Ouvir é a nova leitura e a Clubhouse é a app do momento (apesar dos problemas de segurança)

A febre audiofónica chegou e tem um nome: Clubhouse. Para já, a aplicação só está disponível para iOS, mas promete conquistar todos os amantes de rádio e de podcasts.

A Clubhouse está disponível no iOS e, quem quiser aventurar-se no mundo encantado do áudio, terá de enviar um convite e ser aceite na nova app. O que a distingue da rádio ou dos podcasts é a facilidade com que pode fazer parte de um debate com os moderadores sem precisar de ligar ou enviar uma mensagem: basta “levantar a mão”.

A função alerta os moderadores de uma determinada sala de que tem interesse em participar no debate e cabe aos mesmos decidir se o deixam intervir. As salas, públicas ou privadas, reúnem moderadores e ouvintes em torno de um tema.

No passado domingo, a rede social confirmou que teve uma fuga de dados. Segundo a Bloomberg, as conversas – que os utilizadores só podem ouvir em tempo real – foram transmitidas noutros sites, devido a uma vulnerabilidade detetada na aplicação.

David Thiel, responsável de tecnologia do Observatório para a Internet da Universidade de Stanford, disse que a fuga de dados aconteceu devido a um utilizador que não respeitou os termos de utilização do serviço, o que significa que não terá sido um ato malicioso. A intenção não terá sido roubar os dados dos utilizadores.

Mas esta vulnerabilidade não foi a primeira associada à aplicação e foi reportada uma semana depois de ter sido noticiada outra. O portal The Verge escreve que os responsáveis da Clubhouse confirmaram que iam melhorar os sistemas de encriptação, com receio de que a Agora Inc., uma empresa chinesa que aloja dados das conversas para a app funcionar, possa divulgá-los a entidades governamentais.

A Agora Inc. é responsável pelos servidores que a Clubhouse utiliza, o que significa que é obrigada pela lei do país a partilhar as informações que detém com o Governo chinês. Isto é especialmente preocupante para os utilizadores deste país, já que, ao acreditar que as conversas não estão a ser vigiadas, não terão medo de eventuais repercussões do regime comunista.

A empresa adiantou que os dados potencialmente sensíveis estão guardados em servidores nos Estados Unidos, mas o Observatório para a Internet da Universidade de Stanford levantou a questão e admite a possibilidade.

Apesar dos problemas de segurança, ouvir é a nova leitura e a Clubhouse parece ter conquistado o público adulto, que se sente parte integrante de uma grande conferência ao utilizar esta app.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Noiva de Khashoggi pede "punição imediata" de Mohammed bin Salman

As declarações da noiva de Jamal Khashoggi surgem depois de as autoridades norte-americanas terem publicado um relatório em que Mohammed bin Salman é acusado de ter ordenado o assassínio do jornalista. Joe Biden está a ser …

Covax permite que países mais pobres comecem a receber a vacina (mas só garante 20% da vacinação)

A Covax visa fornecer vacinas contra a covid-19 a 20% da população de 200 países e territórios que estão incluídos no sistema através de um sistema de financiamento que permite a 92 economias de baixo …

Reino Unido vacinou 20 milhões com 1.ª dose. País deteta casos de variante de Manaus

O ministro da Saúde britânico, Matt Hancock, anunciou no domingo que mais de 20 milhões de pessoas no Reino Unido já receberam a primeira dose da vacina contra covid-19. "Estou absolutamente encantado por informar que mais …

Famílias numerosas já podem pedir desconto no IVA da luz

As famílias com cinco ou mais elementos podem pedir a redução do IVA da eletricidade ao seu fornecedor a partir desta segunda-feira e têm de comprovar a sua condição de família numerosa. Em causa está a …

Netflix foi a grande vencedora da noite dos Globos de Ouro

  A 78.ª edição dos Globos de Ouro decorreu de forma virtual, com apresentação de Tina Fey e Amy Poehler e a participação de alguns dos laureados do ano passado. Os Globos de Ouro, prémios de cinema …

Portugal regista mais 34 óbitos e 394 novos casos. O menor número desde setembro

Portugal registou esta segunda-feira 394 novos casos de infeção por covid-19 e mais 34 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Nicolas Sarkozy condenado a três anos de prisão por corrupção

Nicolas Sarkozy foi esta segunda-feira condenado a três anos de prisão por corrupção e tráfico de influências, tornando-se o segundo chefe de Estado condenado em França, após Jacques Chirac em 2011. O ex-Presidente francês foi condenado …

Câmara de Lisboa oferece viagem de táxi a idosos que vão tomar a vacina

Os residentes em Lisboa com mais de 80 anos ou 50 anos e patologias associadas podem deslocar-se gratuitamente de táxi para tomar a vacina contra a covid-19. Os custos da viagem são assumidos pela autarquia …

Liquidez é "abundante" mas "é preciso fazê-la chegar" à economia, diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, indicou que a crise de 2008 e de 2020 não são comparáveis devido à abundância de dinheiro disponível e que há liquidez para travar o impacto económico, mas …

Chega quer telefone e Internet pagos aos trabalhadores do Estado em teletrabalho

O Chega entregou no Parlamento, este domingo, um projeto de resolução no qual recomenda ao Governo que dê "o exemplo" e pague as despesas de telefone e Internet aos trabalhadores do Estado que estão em …