Cientistas descobrem por que alguns tsunamis desaparecem misteriosamente

Escavações no local de dois dos mais antigos e potentes deslizamentos submarinos de terras levaram geólogos noruegueses a descobrir a razão pela qual poderosíssimos cataclismos submarinos acabam por não provocar tsunamis gigantes.

“O mecanismo e a natureza dos tsunamis estão ainda pouco estudados. Uma catástrofe igual à de Fukushima faz-nos pensar sobre as forças que geram as ondas gigantes e por que razão esses fenómenos nem sempre causam poderosas inundações“, explica o geólogo Finn Lovholt e colegas do Instituto Geotécnico da Noruega em Oslo.

De acordo com os cientistas, há atualmente dois mecanismos principais que originam tsunamis: os terremotos fortíssimos no fundo do oceano, como os que causaram as cheias de 2004 e 2011 na Indonésia e no Japão, e os deslizamentos de terras enormes, um dos quais teria provocado o Storegga, um dos maiores dilúvios na história.

O Storegga, que ocorreu há cerca de 8 mil anos, teria sido causada por um deslizamento fortíssimo no fundo do Oceano Atlântico. Provocou cheias gigantescas junto às costas de toda a Escandinávia e da Grã-Bretanha, e deverá ter causado um colapso da população paleolítica local.

A forma como os tsunamis surgem durante os terremotos está bastante estudada pelos geólogos, mas o papel dos deslizamentos nesse processo está ainda muito pouco estudado. A título de exemplo, Lovholt indica outro deslizamento forte, o Trænadjupet, que ocorreu há cerca de 6 mil anos, mas que não chegou a causar efeitos visíveis.

O problema é que de momento os cientistas não conseguem explicar completamente por que as grandes camadas de solo no fundo do mar começam a deslizar pelos seus declives, perdendo a estabilidade.

A razão para que tal aconteça tanto pode ser a mudança das correntes, como a flutuação das temperaturas, além de explosões submarinas de metano, cujas moléculas têm estado a acumular-se no permafrost no fundo do mar da Noruega – e que podem explicar, por exemplo, a origem das gigantescas crateras do mar de Barents.

Lovholt e seus colegas encontraram a resposta a esta pergunta após terem analisado amostras dos estratos de rocha formados pelos dois deslizamentos de terras referidos: o Sturegga (do tipo “terramotos fortíssimos no fundo do oceano”) e o Trenadjupet (do tipo “deslizamentos de terra enormes”).

Segundo os cálculos feitos pela equipa de investigadores com a ajuda de modelos matemáticos gerados por computador, o deslizamento de lama desloca-se de modo totalmente diferente em cada um dos casos.

O Sturegga, o deslizamento mais antigo, conseguiu gerar um tsunami porque os seus estratos de rocha se desmoronaram quase simultaneamente para o fundo do oceano, a uma velocidade de 35 metros por segundo.

Consequentemente, deslocaram-se quase três mil quilómetros cúbicos de solo submarino, o que provocou uma onda potente, cujos vestígios foram encontrados na Escócia a 80 km da costa marinha.

O caso do Trenadjupet foi diferente – foi na realidade uma série de dezenas de desmoronamentos separados, cada um dos quais ia provocando sucessivamente um deslizamento ainda maior do que o anterior.

De acordo com os cálculos, a magnitude de um tsunami causado por deslizamentos depende não do tamanho do deslizamento, mas do relevo do fundo do mar, cuja forma pode causar um complexo “deslizamento retrogressivo” das camadas geológicas – que, em alguns casos, elimina o efeito do tsunami.

A descoberta foi apresentada num artigo publicado na Geophysical Research Letters.

O estudo dos cientistas noruegueses, que estudou vários modelos de deslizamentos submarinos com esse efeito “retrogressivo”, mostrou assim que o principal factor que importa estudar no futuro para se fazer uma projecção da magnitude dos tsunamis e construir protecções não é a magnitude dos deslizamentos, mas o relevo do fundo do mar.

PARTILHAR

RESPONDER

Vibrações provocadas por "estrelamotos" permitem precisar a idade da Via Láctea

Os tremores estelares registados pelo telescópio espacial Kepler, da NASA, ajudaram a responder a um antigo enigma sobre a idade do "disco espesso" da Via Láctea. Uma equipa de cientistas, liderada por investigadores do Centro de …

Este casaco foi desenhado para nos ajudar a dormir em qualquer lado

A britânica Vollebak lançou um casaco, inspirado nos astronautas, que facilita a ideia de poder dormir, literalmente, em qualquer lado. A pensar em todas aquelas pessoas que gostam de fazer uma sesta ou outra, independentemente do …

DJ Juice WRLD morre aos 21 anos

A estrela do hip-hop norte-americano Juice WRLD faleceu este domingo (8), depois de sofrer convulsões no Aeroporto de Midway, em Chicago, avança o TMZ. O rapper tinha feito 21 anos a 2 de dezembro. De acordo …

"A Favorita" arrebata prémios do cinema europeu

O filme "A Favorita", do realizador grego Yorgos Lanthimos, arrecadou oito prémios da Academia de Cinema Europeu, numa cerimónia realizada em Berlim. "A Favorita" conquistou, entre outros, os prémios de Melhor Filme Europeu, Melhor Comédia, Realização …

Belenenses 1-1 Porto | "Dragão" escorrega e deixa fugir líder

O FC Porto não foi além de um empate na visita ao Jamor, ante o Belenenses. André Santos abriu as “hostilidades” e Alex Telles, na marcação de uma grande penalidade, fixou o resultado final. Com esta …

Caligrafia desleixada de Isabel I denuncia-a como a tradutora anónima de um livro romano

A rainha Isabel I de Inglaterra foi identificada como a tradutora anónima do livro "Anais" de Tácito. As idiossincrasias da sua caligrafia acabaram por ser fundamentais para a descoberta. Na análise a uma tradução de século …

Hashtags políticas como #MeToo tornam as pessoas menos propensas a acreditar em notícias

Tendem a passarem despercebidas, mas as hashtags são mais importantes do que julgamos. A questão que se impõe é: serão benéficas para a saúde democrática da Internet? Uma hashtag (#) é uma marca funcional, amplamente usada …

Sporting 1-0 Moreirense | "Leão" resolve à cabeçada

O Sporting regressou às vitórias na Liga NOS, embora não sem sentir algumas dificuldades, em especial no ataque. Os "leões" bateram o Moreirense por 1-0, numa partida em que remataram muito (28, máximo na Liga até …

Orçamento do Estado. "Sentido de voto do BE está completamente em aberto"

A coordenadora do BE afirmou, este domingo, que o sentido de voto do partido sobre o Orçamento do Estado para 2020 está "completamente em aberto", desejando que o Governo socialista atenda às reivindicações bloquistas. "Fizemos uma …

João Cotrim Figueiredo eleito presidente da Iniciativa Liberal com 96% dos votos

João Cotrim Figueiredo foi eleito, este domingo, presidente da Comissão Executiva da Iniciativa Liberal, uma candidatura única que recolheu 96% dos votos na III Convenção Nacional do partido. A III Convenção Nacional do partido decorre hoje …