Cientistas conseguem enviar senhas seguras através do corpo humano

Mark Stone / University of Washington

As senhas passam através do corpo graças a um sistema de transmissão de baixa frequência

As senhas passam através do corpo graças a um sistema de transmissão de baixa frequência

Investigadores de engenharia e computação da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, conseguiram uma proeza digna dos filmes de agentes secretos: enviar senhas através do corpo humano – e com segurança suficiente para que nenhum hacker intercepte o processo.

Ao contrário do que ocorre quando partilhamos ou escrevemos passwords usando a rede Wi-Fi ou tecnologias sem fios como o Bluetooth, as senhas enviadas pelo corpo humano não podem ser interceptadas por hackers que estejam a escutar os sinais transmitidos.

Com este novo sistema, a informação ou dados biométricos a enviar passam através do corpo humano graças a um sistema de transmissão de baixa frequência, que pode ser gerado pelos vulgares sensores de impressão digital e touchpads presentes actualmente em vários gadgets.

O processo cria um código binário, que transmite dados em uma velocidade de 25 a 50 bits por segundo.

“Os sensores digitais têm sido bastante usados como dispositivos de entrada. O interessante é que mostrámos, pela primeira vez, que estes sensores podem servir para enviar informações que estão fechadas no próprio corpo do utilizador”, explicou Shyam Gollakota, um dos autores do estudo.

Vikram Iyer / University of Washington

As possíveis aplicações incluem o envio de senhas para portas inteligentes e sensores de glucose para diabéticos

As possíveis aplicações incluem o envio de senhas para portas inteligentes e sensores de glucose para diabéticos

Este tipo de transmissão oferece um método muito mais seguro de enviar informações autenticadas entre dispositivos, já que o sistema consegue criar um link seguro entre a superfície tocada e o dedo do utilizador.

“Digamos que eu queira abrir uma porta utilizando um cadeado eletrónico inteligente”, exemplifica Mehrdad Hessar, coautor do trabalho.

“Basta tocar ao mesmo tempo na maçaneta e no sensor de impressões digitais do meu telefone, para transmitir as minhas credenciais através do corpo – e a porta abre-se, sem ter que enviar qualquer tipo de informação pelo ar”, explica.

Até agora, a equipa testou a nova técnica em sensores de impressões digitais presentes em dispositivos como o iPhone.

Os testes foram realizados com a ajuda de 10 pessoas diferentes, com variados pesos e alturas, e em todas as ocasiões o resultado foi bastante positivo. O sistema funciona aliás mesmo quando a pessoa está em movimento, ou a mexer os braços.

O tempo de ter que tomar nota das passwords está a acabar. Melhor dizendo, o tempo de quê??

Canaltech / Washington.edu

PARTILHAR

RESPONDER

Friends: regresso da série está em negociações

De acordo com o The Hollywood Reporter, encontram-se a decorrer negociações que podem levar a uma reunião da série intemporal Friends. Este retorno seria um trunfo exclusivo da plataforma HBO Max, que ainda não foi …

NASA rebatiza Ultima Thule. Antigo nome foi associado ao nazismo

O nome do Ultima Thule deu polémica e a NASA decidiu mudá-lo. A controvérsia surgiu pelo nome dado inicialmente ao mundo gelado do Cinturão de Kuiper estar vinculado à ideologia nazi. O anúncio foi feito esta …

Vídeo mostra orcas a perseguirem tubarões-brancos na África do Sul

O tubarão-branco é visto como o maior predador dos oceanos. Mas um novo vídeo mostra que nem este animal está assim tão seguro, sendo na verdade uma presa para outras espécies. De acordo com o Science …

Descoberta a primeira vespa polinizadora da época dos dinossauros

Uma equipa de cientistas encontrou a primeira vespa polinizadora (prosphex anthophilos), que conviveu com dinossauros há cerca de 100 milhões de anos. O animal foi encontrado num fragmento de resina fossilizada em Mianmar, na Birmânia, segundo …

China está a vender drones assassinos ao Médio Oriente

A China está a vender drones capazes de matar automaticamente, sem necessidade de controlo humano. Os seus principais clientes serão a Arábia Saudita e o Paquistão. Segundo o site Defense One, uma empresa chamada Ziyan está …

Aumento da temperatura pode vir a matar 1,5 milhões de indianos por ano

Se as emissões globais de gases de efeito de estufa não forem interrompidas, cerca de 1,5 milhões de indianos podem vir a morrer anualmente até 2100 devido ao aumento das temperaturas. Os números contam de …

O vencedor do Tour de France, Egan Bernal, pode ter beneficiado de uma vantagem genética

O ponto de viragem da Tour de France deste verão ocorreu no alto de uma montanha nos Alpes franceses. Foi o resultado de anos de treinamento e, de acordo com um estudo divulgado na segunda-feira, …

Mina Chang utilizou uma capa falsa da Time no CV e conseguiu chegar ao Governo de Trump

Mina Chang, vice-secretária adjunta do Gabinete de Operações de Conflitos e Estabilização do Departamento de Estado dos Estados Unidos, mentiu no seu currículo para conseguir alcançar um lugar no Governo de Donald Trump. De acordo com …

Jovem norueguesa controla 450 perfis no Instagram para tentar evitar suicídios

Uma norueguesa de 22 controla 450 perfis privados no Instagram para tentar evitar suicídios, conta a emissora britânica BBC, revelando ainda que a jovem recebeu já o apelido de "salva-vidas" devido ao trabalho que leva …

Espanha vai tentar exumar 31 corpos que se encontram no Vale dos Caídos

As autoridades espanholas vão tentar exumar 31 dos milhares de corpos de pessoas enterradas no Vale dos Caídos, um grande mausoléu onde esteve enterrado o ditador Francisco Franco até ao mês passado. Segundo a agência Associated …