Condado chinês proíbe crianças tibetanas de frequentarem aulas nos mosteiros

Um condado na província de Qinghai, oeste da China, e vizinho da Região Autónoma do Tibete, proibiu as crianças tibetanas de participarem de aulas realizadas em mosteiros locais, informou a Human Rights Watch (HRW).

A proibição, publicada oficialmente no mês passado, “viola uma longa lista de direitos básicos, da educação à cultura”, lamentou a diretora da HRW para a China, Sophie Richardson.

“Evitar que as crianças tibetanas tenham contacto com monges e mosteiros alimentará apenas o receio dos tibetanos de que a China está a tentar abafar cada vez mais a sua cultura e religião”, acrescentou a responsável da organização não-governamental.

A mesma nota garante que as aulas informais, ministradas por monges, tornaram-se populares nas áreas habitadas por tibetanos durante as férias escolares, especialmente para a aprendizagem da língua tibetana, que “é cada vez menos usada no ensino público”.

As autoridades do condado de Nangchen proibiram as aulas, em dezembro de 2018, descrevendo-as como “infiltração ideológica entre os jovens”, “perigosas” e “nocivas”.

Pediram também às autoridades locais que administram os mosteiros que “entendam a natureza prejudicial dos mosteiros que operam escolas” e os impeçam de fazê-lo, chegando ao ponto de expulsar os monges que organizaram aquelas sessões de estudo.

Segundo a HRW, estes tipos de proibições não tinham sido aplicadas fora do Tibete até à data. O regime chinês suspeita que, com aquelas aulas, os monges tentam incutir ideias religiosas ou nacionalistas tibetanas às crianças.

“Tratar as sessões de estudo voluntário nos feriados ou visitas familiares aos templos como algo perigoso reflete a hostilidade de Pequim aos direitos dos tibetanos. Essa é a verdadeira ameaça para os tibetanos e outras minorias religiosas na China”, afirmou Richardson.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Bebés alimentados por biberões ingerem milhões de micro plásticos por dia, sugere estudo

Um novo estudo vem agora alertar para os perigos da puericultura moderna. De acordo com a pesquisa, os bebés que são alimentados com biberões engolem milhões de partículas de micro plástico por dia. Normalmente os biberões …

Cortaram a água nas instalações da Tesla na Alemanha. Havia contas por pagar

A empresa pública alemã WSE cortou (e já restabeleceu) o fornecimento de água nas instalações da Tesla em Grünheide, onde nascerá a primeira gigafactory europeia da empresa, devido à falta de pagamento das contas. Na semana …

Trabalhadores remotos estão a encher pequenas cidades (que agora têm os problemas das grandes)

A pandemia de covid-19 está a levar a um novo fenómeno: a migração para "comunidades de passagem" - pequenas cidades próximas a grandes terras e estações de esqui - à medida que mais pessoas começam …

EUA vão retirar Sudão da "lista negra" de países apoiantes do terrorismo

O Sudão vai ser retirado da lista de países apoiantes do terrorismo, anunciou na segunda-feira o Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, numa medida que permitirá ao país africano voltar a ter acesso a …

Trump testou positivo à covid-19 e Fauci não ficou nada surpreendido

Anthony Fauci, o principal especialista norte-americano em doenças infeciosas, revelou esta semana que não ficou nada surpreendido com o facto de o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ter testado positivo à covid-19.  Em entrevista ao …

Benfica castigado com um jogo de interdição da Luz

O Benfica foi punido com um jogo de interdição do Estádio da Luz e uma multa de 10.200 euros pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), por apoio a claques não …

Homem muda a matrícula do carro para ficar "invisível", mas acaba com multas pendentes de 12 mil dólares

Um especialista em segurança cibernética norte-americano, conhecido como Droogie, trocou a matrícula do seu carro e pôs em prática um plano para tentar tornar o veículo indetetável nos leitores de matrículas e sistemas de bilhetes. …

Fenprof diz que já são mais de 330 as escolas com casos positivos

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) anunciou que já são mais de 330 as escolas em que confirmou existirem casos de covid-19 e acusou o Ministério da Educação de “esconder informação” solicitada a este propósito. Os …

Boeing 737 Max novamente seguro para voar, diz regulador europeu

O 737 Max da Boeing, avião suspenso desde março de 2019 devido a dois acidentes que resultaram na morte de 346 pessoas, é novamente seguro para voar, afirmou o diretor executivo da Agência Europeia para …

Nenhum deputado quis fazer o parecer sobre lei da Stayaway Covid

A comissão de Assuntos Constitucionais viveu esta terça-feira momentos de boa disposição quando nenhum deputado se voluntariou para fazer um parecer sobre a proposta de lei do Governo para tornar obrigatória a aplicação Stayaway Covid. Apesar …