Cientistas desmentem Hawking: a Terra não se vai transformar em Vénus

lwpkommunikacio / Flickr

O físico teórico Stephen Hawking - provavelmente, o maior do nosso tempo.

O físico teórico Stephen Hawking – provavelmente, o maior do nosso tempo.

As previsões do astrofísico britânico Stephen Hawking sobre a transformação da Terra em Vénus por causa dos gases do efeito estufa não correspondem nem a cálculos teóricos nem a previsões plausíveis, segundo vários cientistas. “Infelizmente, não é a primeira vez que Stephen Hawking diz tais coisas”.

“Por enquanto, não temos nenhuma prova de que a concentração dos gases do efeito estufa na Terra comece a aumentar radicalmente em breve.

Algo parecido poderá acontecer, mas apenas dentro de mil milhões de anos, quando o Sol for mais brilhante. Mas a política na Terra neste período também será outra”, explica Gareth Jones, investigador do centro de meteorologia da Grã-Bretanha, à Sputnik.

Há pouco tempo, o cientista britânico Stephen Hawking afirmou que a decisão de Trump de retirar os Estados Unidos do Acordo de Paris pode trazer consequências climáticas “irreversíveis” para a Terra.

De acordo com Jones, as previsões não correspondem à verdade: hoje em dia nenhum cientista acha ou apresenta provas suficientes de que a terra possa vir a transformar-se em Vénus por causa das emissões de gás. Segundo o investigador, mesmo que seja queimado todo o hidrocarboneto da Terra, a temperatura subirá 10°C e não centenas, como seria necessário para a criação de um efeito estufa permanente.

“Aconteec com frequência muitos cientistas brilhantes, às vezes, dizerem coisas estúpidas, quando lhes perguntam sobre algo que não conhecem bem. É uma espécie de doença do ‘prémio Nobel‘”, afirmou o climatólogo norte-americano da Universidade da Califórnia, Zeke Hausfather.

Opinião parecida tem Michael Mann, climatólogo da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Segundo o investigador, a Terra está demasiado longe do Sol para que surja um efeito estufa tão forte que seja semelhante ao de Vénus.

Por outro lado, todos os cientistas concordam com Hawking no que diz respeito à veracidade do aquecimento global e que no futuro será difícil mantê-lo ao nível de 1,5ºC ou 2°C, mencionados no Acordo de Paris, se os EUA e outros países o abandonarem.

O que provocará mudanças significativas nos ecossistemas e acabará por aumentar a taxa de mortalidade por anomalias climáticas e subir o nível do mar.

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Com o devido respeito que o Sr Hawking merece aparecem, com frequência, notícias atribuídas a afirmações suas contraditórias e por isso, levar estas notícias a sério, é um exercício inútil, por exemplo: “os humanos não vão sobreviver mais de mil anos na terra ” ou ” temos apenas 100 anos para evacuar a terra – ou morrer”.

  2. A sequencia do assunto, põe em dúvida a afirmação vigente, principalmente depois da atitude do Sr. Trump. Fica no ar a duvida se a noticia é um dos habituais favorzinhos encomendados.

RESPONDER

Museu de Nova Iorque devolve ao Egito "caixão dourado" roubado em 2011

O Museu Metropolitan (MET) de Nova Iorque vai devolver ao Egito um sarcófago roubado em 2011, durante as manifestações da chamada "Primavera Árabe", anunciou este domingo a instituição nova-iorquina. Construído em ouro para o sacerdote Nedjemankh, …

Quase um terço da população chinesa terá mais de 65 anos em 2050

Trinta por cento da população chinesa terá mais de 65 anos, dentro de três décadas, informou hoje um jornal chinês, ilustrando o rápido envelhecimento do país, apesar de ter abolido a política de filho único. “O …

Trump pede à Europa que julgue os seus "jihadistas" (ou os EUA terão de os libertar)

O presidente dos Estados Unidos apelou aos países europeus, nomeadamente o Reino Unido, a França e a Alemanha, para repatriarem e julgarem os seus combatentes do Estado Islâmico feitos prisioneiros na Síria. Caso contrário, aponta …

Depois de 11 mortes e 1800 condenações, franceses querem o fim dos Coletes Amarelos

A maioria dos franceses defende que devem parar os protestos nas ruas dos “coletes amarelos”, três meses após o início das primeiras manifestações que fizeram 11 vítimas mortais, noticia esta segunda-feira a agência France Presse. Uma …

Uma tese de doutoramento levou Marcelo à capa do El País

A tese de doutoramento sobre Marcelo Rebelo de Sousa é de autoria de uma professora universitária e jornalista da RTP. O tema já chegou ao jornal espanhol El País. O jornal percorre as provas de popularidade …

Seguros de saúde sobem para 2,6 milhões com crise no SNS

No primeiro semestre de 2018 o número de contratos de seguros de saúde aumentou 3%, em termos homólogos, para 2,6 milhões, escreve esta segunda-feira o Jornal de Notícias na sua edição impressa. Os dados, da Autoridade …

PSP usa critérios étnicos para avaliar risco de bairros problemáticos

Apesar de a recolha de dados étnico-raciais não ser permitida em Portugal, a PSP utiliza ainda critérios étnicos na avaliação do grau de risco de zonas urbanas sensíveis (ZUS), avança o jornal Público esta segunda-feira. Segundo …

Pyongyang fala em “momento decisivo” em vésperas de nova cimeira com Washington

O principal diário norte-coreano, Rodong Sinmun, escreve esta segunda-feira que o país enfrenta "um momento decisivo", em termos de desenvolvimento económico, a pouco mais de uma semana da cimeira entre o líder norte-coreano e dos …

OCDE quer tribunais especiais para julgar a corrupção

Portugal precisa de fortalecer os mecanismos de prevenção da corrupção, defende a OCDE, que sugere a criação de tribunais especializados e a redução das possibilidades de recurso dos arguidos.  O retrato da análise da corrupção …

Costa "está a colocar todos os potenciais sucessores no palco”

No seu habitual espaço de comentário político semanal na SIC, Luís Marques Mendes falou sobre as recentes alterações no Governo, a moção de censura do CDS que "não faz sentido" e a "crise anunciada" da …