Cientistas reconstruiram a cara mutilada de uma guerreira Viking

(dr) National Geographic

Um esqueleto encontrado num cemitério Viking em Solør, na Noruega, tinha sido identificado como sendo de uma mulher há vários anos, mas os especialistas não tinham a certeza se tinha sido verdadeiramente uma guerreira.

Agora, a reconstrução da sua face mutilada parece confirmar o seu estatuto. Ao jornal britânico The Guardian, Ella Al-Shamahi, arqueóloga, explicou que que esta última parte só estava em disputa “porque a ocupante era uma mulher” – apesar do seu local de enterro estar preenchido com um arsenal de armas que incluía flechas, espada, escudo, lança e um machado.

Cientistas britânicos assumem que o aparente ferimento na cabeça no seu crânio tenha tido origem numa espada, embora ainda não se saiba se essa foi a causa da morte da mulher. O exame aos seus restos mortais mostrou sinais de cura, o que pode indicar que essa lesão era muito mais antiga.

No entanto, a reconstrução facial 3D trouxe o seu rosto completo de lacerações brutais de volta à vida depois de mais de mil anos. Al-Shamahi acredita que esta é “a primeira evidência já encontrada de uma mulher viking com um ferimento de batalha“.

Para Al-Shamahi, olhar para a reconstrução da mulher, cujos restos mortais estão agora preservados no Museu de História Cultural de Oslo, foi uma vitória científica.

Caroline Erin, que trabalhou na reconstrução na Universidade de Dundee, no Centro de Anatomia e Identificação Humana, deixou claro que os resultados não são perfeitos. O processo começou por adicionar tecido muscular e depois estratificar a pele. “A reconstrução resultante nunca é 100% precisa, mas é suficiente para gerar reconhecimento de alguém que os conhecia bem na vida real”, explicou.

“Estou tão empolgada porque este rosto não era visto há mil anos”, disse Al-Shamahi. “De repente, tornou-se realmente real”, disse, acrescentando que o túmulo estava “completamente cheio de armas”. Segundo o Ancient Origins, muitos guerreiros vikings acreditavam que as armas poderiam ser usadas na vida após a morte.

Para o especialista em Vikings e consultor arqueológico do projeto, Neil Price, estas últimas descobertas são apenas o começo. Price acredita que as mulheres desempenharam um papel substancial na guerra viking.

Al-Shamahi deverá apresentar um próximo documentário da National Geographic sobre a conquista.

Esta evidência contraria a ideia de que as mulheres Viking não eram guerreiras. Mas, de acordo com o All That’s Interesting, não é a primeira vez que esse conceito é contrariado, uma vez que, em 2017, um teste de ADN confirmou que um esqueleto Viking enterrado com armas e cavalos na Suécia era, ao contrário do que se pensava, do sexo feminino.

ZAP //

PARTILHAR

40 COMENTÁRIOS

  1. Observando a reconstrução 3D não parece nada que a ferida tenha sido realizada por uma espada …; parece antes o resultado de uma ferida contusão (ferida funda de bordos não regulares, com aparente hematoma de contusão numa das margens da ferida ). O texto que acompanha a descrição é exagerado (lacerações da face ? Aonde?) . Pelo que vimos na imagem não parece ter nada de guerreira … nas o de uma simples mulher que parece ter sofrido uma ferida contusão na testa (queda ?; agressão com instrumento contundente que não um instrumento inciso – perfurante como é o caso da espada ) . O descrito é mera especulação e não será propriamente ciência arqueológica … como quase tudo o que se consome hoje , na comunicação social , apenas muito menos que meias verdades … Mulher guerreira , quer-se presumir numa versão sexista que as mulheres não eram donas de casa !… Mães de família ? Tolices de mulheres modernas arqueólogas , feministas, frustradas com o papel do género feminino … Ora vir dizer que as mulheres dos Vikings eram guerreiras ?… coisas de imaginação e fantasia para quem não tem nada que fazer ! PERITO EM CLÍNICA FORENSE

    • Você se diz “perito forense” mais não passa de um mero conspirador que não repeita o trabalho de cientistas que são formados nisso e que sabem o que estão fazendo, os vikings eram povos evoluidos para a época, isso pode mostrar o porque que mulheres também participavam de guerras, agora para de se sentir na razão porque você não está, sua forma de pensar acabou de mostrar que você David é uma pessoa anacrónica e que não tem um intelecto inferior, então deixe os cientistas de verdade trabalhar e pare de sem mostrar como um “sabe alguma coisa!”.

