Chumbo da CCDR-N trava (outra vez) hotel de 30 milhões no Douro

Francisco Oliveira / flickr

Rio Douro em Mesão Frio, Vila Real.

O projecto de Mário Ferreira, dono da Douro Azul, para a construção de um hotel de 30 milhões de euros em Mesão Frio, no leito de cheia do rio Douro, voltou a receber um sinal negativo, com o chumbo da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N) ao estudo de impacto ambiental.

Após vários capítulos num projecto polémico que se arrasta há 18 anos, a Douro Azul apresentou, no final de 2017, um novo estudo de impacto ambiental com o intuito de dar um passo claro para o licenciamento do Douro Marina Hotel. Mas a CCDR-N chumbou esse estudo, considerando que “está em desconformidade com a lei”, cita o Público.

O jornal refere que a CCDR-N entende que o projecto viola a Lei da Água, bem como as normas de gestão das “áreas adjacentes” dos rios portugueses.

O facto de o projecto assentar no leito de cheia do rio Douro é um dos grandes problemas apontados, mas para o presidente da Câmara de Mesão Frio, Alberto Pereira, essa questão “não é problema nenhum, porque o rio nunca chegou àquele lugar nos últimos 100 anos”, cita o jornal.

“O projecto ficava perfeitamente enquadrado, não é nenhum mamarracho como alguns que se vêm pelo Douro fora”, acrescenta ainda Alberto Pereira. O Plano de Pormenor que viabiliza o hotel da Douro Azul foi aprovado com o autarca na presidência.

Alberto Pereira diz ao jornal que o parecer da CCDR-N é “lamentável” e defende que o projecto é essencial para o desenvolvimento da região, permitindo a criação de 200 postos de trabalho.

Também Mário Ferreira critica a postura da CCDR-N, lamentando que “é inadmissível e vergonhoso que este projecto esteja em fase de licenciamento há mais de 18 anos”, numa nota enviada ao Público. O empresário fala de “uma verdadeira nódoa na capacidade de gestão das entidades públicas, mas muito em particular da CCDR-N”. O empresário admite, agora, levar o caso a tribunal.

O projecto do Douro Marina Hotel foi considerado de “interesse nacional” pelo primeiro Governo de José Sócrates, após ter sido o “primeiro investimento a ser contratualizado então pela Agência Portuguesa para o Investimento (API) para a região do Douro”, nota o diário.

A construção, que prevê mais de 100 quartos, piscinas, um SPA, um centro de congressos, um auditório, restaurantes, campo de ténis, praia fluvial e um campo de golfe, é considerada, pelos técnicos do Ministério da Cultura, uma ameaça à classificação do Alto Douro Vinhateiro como Património Mundial da UNESCO.

Mas o chumbo da CCDR-N é ao estudo de impacto ambiental, não ao projecto em si, pelo que os planos de Mário Ferreira continuam em cima da mesa. E o braço-de-ferro com o Estado vai continuar.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Problemas de direitos humanos persistem em Portugal apesar dos progressos

O mais recente relatório da Amnistia Internacional sobre direitos humanos indica que em Portugal “ainda persistem” desigualdades no acesso a habitação condigna, e diferentes formas de discriminação de pessoas e comunidades mais vulneráveis. O documento divulgado …

Theresa May adia votação do Brexit

A primeira-ministra britânica, Theresa May, confirmou, esta segunda-feira à tarde, perante o parlamento britânico, que será adiada a votação do acordo do Brexit agendada para esta terça-feira, dia 11. A decisão da primeira-ministra britânica procura evitar …

"Lobisomem da Sibéria". Maior assassino em série da Rússia era polícia e matou 78 mulheres

Um ex-polícia russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado esta segunda-feira na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história recente …

Mais de 20 comboios vão ser suprimidos no Natal e Ano Novo

Mais de duas dezenas de ligações ferroviárias, entre Intercidades e Alfa-Pendulares, serão suprimidas nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1 de janeiro de 2019, à semelhança de anos anteriores, devido à fraca …

Catalães devem seguir a via eslovena e estar "dispostos a tudo" para alcançar independência

Quim Torra disse este sábado que os catalães devem seguir o exemplo do processo de independência da Eslovénia e estar "dispostos a tudo". O presidente do governo regional da Catalunha, Quim Torra, disse este sábado que …

"Injustiça fiscal." Governo rejeita alterar IRS para salários de anos anteriores

O Governo recusou aceitar uma recomendação da Provedora de Justiça que pedia ao Executivo para atualizar o regime de IRS para rendimentos relativos a anos anteriores. No início de outubro, a Provedora da Justiça escreveu a …

Oito anos depois, pensionistas recebem subsídio de Natal por inteiro

Oito anos depois, os pensionistas recebem esta segunda-feira o subsídio de Natal por inteiro, sem cortes e no mês de dezembro. A maioria dos pensionistas da Segurança Social começa esta segunda-feira a receber a pensão de …

Carlos Ghosn, ex-presidente da Renault-Nissan, acusado por ocultar rendimentos

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o ex-presidente da Nissan de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. De acordo com a agência Kyodo e o canal público NHK, o Ministério Público responsabiliza …

Casa onde Sócrates vive "pagou" salinas em Angola

O apartamento de luxo onde José Sócrates está a residir na Ericeira foi uma "dação em pagamento" de um empresário angolano ao primo do ex-primeiro-ministro, José Paulo Pinto de Sousa, que é suspeito de ser …

Caso Galpgate. Três ex-secretários de Estado não vão a julgamento

Os três secretários de Estado que se demitiram no ano passado na sequência do caso dos convites para assistirem a jogos de futebol do Euro 2016 em França não vão a julgamento. Os ex-governantes e outros …