Cientistas preveem apagão solar para meados deste século

Um grupo de cientistas supõe que na primeira metade do atual século a atividade solar será mínima, o que fará com que menos calor chegue à Terra.

A conclusão é de um estudo publicado no The Astrophysical Journal em dezembro.

Os cientistas do Instituto Scripps de Oceanografia da Universidade da Califórnia em San Diego, Estados Unidos, analisaram dados recolhidos nos últimos 20 anos pelo Explorador Internacional de Luz Ultravioleta (IUE, na sigla em inglês) – um telescópio espacial orbital que opera na área desse tipo de raio.

Ao medir a radiação emitida pelas estrelas do tipo solar, conseguiram revelar as condições que precedem as grandes temperaturas mínimas.

Como resultado da investigação, a equipa de cientistas descobriu que a diminuição da atividade solar pode ser prevista a partir da frequência da formação de manchas solares.

De acordo com especialistas, a possibilidade da Terra enfrentar uma grande temperatura mínima no futuro próximo é bastante alta. Não obstante, este arrefecimento global não será suficientemente forte para compensar o aumento da temperatura média do planeta causado pelo aquecimento global. Assim, o calor que a Terra recebe do Sol diminuirá, mas isso não impedirá o aquecimento global, revelam os investigadores.

O resfriamento seria o que os cientistas chamam de um grande mínimo, um período em que o magnetismo do Sol diminui, formam-se manchas solares e menos radiação ultravioleta atinge a superfície terrestre.

“Agora temos um ponto de referência com o qual podemos realizar melhores simulações de modelos climáticos Portanto, podemos ter uma ideia melhor de como as mudanças de radiação UV solar afeta a alteração climática”, afirmou Dan Lubin, físico e diretor do projeto, segundo um comunicado da universidade.

Os astrónomos consideram que é possível repetir o mínimo de Maunder, que ocorreu no período entre 1645 e 1715 e que foi caracterizado por um pequeno número de manchas solares.

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. “Climate Change and Global Warming – Exposed: Hidden Evidence, Disguised Plans Paperback – September 17, 2017
    by Andrew Johnson”
    A farsa do aquecimento global antropogénico vai sendo desmascarada entretanto…

  2. Resfriamento ou arrefecimento? Isto é suposto ser um site brasileiro ou português? Convém que se decidam e o digam claramente. É que a morada diz .pt, não .br.

    Já agora, em nenhuma das variantes do português se pode separar o sujeito e o verbo com uma vírgula (a possibilidade da Terra enfrentar uma grande temperatura mínima no futuro próximo, é bastante alta).

  3. assim só falta dizer que andaram a aquecer o planeta para precaver este ‘minimo solar’ hahahahah.
    o mais grave nem é o aquecimento global pois teremos: a contaminação biologica do plastico (feito de petrolico nã0?), o excesso de população, extinção de imensas especies ….
    afinal o aquecimento global não é preocupante mas tudo o resto até parece esquecido ou sem relevo graças ao zum-zum do aquecimento global.
    Concluindo: só dá para rir mesmo assim. hahahahaha

    • Note-se, que uma menor recepção de radiação solar, não evita o aquecimento global, uma vez que este provem do efeito de estufa e do excesso de carbono na atmosfera..

      A regulação da temperura na terra ‘e uma sistema de alta inercia, por isso as mudanças climaticas são graduais,

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …

Polícia treinou uma cadela para farejar provas eletrónicas

No Minnesota, Estados Unidos, a polícia treinou uma cadela para farejar dispositivos eletrónicos. Sota já ajudou a encontrar provas em dez crimes. A polícia estatal do Minnesota treinou uma cadela labrador britânica para farejar dispositivos eletrónicos, …

Trabalhistas lideram primeira sondagem desde que Boris chegou ao poder

O partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, situa-se hoje, pela primeira vez desde que chegou ao poder, atrás da oposição trabalhista nas intensões de voto, o que estará relacionado com a gestão da crise pandémica, …

Sporting vagueia mercado à procura de um avançado

Šporar, Luiz Phellype e Tiago Tomás não satisfazem as necessidades de Rúben Amorim, que quer trazer mais um avançado para o plantel antes do fecho do mercado de transferências. A janela de transferências está prestes a …

Transportes públicos são "ponto nevrálgico" da transmissão da covid-19

O infeciologista Jaime Nina defendeu hoje que é necessário quadruplicar a oferta dos transportes públicos para permitir a distância necessária entre os passageiros, considerando que são um “pontos nevrálgico” da transmissão da covid-19. "Os transportes públicos …

Estão a chegar os aviões movidos a hidrogénio. A Airbus é pioneira (e já está a trabalhar em três aeronaves)

Na passada segunda-feira, a Airbus apresentou três conceitos de aviões movidos a hidrogénio. A empresa quer estar na linha da frente no que toca às mudanças na indústria da aviação, e tem como objetivo pôr …

Fernando Pimenta com medalhas de ouro e prata na Taça do Mundo de Szeged

O canoísta português Fernando Pimenta conquistou o ouro em K1 1.000 metros e a prata em 500 metros na Taça do Mundo de Velocidade de Szeged, num dia com 'metais' também para Joana Vasconcelos e …

Após ataque ao Charlie Hebdo, França está "em guerra contra o terrorismo islâmico"

O ministro do Interior francês, Gérald Darmanin, alertou este domingo que a França está “em guerra contra o terrorismo islâmico”, dois dias depois do ataque junto às antigas instalações do jornal satírico Charlie Hebdo. “O Ministro …