Chuva forte em Lisboa chegou aos 34 milímetros numa hora

A chuva que se abateu esta segunda-feira sobre Lisboa atingiu os 34 milímetros numa hora, entre as 14:00 e as 15:00, valores considerados elevados e associados a um fenómeno temporário, mas de forte atividade, segundo fonte do IPMA.

Fonte do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) disse à agência Lusa que na rede de estações que o IPMA utiliza foram registaram valores de 34 milímetros (ou 34 litros) numa hora, entre as 14:00 e as 15:00, valor considerado elevado e superior aos verificados a 22 de setembro passado, quando uma outra forte chuvada se abateu sobre a capital.

Segundo um meteorologista do IPMA, a forte precipitação está associada à passagem de uma superfície frontal fria, “de forte atividade”, segundo a mesma fonte.

“Estava prevista a passagem nas regiões do centro e sul”, afirmou a fonte, referindo que as previsões disponíveis no domingo indicavam “um sistema frontal muito temporário, mas de atividade muito forte”.

Várias zonas da cidade ficaram inundadas devido à forte precipitação registada durante a tarde, mas segundo os bombeiros, todas as vias estão já transitáveis.

Câmara de Lisboa atribuiu inundações a chuva atípica

A Câmara Municipal de Lisboa atribuiu as inundações na cidade à elevada precipitação, que classificou de atípica, defendendo que embora possa haver aspetos, a melhorar as sarjetas e sumidouros se encontravam limpos.“A intensidade da chuva hoje foi superior a 22 de setembro, o último episódio semelhante na cidade”, disse à agência Lusa o vereador dos Espaços Públicos e Higiene Urbana, Duarte Cordeiro.“Dificilmente uma cidade aguentaria, independentemente do suporte que tivesse ou não para drenar as águas”, afirmou, acrescentando houve “um rápido restabelecimento da normalidade”, assim que terminou de chover.

O vereador admitiu ser importante para a câmara a existência de um plano de drenagem, indicando que este instrumento “tem estado em marcha”.

Considerou, porém, que situações como as provocadas pelas fortes chuvas de hoje à tarde não seriam colmatadas “só pela existência de um plano de drenagem”.

O responsável frisou que condições meteorológicas como a que provocou inundações em vários pontos da cidade têm “um grau de excecionalidade” que, independentemente da existência de um plano de drenagem ou de alguma melhoria, “existiriam sempre”.

No que diz respeito à limpeza das sarjetas e sumidouros o vereador disse que pode haver circunstâncias em que não estão devidamente limpos, mas insistiu que na generalidade dos casos não foi esse o motivo das inundações.

“O que se verificou foi uma intensidade muito significativa de chuva e obviamente as condutas e os coletores de suporte à cidade não aguentaram o volume de água que naquele preciso momento circulava”, sustentou.

“Estas situações não eram só por si ultrapassáveis pela existência de um plano de drenagem”, acrescentou.

A oposição na Câmara de Lisboa voltou hoje a criticar o presidente da autarquia, António Costa, pelas inundações registadas durante a tarde, denunciando falta de limpeza das sarjetas e exigindo que o plano de drenagem avance.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …

Descoberta nova espécie de dinossauro carnívoro em Portugal

Um novo género e espécie de dinossauro carnívoro terópode, cujos fósseis foram escavados em arribas dos concelhos de Torres Vedras e da Lourinhã, foi agora descrito na revista internacional "Journal of Vertebrate Paleontology" por paleontólogos …

The Crown. Afinal, vem aí uma sexta temporada

Peter Morgan, criador, produtor e argumentista de The Crown, anunciou esta quinta-feira (9), através do Twitter da plataforma de streaming Netflix, que a série britânica terá uma sexta temporada. “Quando começamos a discutir as histórias da …

Observatório Gaia revoluciona o rastreamento de asteroides

O observatório espacial Gaia da ESA é uma missão ambiciosa que tem o objetivo de construir um mapa tridimensional da nossa Galáxia, fazendo medições de alta precisão de mais de mil milhões de estrelas. No entanto, …

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas na Índia em apenas 10 dias

Tempestades de relâmpagos mataram 147 pessoas no estado de Bihar, no norte da Índia, no espaço de dez dias, noticia a AFP, que escreve que os números podem aumentar nos próximos tempos devido às alterações …

Investigação portuguesa descobriu 14 espécies marinhas com potencial para produção de antibióticos

Uma investigação conjunta da Universidade de Aveiro e da Universidade Católica descobriu 14 novas espécies e um género de fungos marinhos, com potencial para produção de antibióticos, revelou esta segunda-feira fonte académica. "Neste momento, estão a …

Impossíveis de cumprir. Directores preocupados com novas regras para as escolas

As orientações da Direcção Geral de Saúde (DGS) para as escolas com vista ao regresso das aulas presenciais, em Setembro, estão a preocupar os directores dos estabelecimentos de ensino. Isto porque as consideram impossíveis de …