      • Então não vê que foi um tuga que lhe colocou a cara amassada e um olho à Belenenses?
        Não é necessário nenhuma conspiração nem inspiração nem cientismo para saber que foi um dos seus antepassados tugas que desancou a brava guerreira.

    • Quando cientistas fazem uma declaração como essa, eles não levam somente uma questão em consideração, como vc fez ao avaliar o ferimento. Eles consideram outras questões fundamentais como por exemplo, o túmulo e os arsenais que lá estavam e que fazem parte de um ritual já conhecido. Afinal, eles são especialistas e jamais colocariam a reputação profissional deles em jogo por qualquer outro motivo.

  2. O mais engraçado é que o senhor acabou por perder ainda mais tempo ainda a fazer uma crítica a uma pesquisa arqueológica de cientistas especializados para tal… Além disso.. Críticar a imagem 3d é só parvo.. Porque é uma especulação do que poderá parecer… Não tendo 100% de certeza… Vendo se a ferida é ou não feita pela espeda não vai dar em nada… Visto que a imagem não é real…. Repetindo… É uma especulação digital…. Feita no computador…

    Depois…não tem nada a ver com o facto da cientista é mulher e quer mostrar que as mulheres também faziam coisas como os homens…. Esta pesquisa é muito benéfica pois melhora o nisso conhecimento cultural no mundo…. Acrescentando que é muito possível que as mulheres possam ter sido guerreiras e com os mesmos direitos que os homens…. Mas esse não é o caso aqui….
    Em suma…
    Fartei me de rir pelo facto de uma pessoa ser desagradável o suficiente para ter criticádo o trabalho de uma cientista provávelmente qualificada para tal que possivelmente demorou meses senão anos e dár conclusões parvas para o assunto sendo que não fazem sentido… Portanto… Por favor….meta se no seu lugar e deixe o trabalho dos outros… Senhor perito em clínica.. Com 0% de qualificação arqueológica…
    Obrigado..

    (Ainda me estou a rir da estupidez..)

    • Pela linguagem corporal , analisei forte mordida cruzada lado direito, levantamento sua lado direito do nariz , de acordo com os traços relatados, ela destinou a ser guerreira por ter fato de não ser como sua mãe ( ela viu sua mãe sofre quando era ainda criança ) ficou com raiva mordendo inconsciente mais o lado direito, lado direito e parte feminina do corpo do ser humano, lado yin ou lado Yan que masculino , isso é conhecimento milenar, observa as pessoas com mordidas cruzadas , e vejam com seus próprios olhos as pessoas que eles sentiam raiva

  3. O dito “perito forense” acima nunca ouviu falar de Boudicca, a rainha-guerreira dos Icenos, que após a morte do marido liderou seus exércitos contra Roma e segurou o avanço de César na Bretanha durante anos. Há extensa documentação, incluindo relatos de historiadores romanos da época e in loco, sobre sua ferocidade no campo de batalha. Portanto, uma mulher guerreira. Não foi de jeito algum a única na história.

    Quanto à Viking com o rosto reconstruido, enquanto profissional de saúde, posso afirmar que a lesão é compatível com ferimento por arma branca. Além disso, acredito que os pesquisadores usaram outros indícios além da reconstrução facial para apontar o caráter da lesão.

