Ciclone Idai deixa 150 mortos e centenas de desaparecidos em Moçambique, Zimbabué e Malaui

(h) NASA WORLDVIEW / EPA

Pelo menos 150 pessoas morreram, centenas estão desaparecidas e dezenas de milhar isoladas, principalmente em zonas rurais, devido à passagem do ciclone Idai por Moçambique, Zimbabué e Malaui.

O ciclone Idai afetou mais de 1,5 milhões de pessoas naqueles três países, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) e os governos dos três estados africanos, citados pela Agência France Presse.

A cidade da Beira, uma das maiores de Moçambique, com meio milhão de habitantes, foi a mais afetada pelo ciclone e no seu hospital central foram tratados mais de 400 feridos desde a noite de quinta-feira, segundo fonte daquela unidade.

A capital provincial está parcialmente destruída, continua sem eletricidade da rede pública e as comunicações são limitadas, acontecendo o mesmo noutras partes da província, o que está a dificultar as operações de socorro.

O levantamento do número de vítimas está por concluir, dado que há locais de difícil acesso devido à subida do nível dos rios.

O ciclone atingiu a Beira na quinta-feira, tendo seguido depois para Oeste, em direção ao Zimbabué e ao Malaui, afetando mais alguns milhares de pessoas, em particular nas zonas orientais da fronteira com Moçambique.

Casas, escolas, empresas, hospitais e esquadras ficaram destruídas. Milhares de pessoas foram afetadas pelas inundações e abandonaram os seus pertences na busca de segurança em terrenos mais elevados.

Agências da ONU e da Cruz Vermelha estão no terreno a ajudar, entre outras coisas, com o fornecimento de alimentos e medicamentos por helicóptero.

As Nações Unidas estimam que haja 600 mil pessoas afetadas no centro e norte de Moçambique, seja por terem ficado sem casa, alimentos e outros bens, ou por perderem o acesso a campos para cultivar e a serviços básicos.

Mais de um terço da população afetadas são crianças, calcula o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF). Naquele país morreram pelo menos 48 pessoas, de acordo com números atualizados hoje pelas autoridades moçambicanas.

As mortes resultam, sobretudo, do desabamento de casas e outras infraestruturas e afogamentos, de acordo com a informação divulgada pela televisão estatal, citando fonte do Instituto Nacional de Gestão de Calamidades (INGC).

No Zimbabué o número de mortos registados é de pelo menos 31, de acordo com o governo local. As mortes ocorreram maioritariamente na zona montanhosa de Chimanimani, na fronteira com Moçambique, uma área turística.

Estradas e pontes desapareceram, o que dificulta os trabalhos de resgate. Segundo o balanço mais recente do Departamento de Gestão de Riscos, no Malaui morreram pelo menos 56 pessoas e 80 mil estão deslocadas.

União Europeia e petrolífera enviam ajuda humanitária

A União Europeia vai entregar 150 mil euros à Cruz Vermelha de Moçambique para “beneficiar diretamente 7.500 pessoas nas províncias da Zambézia, Sofala, Manica e Tete”. “No total, mais de 17 mil pessoas serão beneficiadas com serviços de higiene nos centros de abrigo”, anunciou a UE em comunicado.

Também a Anadarko, uma das petrolíferas instaladas em Moçambique, vai enviar donativos. No total, os apoios somam 326 mil euros para assistência humanitária às vítimas do ciclone neste país.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

OE2021: IVA gasto em alguns setores vai poder ser recuperado nas compras seguintes

O IVA suportado pelos consumidores em serviços ou produtos dos setores mais afetadas pelo impacto da pandemia vai poder ser recuperado nas compras seguintes realizadas nos mesmos setores, disse o ministro Pedro Siza Vieira. Em causa …

Temeu-se uma explosão em Paris. Mas foi "apenas" um caça a quebrar a barreira do som

Um avião militar que ultrapassou a barreira do som provocou esta quarta-feira o receio de que tivesse ocorrido uma explosão em Paris, já que o barulho foi ouvido em grande parte da capital francesa e …

Maduro propõe neutralizar sanções norte-americanas com Lei Antibloqueio

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, entregou na terça-feira um projeto de Lei Antibloqueio à Assembleia Constituinte (AC, composta unicamente por simpatizantes do regime) para neutralizar os efeitos das sanções impostas pelos Estados Unidos (EUA) …

Subsídio aos pobres na pandemia "não pode ser para sempre"

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta terça-feira que os subsídios destinados aos mais pobres pelo Congresso no âmbito da luta contra a pandemia de covid-19 “infelizmente para os demagogos e comunistas, não pode …

Reembolso do IVA do turismo e restauração pode demorar um ano se vier no IRS

A partir de 2021 os contribuintes poderão receber parte do valor do IVA de consumos no setor do turismo e restauração, medida anunciada pelo Governo na segunda-feira e que, antecipou a Deloitte, pode ser concretizada …

Novo lay-off passa a ser acessível para empresas com perdas entre 25% e 40%

As empresas com quebras de faturação homólogas entre 25% e 40% vão poder recorrer ao apoio à retoma progressiva, instrumento que passa também permitir a redução até 100% do horário quando a quebra de faturação …

Associação das Forças Armadas considera diretiva para comunicação inclusiva uma "provocação"

O presidente do Conselho Nacional da Associação de Oficiais das Forças Armadas (AOFA) afirmou que a nova diretiva do Governo que implementa uma comunicação inclusiva em todos os documentos oficiais é uma provocação aos militares …

60 milhões de infetados na Índia? Casos podem ser 10 vezes mais do que os números oficiais

Mais de 60 milhões de pessoas na Índia podem ter sido infetadas com o novo coronavírus, dez vezes mais que os números oficiais, anunciaram esta terça-feira autoridades médicas responsáveis pela pandemia, citando um estudo nacional …

Mais dois projetos do Chega "chumbados" na comissão de Assuntos Constitucionais

A comissão de Assuntos Constitucionais concluiu esta quarta-feira pela inconstitucionalidade de duas iniciativas do Chega, um projeto de lei para limitar o número de ministros e uma resolução a propor um referendo para reduzir o …

Mourinho, Dier, Lineker: "Os jogadores deixaram de fazer aquilo no relvado?"

Mais do que a vitória sobre o Chelsea, o jogo do Tottenham na Taça da Liga vai ser recordado durante muito tempo por outro motivo... E Mourinho criticou as datas dos jogos. O Tottenham levou a …