Colégios do Grupo GPS “passados a pente fino” pela Judiciária

Vários colégios do Grupo GPS estão a ser alvo de buscas da Polícia Judiciária. De acordo com a TVI, estão em causa crimes de corrupção, branqueamento e enriquecimento ilícito. 

A TVI avança esta manhã que a sede do Grupo GPS, no Louriçal, está a ser “passada a pente fino” pelos investigadores da PJ, assim como colégios do grupo em Mafra e Caldas da Rainha.

A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL) precisou, entretanto, que as diligências de busca decorrem em sociedades, estabelecimentos de ensino e domicílios, todas em referência com grupo privado que beneficia de contratos de associação com o Ministério da Educação. Segundo a PGDL, as diligências, num total de 24, estendem-se, geograficamente, por vários concelhos do país e envolve a participação de magistrados, inspetores e peritos financeiros e informáticos.

As buscas estão a ser realizadas no âmbito de um processo-crime aberto pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de (DIAP) Lisboa por alegada apropriação ilícita de verbas transferidas pelo Estado no âmbito dos contratos de associação.

A TVI afirmava que a investigação decorria há cerca de um ano, tendo início depois de uma reportagem emitida pela estação de televisão, mas de acordo com o ministério da Educação as primeiras auditorias aos colégios do grupo GPS foram solicitadas pelo secretário de Estado “ainda durante o verão de 2012”, antes de a TVI ter iniciado a emissão de reportagens em que se denunciam alegadas irregularidades no que diz respeito ao financiamento recebido do Estado.

O Grupo GPS é uma sociedade anónima constituída em 2003 a partir de um grupo de educação que já detinha sete escolas no Centro do país. Dos 26 colégios detidos pelo grupo, 14 são financiados pelo Estado português ao abrigo do ensino particular e cooperativo.

O grupo é presidido por António Calvete, deputado socialista de 1999 a 2002 pelo círculo de Leiria, que convidou para se juntarem a si José Canavarro e Paulo Pereira Coelho, secretários de Estado do Governo de Santana Lopes, e ex-diretores regionais de educação.

Grupo GPS garante “total colaboração”

O grupo GPS – educação e formação garantiu que “prestou e continuará a prestar total colaboração às entidades competentes”, alegando “segredo de justiça” para não dar informação adicional.

“O Grupo GPS confirma que foram efetuadas buscas pela Polícia Judiciária à sede do Grupo e a algumas entidades a ele ligadas. Mais informamos que o Grupo GPS prestou e continuará a prestar total colaboração às entidades competentes”, lê-se num comunicado enviado à agência Lusa.

O mesmo comunicado adianta que “sendo um processo em segredo de justiça, não é possível, neste momento, adiantar qualquer informação adicional”.

(notícia atualizada às 18h)

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rússia quer legalizar comércio de 'diamantes de sangue' africanos

Os diamantes exportados da República Centro-Africana estão associados à corrupção, à violência, à guerra civil, a violações e assassinatos. Agora, Moscovo anunciou que quer o fim do embargo internacional, buscando legalizar na totalidade a sua …

Economia abrandou, mas ainda é possível cumprir meta de crescimento

O Produto Interno Bruto cresceu 0,3% no terceiro trimestre, face aos três meses anteriores, metade do registado no segundo trimestre, mantendo o ritmo de crescimento, de 1,9%, na comparação com o mesmo período de 2018. Segundo …

Sporting vai avançar com ação de despejo das claques

A SAD leonina vai avançar com uma ação de despejo para que as claques Juventude Leonina e Directivo Ultras XXI deixem os espaços que ocupam no Estádio José Alvalade, avança A Bola esta quarta-feira. De …

"Ninguém quer trabalhar" na Casa Pia. Pais em protesto devido à falta de pessoal

Os pais e encarregados de educação do Centro Educativo e Desenvolvimento D. Maria Pia, em Lisboa, vão entregar na segunda-feira um abaixo-assinado à tutela para pedir a abertura de concursos externos para reforço de pessoal …

Trump elogiou Erdogan, depois de uma reunião que descreveu como "maravilhosa e produtiva"

O Presidente norte-americano, Donald Trump, elogiou na quarta-feira o seu relacionamento com o homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan. Os dois líderes encontraram-se para tentar superar várias diferenças, incluindo a situação na Síria e a compra …

MH17. Novas provas revelam contactos frequentes entre a Rússia e separatistas ucranianos

A equipa internacional que conduziu a investigação sobre a queda do voo MH17 em 2014 no leste da Ucrânia divulgou novas provas que apontam para contactos muito frequentes entre a Rússia e os rebeldes separatistas …

Imunidade diplomática deixa em liberdade suspeito de tentar matar com ácido sulfúrico

O suspeito de homicídio, na forma tentada, ficou em liberdade depois de ter apresentado o passaporte diplomático às autoridades, que impede que seja detido ou constituído arguido. De acordo com a TVI24, um alto responsável da …

Zivkovic quer rescindir contrato com o Benfica

O extremo sérvio quer chegar a acordo com o Benfica para ficar livre a ano e meio do final do seu contrato mas, pelos vistos, a SAD encarnada nem quer ouvir falar dessa hipótese. De acordo …

Cigarros eletrónicos. Primeiro duplo transplante de pulmões feito em jovem de 17 anos em situação de "morte iminente"

Em risco de "morte iminente" por lesões causadas pelo uso de cigarros eletrónicos, um jovem de 17 anos foi submetido a um duplo transplante de pulmões, no estado norte-americano do Michigan. Este caso é considerado …

Parlamento Europeu levanta imunidade do eurodeputado José Manuel Fernandes

O Parlamento Europeu decidiu levantar a imunidade ao eurodeputado do PSD José Manuel Fernandes, após um pedido feito pela justiça e pelo próprio, relativo a uma eventual ação judicial por um alegado crime de prevaricação. Em …