Cidade no Paquistão atinge temperatura “mais alta do que o corpo humano pode suportar”

As temperaturas nesta cidade paquistanesa ultrapassam os 50 graus Celsius no auge do verão. Especialistas estimam que a situação pode piorar no futuro devido ao aquecimento global.

Na cidade de Jacobabad, no Paquistão, as ruas estão desertas e os moradores fazem o melhor que conseguem para enfrentar as temperaturas que podem chegar aos 52 graus Celsius, conta o jornal The Telegraph.

“Quando fica assim tanto calor, nem sequer conseguimos manter-nos em pé”, explica Zamir Alam, um destes residentes, ao jornal britânico.

“É um momento muito, muito difícil quando as temperaturas ultrapassam os 50ºC. As pessoas não saem de casa e as ruas estão desertas”, acrescenta Abdul Baqi, um comerciante.

Há muito que esta cidade paquistanesa na província de Sindh, na qual vivem 200 mil pessoas, é conhecida pelas suas temperaturas extremas. É a sua mistura entre calor e humidade que a tornam um dos dois únicos lugares no mundo que já ultrapassaram, oficialmente, uma temperatura mais alta do que a que o corpo humano pode aguentar.

Segundo o diário inglês, cientistas analisaram dados globais, no ano passado, e descobriram que Jacobabad e Ras al Khaimah, a nordeste do Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, cruzaram temporariamente esse limite mortal.

Este marco foi ultrapassado décadas antes das previsões dos modelos de alterações climáticas e os investigadores temem que no futuro esta situação se agrave (e afete outras regiões como consequência do aquecimento global).

A equipa analisou aquilo a que chama de temperaturas de bulbo húmido, que são conseguidas ao medir o calor e a humidade com um termómetro coberto por um pano molhado.

Quando esta leitura chega aos 35 graus, os cientistas dizem que o corpo humano não consegue arrefecer mais através do suor, pelo que tal temperatura pode ser fatal em poucas horas, mesmo entre as pessoas mais saudáveis.

Jacobabad já cruzou este limite de bulbo húmido de 35 graus em julho de 1987, junho de 2005, junho de 2010 e julho de 2012.

E, tal como recorda o The Telegraph, apesar da cidade paquistanesa atravessar uma situação semelhante à da cidade dos Emirados Árabes Unidos, a verdade é que ambas têm realidades sócio-económicas muito díspares.

Nos Emirados Árabes Unidos, eletricidade e ar condicionado são coisas que não faltam, enquanto nesta cidade paquistanesa muitos têm de sobreviver com salários muito baixos e lidar com constantes falhas de energia.

“As pessoas sabem que o calor está a aumentar, mas são pessoas pobres. Não podem ir para outro lugar, não podem deixar as suas casas”, conta Zahid Hussain, outro local.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Requiem. Supernova irá fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037

Uma supernova distante, chamada Requiem, vai fazer uma "reaparição fantasmagórica" em 2037. O Hubble captou-a três vezes em 2016, graças a um fenómeno conhecido como lente gravitacional. A Requiem é o resultado de uma explosão estelar …

A polícia holandesa achava que tinha em mãos o mafioso mais procurado da Europa. Afinal, era só um fã de F1

Um homem de Liverpool de 54 anos pensava que o grande evento da sua viagem aos Países Baixos seria assistir ao Grande Prémio de Fórmula 1, mas acabou detido numa prisão de alta segurança por …

Cobertura global de corais caiu para metade desde 1950, revela relatório

A cobertura global de recifes de coral caiu para metade desde 1950, cenário originado pelo aquecimento global, pesca excessiva, poluição e destruição de habitats naturais, revelou uma análise divulgada esta sexta-feira. Desde a Grande Barreira de …

O sonho de Christo concretizou-se, 60 anos depois. O Arco do Triunfo foi embrulhado como um presente

Já desde o início dos anos 60 que Christo imaginava como seria cobrir o Arco do Triunfo em tecido. A sua visão foi finalmente concretizada e pode ser visitada entre 18 de Setembro e 3 …

Holanda. Ministra da Defesa renuncia devido à crise de evacuação do Afeganistão

Após a ministra das Relações Externas holandesa, Sigrid Kaag, renunciar devido ao desastre da evacuação do Afeganistão, esta sexta-feira foi a vez da ministra da Defesa, Ank Bijleveld. Segundo relatou o Guardian, acredita-se que os ministros …

Tribunal da África do Sul recusa anular pena de prisão do ex-Presidente Jacob Zuma

O mais alto tribunal da África do Sul rejeitou o pedido do ex-Presidente Jacob Zuma para anular a sua sentença de 15 meses de prisão por não comparecer a uma sessão de inquérito por corrupção. Em …

EUA. Advogado planeou o próprio assassinato para o filho receber seguro. Foi detido por fraude

Um influente advogado norte-americano, cuja esposa e um dos filhos foram assassinados, foi acusado de fraude contra uma empresa de seguros e falso testemunho por organizar o seu próprio assassinato. Segundo avançou a agência France-Presse, …

Norberto Mourão conquista bronze nos Mundiais de canoagem adaptada

Norberto Mourão já tinha conquistado o bronze nos Jogos Paralímpicos de Tóquio e junta agora mais uma medalha à colecção, desta vez nos Mundiais de canoagem adaptada. O atleta de canoagem adaptada Norberto Mourão conquistou hoje …

Caso George Floyd. Polícia condenado a 22 anos de prisão pode ver a sentença revertida

A intervenção do Supremo Tribunal do Minnesota num outro caso de violência policial para reduzir a pena de um agente pode abrir um precedente para que haja alterações na sentença de Derek Chauvin. Segundo avança a …

Futebol português contra Campeonato do Mundo de dois em dois anos

O futebol português está contra a intenção da FIFA de aumentar a periodicidade do Campeonato do Mundo, passando de quatro para de dois em dois anos, refere um comunicado conjunto divulgado hoje. O documento, assinado pela …