  4. Isso tudo só por que pode ter sido uma mulher guerreira ? Que grande coisa isso só quer dizer que os pais filhos e maridos morreram e tiveram que mandar a mulheres mesmo. Antes eles tivessem vivos pra elas não terem que presenciar os horrores da guerra.
    Que grande conquista provar que era uma mulher tô impressionado. Ainda mais vinda de umas cientistas que parecem ser feministas que adoram chamar a atenção e fazer um barraco. Como as várias outras que já vi. Não dúvido nada que elas tenham manipulado algo nessas reconstituições e quem sabe até exagerado alguma coisa nessa história toda
    Ótimo comentário o do David luís

  5. Porque homens sempre choramingam quando algum feito femenino se destaca, quando não é algo relacionado a maternidade ou trabalho doméstico?
    Qual o problema de uma mulher fazer algo do tipo?
    Isso fere a masculinidade de vocês?
    Parem de se manifestarem iguais a uma gazela histérica e aprendam a quastionar com respeito ao invés de se ofenderem com tanta facilidade.
    Depois ainda dizem que não existe masculinidade frágil….

  6. Faço a pergunta?

    A mulher do lar, que é responsável pela formação de homens e mulheres, por cuidar para que o lar seja o lugar que queiramos estar, que cuida dos detalhes para que nos sentimos amados e queridos. Sabe, minha mãe é dessas. Sempre desejei chegar em casa, pois lá encontrava conforto e amor. Seja naquela comida caseira, no cheirinho do almoço de domingo ou nos cuidados.
    Sim, ela trabalhava muito, mas nunca precisou tomar antidepressivo. Não existia a cobrança que mulher tinha que trabalhar fora, deixar filhos na creche, dividir as contas com marido, ficar linda sex, exuberante, ir a academia e etc e tal.
    Muitas eram e ainda são felizes e bem resolvidas cuidando da família, do lar. Aquele cheirinho de bolo a tarde e a felicidade de ver a família reunida à mesa. Sim , felizes.
    Hoje, chegam as que dizem ser feministas e querem ditar o ritmo e as regras para Todas as mulheres. E caso, não concorde e não queria seguir aquele ritmo, são vistas por outras mulheres como fracas, infelizes ou incapazes de libertar se.
    Pergunto: libertar se do quê?
    Minha mãe linda, com batom, unhas feitas, cabelo lindo, excelente cozinheira, do lar, instruída, casada. A casa impecável e cheirosa. Meu pai ajudava, eu, meu irmão.
    Graças, não precisa de rivotril. Somente, recentemente, com a passagem do meu pai, ela encontra se tristonha , com saudades.
    Não existia competição entre minha mãe e meu pai. Cada qual com sua função .
    Hoje às mulheres são escravas uma das outras. São criticadas por outras mulheres, são cobradas por mulheres e menosprezadas por mulheres. Mulheres não gostam de mulheres.
    Mulheres criticam mulheres.

    São escravas da própria vaidade.
    Saem com parceiros de amigas, fazem fofocas do ambiente de trabalho, reparam e criticam as roupas, o corpo, a maquiagem, o cabelo, etc e tal.

    Feministas, que cobram “resistência ” de outras mulheres.

    Resistir ao quê? Pregam que:

    Que mulher tem que trabalhar o dia inteiro, e deixar o filho na creche, mesmo com coração partido, sentindo se culpada.
    Entendo, que muitas vezes, não temos opção e temos que trabalhar para ajudar nas despesas da casa. Que outras são pai e mãe. Umas por necessidade, outras por opção, sim respeito e admiro a força e determinação dessas mulheres.
    Algumas, mãe e pai…
    Outras, mãe , empresária ou empregada.
    Ou quem sabe, mãe , aluna ou professora.
    Outras não são mães, seja por natureza ou opção, mas mulheres que contribuírem e ajudam a criar e manter os filhos dessa Nação.

    Enfim, não importa, são mulheres.

    Agora, não aceito a imposição e cobrança das mulheres, que dizem feministas.

    Que criticam, debocham e desfazem das mulheres felizardas que podem optar por cuidar do lar, dos filhos.
    Sim, são as mães que participam das reuniões e passam para outros responsáveis, que preparam a festinha dos dia dos professores, que fazem trabalho de casa, que levam bolo rs… Que olham nossos filhos nos trabalhos em grupo… Ah! Que seria de nós, sem essas mulheres.

    Que seria do Natal, das recordações…

    Sim, orgulho e admiração por todas as mulheres, que trabalham, estudam, seja no lar, na rua, na estrada, no escritório, em home office, na casa…

    Respeitem as escolhas! Não façam imposições.

