Cientistas desenvolveram mini-cérebros (quase) humanos

Cientistas norte-americanos enviaram para a Estação Espacial Internacional (EEI) aglomerados de células nervosas, chamadas de mini-cérebros, que estão, agora, a desenvolver-se de formas que os investigadores não imaginavam ser possível.

Os organóides foram criados a partir de células-tronco pelo biólogo Alysson Muotri, da Universidade da Califórnia, em San Diego, antes de serem postos numa caixa e enviados para o espaço.

Uma vez na Estação Espacial Internacional, estão a “replicar-se como um louco”, disse Muotri ao The New York Times.

Agora, a sua equipa descobriu que os organóides estão a emitir ondas cerebrais – padrões complexos de atividade neural – semelhantes aos de bebés prematuros. Esta bizarra descoberta poderá, até, forçar os cientistas a repensar as limitações dos mini-órgãos criados em laboratório e as questões éticas à sua volta.

Depois de conectar os mini-cérebros a robôs em forma de aranha para ler a sua atividade neural, Muotri descobriu as tais ondas cerebrais, o que pode significar que os cientistas se estão a aproximar da capacidade de gerar, em laboratório, vida parcialmente consciente.

“Quanto mais nos aproximamos do seu [Alysson Muotri] objetivo, maior é a probabilidade de criar um cérebro capaz de sentir dor, agonia e angústia”, disse Christof Koch, presidente do Allen Brain Institute, citado pela Futurism.

O cérebro humano é tão complexo que os cientistas ainda não sabem tudo sobre a forma como funciona e é por isso que a criação dos mini-cérebros é tão pertinente – comparativamente a um cérebro natural, esses organóides são aglomerados simples de células nervosas, que simulam algumas características, mas que mal atingem a superfície das suas capacidades.

No entanto, um estudo, publicado na revista Cell, sugere que os mini-cérebros podem ser mais complexos do que pensavam os investigadores.

“Alguns dos meus colegas dizem: ‘Não, essas coisas nunca serão conscientes'”, disse Muotri, que agora já não tem “tanta certeza”.

Se as ondas cerebrais descobertas nos mini-cérebros a bordo da EEI forem um sinal de que os organóides podem ser capazes de ter consciência, então os neurocientistas irão enfrentar um grande dilema ético – já que as suas experiências poderiam criar e destruir uma vida autoconsciente, semelhante à humana.

“É incrível. Ninguém sabia se isto era realmente possível“, disse Giorgia Quadrato, da University of Southern California que não esteve envolvida no estudo.

A bióloga sublinhou que estes mini-cérebros ainda não atingiram, no entanto, níveis de atividade humana, apesar de serem comparados com bebés prematuros.

Sofia Teixeira Santos Sofia Teixeira Santos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …