maior ponte suspensa do mundo, já descrita como "extraordinária". Ainda …

"Será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na região de Lisboa

O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública, Ricardo Mexia, considerou que "será difícil não voltar a adiar a abertura" dos centros comerciais na Grande Lisboa, tendo em conta os números da região nos …

Atraso na partilha de informação. Responsáveis da OMS recusam responder a perguntas sobre China

Os mais altos responsáveis da Organização Mundial de Saúde (OMS) recusaram-se esta quarta-feira a responder diretamente a perguntas sobre um atraso da China na partilha do mapa genético do novo coronavírus com a agência. Três perguntas …

Espanha reabre fronteiras a 22 de junho. Portugal diz que ainda não há uma decisão tomada

Espanha vai reabrir as fronteiras com Portugal e França a 22 de junho. O país tinha planeado abrir as fronteiras ao turismo estrangeiro a 1 de julho, mas decidiu adiantar a data. Porém, Portugal diz …

Conceição critica arbitragem, mas em Espanha fala-se de penálti de Pepe "que roça o escândalo"

Os 'dragões' perderam no primeiro jogo após a retoma do campeonato. Sérgio Conceição deixou críticas à arbitragem, mas em Espanha fala-se de um penálti escandaloso... de Pepe. O FC Porto ficou com a liderança da I …

Redução do IVA, abono para crianças e incentivos para comprar elétricos. O plano de 130 mil milhões de Merkel

A chanceler alemã, Angela Merkel, anunciou esta quinta-feira um pacote de estímulo de 130 mil milhões de euros para este ano e 2021, para impulsionar a economia do país, duramente atingida pela pandemia de covid-19. Entre …

De Jorge Jesus a Bruno de Carvalho. Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades

O português Rui Pinto terá espiado 72 pessoas e entidades, acusa o Tribunal da Relação de Lisboa. A defesa do denunciante criticou a manutenção da prisão preventiva. De acordo com o acórdão do Tribunal da Relação …

Empresas podem manter lay-off até ao fim de setembro. Apoio pode chegar a 85% do salário

Os traços gerais do plano do Governo para a retoma da economia e para tentar travar a escalada do desemprego foram apresentados aos parceiros sociais, esta terça-feira, por Ana Mendes Godinho, ministra do Trabalho, Solidariedade …

O próximo Wolves? Charlton pode tornar-se "português"

O consórcio português Corporate Football Organisation Portugal (CFO), liderado por Fernando Côrte-Real, está a estudar a compra do Charlton, clube que milita no Championship, o segundo escalão inglês. "A CFO Portugal já existe há pelo menos …