Cientistas procuram vida extraterrestre no misterioso visitante interestelar

Uma equipa de astrónomos vai analisar um enorme objecto interestelar, com a forma de um gigantesco charuto, em busca de sinais de vida extraterrestre. Há rumores de que pode tratar-se de algum tipo de tecnologia alienígena.

Investigadores do SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), projecto que se dedica à procura de Inteligência Extraterrestre, vão direccionar um poderoso telescópio para aquele que é definido como o primeiro asteróide interestelar, para tentar encontrar sinais de uma tecnologia alienígena.

O objecto, com formato singular, foi detectado a 19 de Outubro de 2017, quando rumava em direcção ao Sol. As suas propriedades sugerem que teve origem noutra estrela, o que faria dele o primeiro asteróide de fora do Sistema Solar a ser identificado na nossa vizinhança cósmica.

A iniciativa de investigação é patrocinada pelo bilionário Yuri Milner e vai utilizar um radiotelescópio para ouvir os sinais emitidos pelo objecto, conforme reporta a BBC.

Os primeiros esforços da equipa de pesquisa vão começar já nesta quarta-feira, com astrónomos a observarem o asteróide através de quatro bandas diferentes de radiofrequência.

A primeira etapa de observações deverá durar, pelo menos, 10 horas no Observatório de Green Bank, em West Virginia, nos EUA, com o uso do Green Bank Telescope, o maior radiotelescópio orientável do mundo.

Não há consenso quanto à sua origem

As primeiras impressões sobre o asteróide, baptizado Oumuamua, realçam o seu formato estranho, alongado, parecendo-se um pouco a um charuto ou cigarro gigante.

Até agora, não há consenso quanto à origem do objecto que tem cerca de 4 quilómetros de comprimento, segundo a Sky News.

“Investigadores que trabalham com transporte espacial de longa distância já sugeriram, no passado, que os formatos de charuto ou de agulha são as arquitecturas mais prováveis para uma nave espacial interestelar, já que isso ajudaria a minimizar a fricção e os danos dos gases interestelares e da poeira”, apontou em comunicado o projecto do SETI.

“Breakthrough Listen”, o projeto do SETI, é financiado por Milner para pesquisar evidências de inteligência extraterrestre no universo.

“Se uma origem natural é mais provável, não há, actualmente, consenso sobre que origem pode ser essa, e o Breakthrough Listen está bem posicionado para explorar a possibilidade de o Oumuamua ser um artefacto”, acrescenta-se no referido documento.

“A presença do Oumuamua no Sistema Solar dá ao Breakthrough Listen uma oportunidade de fazer descobertas sem precedentes, sobre possíveis transmissores artificiais”, destaca, em declarações na BBC, o director do Centro de Investigação do SETI em Berkeley, Andrew Siemon, que faz parte da iniciativa.

Já o professor Andrew Coates, do Laboratório de Ciência Espacial Mullard, da University College London, no Reino Unido, aponta que, por enquanto, ainda não há provas concretas de que este asteróide possa ajudar a identificar qualquer sinal de vida extraterrestre.

Andrew Coates destaca que há “outras formas melhores de procurar por vida extraterrestre”, como são os casos do “projecto ExoMars, que irá para Marte em 2020, perfurando a superfície para procurar sinais de vida”.

Um mensageiro de longe…

Outros investigadores que já fizeram observações deste asteróide, com telescópios no solo, dizem que, tirando o seu formato distinto, ele lembra muitos objectos naturais encontrados fora do Sistema Solar.

O asteróide tem uma cor avermelhada, que é um indicativo da presença de compostos orgânicos irradiados por raios cósmicos. As medidas sugerem que tem uma estrutura densa, composta de pedra e metal e especula-se que pode conter alguma água congelada.

Apesar de o Oumuamua poder ter-se formado em torno de outra estrela, os cientistas acham que pode ter circulado pela Via Láctea, sem ligação a qualquer sistema estelar, durante centenas de milhões de anos, antes do encontro casual com o nosso Sistema Solar.

O nome do asteróide, Oumuamua, significa “mensageiro” na Língua havaiana.

ZAP // BBC

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Primeiro coisa a descobrir são planetas com vida vegetal e oxigênio na atmosférica.assim podem dizer se tem mais planetas semelhante a terra. Assim podem ter porcentagens a divulgar ao publico se a vidas animal e alienígenas !!! Cada um com seu comentário!!!

RESPONDER

Vai ser possível ver auroras boreais a partir de um balão de ar quente

A agência Off The Map Travel vai lançar em dezembro de 2020 o primeiro balão de ar quente. O objetivo é levá-lo a ver auroras boreais do céu. As auroras boreais são já um verdadeiro espetáculo …

Nova tecnologia militar aquece as mãos em temperaturas negativas sem luvas

Cientistas do exército norte-americano criaram uma tecnologia capaz de aquecer as mãos dos soldados em baixas temperaturas sem serem necessárias luvas. Se completar uma tarefa do dia-a-dia com luvas pode revelar-se complicado, imagine-se tentar recarregar uma …

Os animais começaram a fazer sons para poderem conversar no escuro

O reino animal está cheio de diferentes vocalizações. A produção sonora apareceu há entre 100 milhões e 200 milhões de anos e a sua origem está fortemente ligada à vida no escuro. Os vertebrados são animais …

O novo líder do CDS reclama uma nova direita (e quer um partido "sexy")

Francisco Rodrigues dos Santos sagrou-se este domingo o 10º presidente do CDS, reclamando no seu discurso de vitória a herança de todos os seus antecessores, desde o fundador, Freitas do Amaral, a Assunção Cristas. O tom …

Paços 0 - 2 Benfica | “Águia” não vacila e passa pressão

O Benfica foi a Paços de Ferreira vencer por 2-0, colocando pressão sobre o FC Porto, segundo classificado, que na próxima terça-feira recebe o Gil Vicente. A formação “encarnada” foi superior na maioria dos principais momentos …

Governo reabre processo para corrigir mapa das freguesias

O Governo reabriu o processo para a correção ao mapa de freguesias, num compromisso com as associações de municípios e de freguesias, anunciou o secretário de Estado da Descentralização e Administração Local, Jorge Botelho. “Iremos retomar …

Google cria modelo de cérebro mais detalhado (e com maior resolução) de sempre

A recriação 3D do cérebro de uma mosca da fruta - que mostra 20 milhões de sinapses e 25 mil neurónios - é a que tem a maior resolução até ao momento. Uma equipa de …

Morreu Kobe Bryant, uma das maiores estrelas de sempre da NBA

Kobe Bryant, um dos maiores basquetebolistas de sempre, morreu na manhã deste domingo em Calabasas, Califórnia, num desastre de helicóptero. De acordo com a TMZ, Bryant viajava com, pelo menos, três outras pessoas num helicóptero privado, …

Há seis queixas de violência policial por semana

Em Portugal, são apresentadas em média seis queixas semanais por violência policial, escreve o semanário Expresso na sua edição deste fim-de-semana, citando os dados mais recentes da Procuradoria-Geral da República. De acordo com os números, relativos …

CRISPR tornou galinhas resistentes a um vírus comum

A técnica de edição genética CRISPR tem sido usada para tornar as galinhas resistentes a um vírus comum, uma abordagem que poderia aumentar a produção de ovos e de carne em todo o mundo. Mesmo quando …