No primeiro complô da CIA contra os Castro, Fidel não era o alvo

Wikimedia

Raúl Castro (E) com Che Guevara (D).

A CIA tentou por várias vezes matar Fidel Castro. No entanto, no primeiro complô americano contra a família Castro, Raúl, irmão de Fidel, era o alvo.

Fidel Castro foi um político e revolucionário cubano que governou o país como primeiro-ministro, de 1959 a 1976, e depois se tornou presidente, de 1976 a 2008. Apesar das inúmeras tentativas da CIA para o matar, Fidel acabaria por morrer de causas naturais em 2016, com 90 anos de idade.

A verdade é que novas evidências mostram que o primeiro plano da agência de inteligência do governo dos Estados Unidos não tinha como alvo Fidel, mas sim o seu irmão, Raúl Castro. O assassinato estava planeado para julho de 1960, apenas um ano e meio depois de os Castros chegarem ao poder, escreve a NPR.



No centro do plano estava José Raúl Martínez, piloto da Cubana de Aviación, uma companhia aérea cubana. Martínez estava a trabalhar secretamente para a CIA e era a peça ideal para o plano, já que tinha sido escolhido para pilotar um voo fretado para transportar Raúl Castro, que estava de visita a Praga.

Segundo documentos da CIA, disponíveis publicamente, a “possível remoção” dos três principais líderes cubanos — Fidel Castro, Raúl Castro e Che Guevara — era vista com bons olhos.

No entanto, confrontada com a possibilidade de matar Raúl Castro, a CIA não hesitou e deu a ordem para o piloto organizar “um acidente”. Em troca, ofereceu 10 mil dólares, pagos após a conclusão do serviço.

“Foi um complô de oportunismo que caiu no colo da CIA”, disse Peter Kornbluh, que dirige o Projeto de Documentação de Cuba na NSA, a agência de segurança dos Estados Unidos.

Kornbluh descobriu os detalhes da história em documentos governamentais, desclassificados no mês passado, e publicou-os no site do arquivo, escreve a NPR.

Martínez sugeriu despenhar a aeronave no oceano Atlântico, um ato que seria suicida. “Ele disse: ‘Se eu morrer, vai garantir que os meus dois filhos têm os seus estudos universitários pagos?’“, contou Kornbluh. A CIA aceitou a proposta.

Com Martínez já no ar, a CIA recuou e mandou cancelar o assassinato. O problema é que já era tarde demais: já não havia maneira de contactar o piloto.

Felizmente, o ataque acabou por não avançar. Mais tarde, após aterrar, Martínez explicou que não teve oportunidade de organizar “um acidente”. Alguns meses depois, Martínez desertou para os Estados Unidos.

Kornbluh não sabe ao certo, mas suspeita que Raúl Castro nunca tenha ouvido os detalhes do plano do avião até hoje.

“Imagino que Raúl Castro esteja a ler estas histórias e a ver estes documentos pela primeira vez e a maravilhar-se com o que a CIA tentou fazer”, disse Kornbluh à NPR.

Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ordem dos Advogados diz que fechar AML é "inconstitucional". Há 18 exceções na proibição de circulação

Face ao elevado número de casos na região de Lisboa, o Governo anunciou, esta quinta-feira, a proibição de circulação de e para a Área Metropolitana de Lisboa (AML) durante o fim-de-semana. O bastonário da Ordem …

Duas novas espécies de mamíferos escavadores ancestrais descobertos na China

Uma equipa descobriu duas novas espécies de animais semelhantes a mamíferos que viveram em tocas há cerca de 120 milhões de anos no que hoje é o nordeste da China. A equipa de pesquisa foi liderada …

Uma criança com esta idade "não se veste sozinha". Especialistas estranham contornos do (des)aparecimento de Noah

Noah, o menino de dois anos que esteve 36 horas desaparecido em Proença-a-Velha, foi encontrado numa zona de mato, sozinho, "bem e vivo". Especialistas ficaram espantados e consideram os acontecimentos improváveis para uma criança tão …

Escalada de violência em Gaza. Israel volta a atacar em resposta a balões incendiários

Forças israelitas voltaram a quebrar o cessar-fogo e lançaram um ataque aéreo na Faixa de Gaza em resposta a balões incendiários lançados pelo Hamas. O cessar-fogo entre Israel e Hamas foi quebrado pela primeira vez na …

Os humanos estão a criar condições que podem iniciar uma nova pandemia

Os humanos estão a criar condições ambientais que podem levar a novas pandemias, indica um novo estudo da Universidade de Sydney. O novo estudo da Sydney School of Veterinary Science sugere que a pressão sobre os …

Governo aperta cerco, mas especialistas queriam mais. Desconfinamento pode estar em risco

Numa altura em que os números de casos diários não para de subir, a preocupação cresce. Apesar das novas medidas tomadas pelo Executivo na zona de Lisboa - a mais afetada do país - Portugal …

Guterres é hoje empossado para segundo mandato à frente da ONU. Marcelo estará presente

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, presta hoje juramento e toma posse para um segundo mandato durante uma sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque. Desta forma, a …

Câmara de Lisboa proíbe instalação de ecrãs no espaço público durante Euro2020

A instalação de ecrãs no espaço público durante o período do Euro2020 não será autorizada pela Câmara Municipal de Lisboa, tendo em conta a situação pandémica, anunciou hoje o município. “A Câmara Municipal de Lisboa, tendo …

A sucção da tromba de um elefante é mais rápida do que a velocidade de um comboio-bala

Os elefantes conseguem sugar coisas a uma velocidade de 530 quilómetros por hora — mais rápido do que um comboio-bala japonês. A tromba dos elefantes é-lhes altamente útil, já que a usam tanto para comer como …

Mais de metade dos rios do mundo não flui todo o ano

Entre 51% e 60% dos 64 milhões de quilómetros de rios e riachos do planeta Terra não fluem periodicamente ou secam durante parte do ano. De acordo com a agência Europa Press, este é o resultado …