    • Apoiado. Lembra uma realidade que, nao sendo idilica, revela um mundo orientado para os filhos. Dai um discurso do ponto de vista do filho.

    • Não vejo ninguém impondo nada, e quem faz isso está errado. O problema está em não aceitar que uma mulher possa ser tudo isso que você citou, e ter poder de decisão ao invés de ser instruída apenas ao destino viver sob a sustentação financeira de um homem, como muitos pais fazem por aí… Ou nunca ouviu falar do golpe da barriga e de onde ele surge? Não acho que a desunião entre as mulheres seja resultado do feminismo. Ela se origina de competições, disputas sociais e hierárquicas, fabricações e falsidades, além da busca pela aceitação e inserção dentro de uma sociedade segregada.

      De qualquer forma, tudo o que as mulheres conquistaram na história foi resultado de sua luta. Ninguém criou as condições para ampliar os direitos da mulher senão a própria mulher.

  7. Perito em clínica forense que não sabe nada de história e arqueólogia. Como perito deveria saber que não se pode confiar em uma imagem para dar o laudo definitivo. Mas, como machista, que dá para ver que é, tem uma necessidade tão grande de dizer que lugar de mulher é na cozinha que não se preocupa em passar vergonha em rede social falando besteira.

  8. pelo que entendi o texto nao afirma que o ferimento foi a causa da morte, e sim que foi uma ferida do algum outro tempo, alem de analisar que ela havia outras marcas de agressao. sem contar que as armas daquela epoca eram fabricadas de forma diferente de hoje em dia… ou seja, isso so e uma hipotese… vamos ver os outros argumentos para poder concluir com precisao

  9. Existem várias outras mulheres que lutavam em igualdade tal como os homens. Joana Dark e Maria Bonita, esposa de Lampião são exemplos clássicos de mulheres guerreiras e corajosas

  10. Sempre estudei sobre o imperio romano. Roma dominou o mundo mas quando tentou dominar os barbaros que viviam na hoje alemanha acabaram sendo derrotadis.
    Sabe qual era o fator surpresa para os romanos? As bravas guerreiras. Entao essa reportagem so confirma o que aprendi.

    • Então tens que continuar a estudar!…
      A queda do Império Romano deve-se a muito mais do que apenas aos bárbaros… até porque os romanos dominaram a Germania principalmente até rio Reno (e a Floresta Negra) durante mais de 300 anos.
      Mas, mais importante do que isso, é perceber que bárbaros e vikings são povos diferentes!!
      Portanto iisto não confirma nada e é apenas “marketing”, agora que os Viking’s estão na moda em Hollywood!…

    • Então estude outra vez! Quando surgiram os vikings, já o Império Romano tinha desaparecido há centenas de anos. Os vikings são escandinavos, não são germânicos. Roma não dominou o mundo.

    • Então tens que continuar a estudar!…A queda do Império Romano deve-se a muito mais do que apenas aos bárbaros… até porque os romanos dominaram a Germania principalmente até rio Reno (e a Floresta Negra) durante mais de 300 anos.Mas, mais importante do que isso, é perceber que bárbaros e vikings são povos diferentes!!Portanto iisto não confirma nada e é apenas “marketing”, agora que os Viking’s estão na moda em Hollywood!…

    • Então tens que continuar a estudar!…
      A queda do Império Romano deve-se a muito mais do que apenas aos bárbaros… até porque os romanos dominaram a Germania principalmente até rio Reno (e a Floresta Negra) durante mais de 300 anos.
      Mas, mais importante do que isso, é perceber que bárbaros e vikings são povos diferentes e de alturas diferentes!!
      Portanto, isto não confirma nada e é apenas “marketing” – agora que os Viking’s estão na moda em Hollywood!…

  11. O tal “perito forense” parece nunca ter lido nada a respeito da cultura Viking. Por mais que não haja registros de uma sociedade guerreira feminina além das Valquírias mitológicas, é fato histórico vastamente documentado que a mulher Viking podia aprender a lutar (assim como qualquer Viking), e tinha muito mais liberdade que em qualquer outra sociedade da época, e até mesmo mais do que muitas possuem nos dias de hoje.

