Cientistas conseguem enviar senhas seguras através do corpo humano

Mark Stone / University of Washington

As senhas passam através do corpo graças a um sistema de transmissão de baixa frequência

As senhas passam através do corpo graças a um sistema de transmissão de baixa frequência

Investigadores de engenharia e computação da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, conseguiram uma proeza digna dos filmes de agentes secretos: enviar senhas através do corpo humano – e com segurança suficiente para que nenhum hacker intercepte o processo.

Ao contrário do que ocorre quando partilhamos ou escrevemos passwords usando a rede Wi-Fi ou tecnologias sem fios como o Bluetooth, as senhas enviadas pelo corpo humano não podem ser interceptadas por hackers que estejam a escutar os sinais transmitidos.

Com este novo sistema, a informação ou dados biométricos a enviar passam através do corpo humano graças a um sistema de transmissão de baixa frequência, que pode ser gerado pelos vulgares sensores de impressão digital e touchpads presentes actualmente em vários gadgets.

O processo cria um código binário, que transmite dados em uma velocidade de 25 a 50 bits por segundo.

“Os sensores digitais têm sido bastante usados como dispositivos de entrada. O interessante é que mostrámos, pela primeira vez, que estes sensores podem servir para enviar informações que estão fechadas no próprio corpo do utilizador”, explicou Shyam Gollakota, um dos autores do estudo.

Vikram Iyer / University of Washington

As possíveis aplicações incluem o envio de senhas para portas inteligentes e sensores de glucose para diabéticos

As possíveis aplicações incluem o envio de senhas para portas inteligentes e sensores de glucose para diabéticos

Este tipo de transmissão oferece um método muito mais seguro de enviar informações autenticadas entre dispositivos, já que o sistema consegue criar um link seguro entre a superfície tocada e o dedo do utilizador.

“Digamos que eu queira abrir uma porta utilizando um cadeado eletrónico inteligente”, exemplifica Mehrdad Hessar, coautor do trabalho.

“Basta tocar ao mesmo tempo na maçaneta e no sensor de impressões digitais do meu telefone, para transmitir as minhas credenciais através do corpo – e a porta abre-se, sem ter que enviar qualquer tipo de informação pelo ar”, explica.

Até agora, a equipa testou a nova técnica em sensores de impressões digitais presentes em dispositivos como o iPhone.

Os testes foram realizados com a ajuda de 10 pessoas diferentes, com variados pesos e alturas, e em todas as ocasiões o resultado foi bastante positivo. O sistema funciona aliás mesmo quando a pessoa está em movimento, ou a mexer os braços.

O tempo de ter que tomar nota das passwords está a acabar. Melhor dizendo, o tempo de quê??

Canaltech / Washington.edu

PARTILHAR

RESPONDER

Nona Sinfonia de Beethoven revela novos detalhes sobre o cérebro humano

A Nona Sinfonia de Ludwig van Beethoven, 250 anos após a sua criação, ajudou a demonstrar a existência de células conceituais no cérebro. Quase 200 anos depois da morte de Beethoven, a maior obra do músico …

Governo vai suspender devolução dos manuais escolares

O ministro da Educação informou hoje que o Governo vai suspender a devolução de manuais escolares, em curso desde 26 de junho, cumprindo a decisão do parlamento, que aprovou uma proposta nesse sentido. O plenário da …

Cuba prestes a abrir portas ao turismo (exceto aos cubano-americanos)

Depois de fechar as suas fronteiras para os turistas no final de março por causa da pandemia da covid-19, Cuba prepara-se agora para reabrir várias das suas baías ao turismo - mas há algumas exceções. …

Cidade do México enterrou os rios para prevenir doenças, mas a covid-19 resiste e prospera

Na tentativa de evitar a disseminação de doenças como a malária e a cólera, a Cidade do México enterrou os seus rios. Agora, como consequência, criou inadvertidamente as condições necessárias para a covid-19 prosperar. A Cidade …

Descoberto sistema de túneis da I Guerra onde estarão enterrados dezenas de soldados

A Agência do Património da Bélgica anunciou esta semana a descoberta de um sistema de túneis alemão da I Guerra Mundial, onde estarão, muito provavelmente, dezenas de soldados enterrados. Em comunicado, citado pela Russia Today, …

Cinco funcionários da Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia

Cinco funcionários da produtora automóvel Tesla dizem ter sido despedidos por terem ficado em casa durante a pandemia, avança o The Washington Post. De acordo com o jornal norte-americano, foram cinco os colaboradores dispensados da …

"Qual o lugar mais seguro?". Costa compara infetados no Reino Unido e Algarve

O primeiro-ministro apresentou hoje uma tabela que mostra o Reino Unido muito acima do Algarve em número de infetados com covid-19 por cem mil habitantes e pergunta qual o lugar mais seguro para umas férias …

Azul anuncia venda de 6% da TAP ao Estado por 10 milhões de euros

A companhia aérea brasileira Azul, de David Neeleman, anunciou hoje a venda de 6% da TAP, no âmbito do acordo anunciado esta quinta-feira entre o Estado e os acionistas privados, que “garante a continuação” da …

NASA cria dispositivo que o avisa para não tocar no rosto (e pode ser reproduzido em casa)

A pensar na pandemia, a NASA desenvolveu o PULSE, um colar vibratório que nos alerta se formos tocar no rosto com as nossas mãos. A pandemia de covid-19 alastrou pelo mundo e, enquanto não chega um …

Há mais 11 mortes e 374 novos casos de infecção (300 são na Grande Lisboa)

Portugal regista hoje mais 11 mortos devido à doença covid-19 do que na quinta-feira e mais 374 infectados, dos quais 300 na Região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo o boletim da Direcção-Geral da …