Cientistas descobriram mutação genética que aumenta a longevidade

Um grupo de cientistas norte-americanos descobriu uma mutação genética numa comunidade Amish dos Estados Unidos. Esta anomalia aumenta a expectativa de vida e diminui o risco de diabetes e doenças cardiovasculares.

Um grupo de cientistas norte-americanos da Universidade de Northwestern, no estado do Illinois, descobriu uma rara mutação genética que, afirmam os cientistas, é capaz de “aumentar a longevidade“.

Segundo o estudo publicado na Science Advances, a mutação genética foi encontrada numa comunidade amish do estado norte-americano do Indiana. Ao todo, 177 pessoas foram analisadas e 43 delas herdaram o gene – algumas na versão normal, outras numa versão modificada chamada Serpine1.

O gene em causa provoca uma forte diminuição da proteína PAI-1, que está relacionada com o envelhecimento das células. Douglas Vaughan, líder da equipa de cientistas, explicou ao The Guardian que se trata de uma “mutação genética rara que, ao que tudo indica, protege os seres humanos contra o envelhecimento biológico“.

Estudos em animais revelaram que níveis reduzidos da proteína PAI-1 podem proteger contra o envelhecimento e doenças relacionadas com a idade. No entanto, até agora não tinha sido detetado o mesmo efeito em humanos.

Os cientistas concluíram que os membros da comunidade amish com esta mutação têm telómeros 10% mais longos do que o resto da comunidade, o que sugere que poderão ter envelhecido mais lentamente que o normal.

O comprimento dos telómeros, estruturas protectoras nas extremidades dos cromossomas que encurtam com a idade, tem sido associado à longevidade.

(dr) Stanford Medicine

Os telómeros (a verde) encontram-se nas pontas dos cromossomas e funcionam como tampinhas de protecção para o ADN celular.

Estes amish “mutantes” vivem tipicamente até aos 85 anos, mais 10 do que os que não têm a versão modificada do gene. O seu estado de saúde está, também, em melhores condições do que o do resto da comunidade: sofrem menos de diabetes e de doenças cardiovasculares, revela o estudo.

Cientistas norte-americanos e japoneses estão agora a testar um medicamento que recrie o efeito desta mutação, reduzindo o níveis de proteína PAI-1 no sangue. O objetivo é proteger mais seres humanos de doenças relacionadas com o envelhecimento, estimulando a longevidade.

O medicamento experimental superou os testes de segurança e está agora na fase 2, que comprovará a sua eficácia em pessoas obesas com diabetes tipo 2. “Estamos muito otimistas”, conclui o especialista Douglas Vaughan.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Filhos de imigrantes nascidos em Portugal podem ser portugueses desde que um progenitor seja residente

A Assembleia da República aprovou, esta quinta-feira, na generalidade, as alterações à lei da nacionalidade do PAN e do PCP, e rejeitou, com os votos do PS, o projeto do Livre. Horas antes da votação em …

Instituição de caridade do Vaticano só entrega 10% das doações para os necessitados

O Vaticano arrecada anualmente mais de 55 milhões de dólares (aproximadamente 49 milhões de euros) em doações através do fundo de caridade de Peter's Pence. Contudo, apenas 10% desse montante chega aos necessitados, com o …

Um aumento de 2 euros por mês para quem ganha mil. Proposta do Governo revolta a Função Pública

O aumento salarial de 0,3% proposto pelo Governo para a Função Pública em 2020, vai garantir um acréscimo líquido anual de 26,25 euros para um trabalhador que ganhe cerca de mil euros por mês, segundo …

Tribunal ordena ao Facebook que reative conta de partido neofascista italiano

Um tribunal de Roma ordenou que o Facebook reativasse a conta do partido italiano neofascista CasaPound, obrigando ainda a rede social a pagar 800 euros por cada dia que a conta esteve desativada. De acordo com …

Franceses não dão tréguas. Greves podem durar até ao Natal

As mobilizações em França contra a reforma dos sistema de pensões, que paralisam vários setores mas sobretudo os transportes públicos, entraram no seu nono dia esta sexta-feira e podem continuar até ao Natal. Os sindicatos de …

Treinadores portugueses dominam provas europeias. Vão 9 a sorteio

Nove treinadores portugueses vão continuar das provas europeias, que incluem a Liga Europa e a Liga dos Campeões. Ao todo, seguem nas competições 48 clubes, que vão ver o seu futuro decidido no sorteio da …

Aumentos da Função Pública. Frente Comum abandona negociações com o Governo (e já pensa em formas de luta)

A Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública abandonou as negociações com o Governo sobre as medidas a incluir no próximo Orçamento do Estado, indignada com os aumentos salariais de 0,3% propostos pelo Executivo. Segundo relatou …

Alphonso Davies. De refugiado no Gana a um dos maiores prodígios da Baviera

Alphonso Davies é um dos maiores talentos do futebol mundial na atualidade. O jogador nasceu num campo de refugiados no Gana e brilha agora nos relvados de Munique. Nascido já no novo milénio, Alphonso Davies é …

Bruxelas deverá aceitar redução do IVA da luz por escalões de consumo

A intenção do Governo de aplicar uma redução do IVA da eletricidade por escalões de consumo deverá ter o aval da Comissão Europeia. A notícia é avançado pelo Jornal de Negócios, que recorda que, em abril, …

Diretora da RTP boicotou investigação do "Sexta às 9" a instituto onde deu aulas

A diretora da RTP Maria Flor Pedroso confessou ter informado a diretora de uma instituição de ensino sobre uma investigação que estava a ser feita pela equipa do programa "Sexta às 9". Há uma nova polémica …