    A mulher nórdica podia fazer o trabalho de homens, se divorciar e administrar a casa, ascender socialmente, assumir papéis de grande importância e serem veneradas até após a morte. E se formos falar de relatos históricos, o historiador bizantino Ioannes Scylitzes registra a presença de guerreiras mulheres Vikings entre os invasores varengues.

    Tenha ou não sido esta mulher uma guerreira, nada muda o fato da sociedade Viking ter sido, neste quesito, muito mais moderna e igualitária que a judaico-cristã ou muçulmana. Se por algum motivo isso incomoda alguém, só tenho a lamentar.

  12. Gostei muito das colocações da Mone. Hoje vivemos sob a ditadura da mediocridade alimentada pelo ridículo conceito de politicamente correto. Pessoas mesquinhas e incapazes tentam doutrinar o quê outras têm que fazer, escolher, ser,… E o interessante que estás mesmas pessoas se dizem defensoras da democracia, do direito de escolha, ironicamente combatem com unhas e dentes qualquer opinião contra e escurrassam aqueles que ajam ao contrário trazendo ao assunto discutido, melhor, imposto, atuações partidárias, minando e intimidando qualquer iniciativa individual contrária.

    Hoje, a humanidade evolui tanto em 1 século que alguns cretinos, não esquecendo das cretinas também, acham que a nossa capacidade de compartilhar é irrelevante, que somente a união dos iguais em opiniões e idéias podem fazer a diferença. Hoje, graças a toda essa Parafernalha ideológica que vivemos estamos começando a ver não o nascimento, porquê este já ocorreu, mas a franca expansão de uma Eugenia de Opiniões. Hoje, o contraditório talvez seja mais aviltante que o convívio entre diferentes raças como era a menos de 100 anos.

    Como podemos ser tão atrasados no tocante ao direito individual quando comparado a uma sociedade que existiu há 1 milênio?

  13. Muitas histórias apontam sobre a existência de mulheres guerreiras. Aliais em todas as cultural existiram mulheres q lutavam em guerras. N vejo nada de mais nisso, muitas lendas achados escritos, apontam q as mulheres Vinkins eram aceitas em batalhas, e que se era cobrado delas, que fossem fortes e guerreiras, tal qual um povo forte deveria ser. Obviamente aquele n era o rosto, nunca saberemos qual foi de fato o tipo de lesão. Mas o fato de ser enterrada no meio de armas, só mostra que ela tinha o respeito dos seus. E sim ela podia ser guerreira, pode ter salvado vidas. Ninguém leva uma espada pra um morto, se ele n tiver ligação com a guerra. Vai saber…de repente ela salvou a vida de muitos, mesmo sem empunhar espadas, ou tenha empunhando espadas, machados, e feito um mar de sangue. Ainda assim obteve o respeito que merecia. Acho uma tolice achar que nunca existiram mulheres guerreiras, sendo que existem registros concretos em todo o mundo, da existências de mulheres que lutaram em guerras. Simplesmente não é algo em foco, mas existiram em todas a história. Mulheres que sabiam muito bem que podiam lutar e matar numa guerra. Ter coragem de entrar numa guerra, onde vc é dilacerado, por armas como machado, espadas, martelos. E terá que dilacerar tbm, bom n é pra qualquer uma. Tanto faz se foi 1, ou se foram 1000, qualquer mulher q tenha tido essa coragem, e tenha quebrado a alienação de “vc é uma lady” merece respeito. O papel da mulher é naquele q ela se sente bem, qualquer uma que tenha coragem para se colocar na frente de espadas por isso, é digna de respeito.

    • Ó Cristina… toda a gente sabe que só houve três mulheres guerreiras na história do mundo: Joana D’Arc, a Padeira de Aljubarrota e a Margaret Thatcher, também conhecida como a Dama de Ferro. E mais nada…

  14. Apesar do que escrevi não discordo de sua posição Cristina
    Eu também não afirmei que não haviam mulheres guerreiras , nada disso, a história prova que sim , nas temos que ser sérios na arqueologia. Não é porque uma mulher é encontrada enterrada entre despojos de guerra que vamos dizer que era uma guerreira …

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …