China vai levar água ao deserto com o túnel mais longo do mundo

Um túnel de mil quilómetros na China, que se transformaria no mais longo do mundo, levará água do Tibete até o deserto de Taklimakan, em Xinjiang, caso se concretize o projeto no qual trabalham já actualmente engenheiros do país.

Segundo revelou esta segunda-feira o South China Morning Post, a obra de engenharia transportará a água do rio Bramaputra até ao deserto de Taklimakan, que ocupa uma superfície de 270.000 quilómetros quadrados.

Uma vez construído, o túnel, com 1000 quilómetros, superará amplamente o aqueduto subterrâneo de Nova Iorque, nos Estados Unidos, actualmente o mais longo do mundo, com 137 quilómetros de extensão.

Na China, o túnel que detém actualmente o recorde tem 85 quilómetros e encontra-se na província de Liaoning, na fronteira com a Coreia do Norte. No mês de agosto, no entanto, o governo iniciou a construção de um outro túnel, em Yunnan, no sul do país, que medirá 600 km e estará concluído dentro de 8 anos.

Este último túnel, suficientemente largo para permitir a circulação de dois comboios de alta velocidade e que atravessará montanhas a milhares de metros acima do nível do mar, servirá de teste para a tecnologia, métodos de engenharia e infraestrutura necessária para à construção do futuro túnel que unirá o Tibete e Xinjiang.

O planalto do Tibete impede que a chuva de monção chegue a Xinjiang, isolada ao norte pelo deserto de Gobi e ao sul pelo de Taklimakan, o que deixa 90% da região sem condições para acolher a vida humana.

aftab / Flickr

O deserto de Taklamakan, na China, tem 270.000 km2 de extensão

A primeira vez que se cogitou a possibilidade de levar água do Tibete até Xinjiang foi durante a dinastia Qing, no século XIX, mas a ideia nunca saiu do campo das hipóteses devido aos enormes custos do projecto, o desafio que representa em termos de engenharia, o possível impacto ambiental e os potenciais protestos dos países vizinhos.

“O projecto de canalização de água em Yunnan junta cérebro, músculo e ferramentas para construir túneis extremamente longos em terrenos hostis”, o que dará confiança às autoridades para aprovar o de Xinjiang, explicou um investigador da Academia Chinesa de Ciências ao jornal chinês.

Tanta o planalto de Yunnan como a do Tibete são zonas propensas a sofrer terremotos e contam com muitas falhas tectónicas ativas.

// EFE

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Era o que nós precisávamos por cá com muitíssimo menos túneis conseguiríamos transportar água do norte do país quando esta corre em excesso e provoca inundações e acumulá-la em albufeiras a sul do Tejo para a utilizar em anos de seca mas infelizmente andamos sempre atrasados no tempo.

RESPONDER

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …

Se recebeu uma chamada da Tunísia, não devolva. É fraude

Clientes de várias operadoras nacionais têm recebido, nas últimas semanas, um "anormal" volume de chamadas internacionais. As operadoras suspeitam de fraude. Segundo o Jornal de Notícias, várias pessoas têm recebido chamadas de u número internacional que …

FMI avisa que vêm aí "tempos sombrios" e que "todos vão sofrer"

Kristalina Georgieva, chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), avisou que os próximos tempos serão sombrios e que todos irão sofrer. Numa introdução às reuniões da primavera do FMI e do Banco Mundial, que decorrem entre 14 …

Merkel pede paciência: situação continua "frágil"

Angela Merkel pediu paciência aos alemães e admitiu que "não será necessário" impor no país medidas mais rigorosas de confinamento. A chanceler alemã, Angela Merkel, apelou esta quinta-feira à paciência dos alemães, num momento de crescente …

Detido bilionário chinês que criticou Presidente Xi Jinping. Estava desaparecido há um mês

O bilionário chinês Ren Zhiqiang que criticou a forma como Presidente da China, Xi Jinping, lidou com a pandemia, está sob custódia das autoridades chinesas devido a uma investigação em que é o principal suspeito. …

Bloqueio dos coronabonds pela Holanda é "irresponsável"

Jean-Claude Juncker, antigo presidente da Comissão Europeia, considera que o bloqueio pela Holanda do uso do Mecanismo Europeu de Estabilidade é "irresponsável". O antigo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, considerou esta quinta-feira “irresponsável” o bloqueio …

Creche recusou receber filho de enfermeira por falta de funcionários. Meteram baixa

A creche e pré-escolar "Voar mais alto", em Setúbal, recusou receber uma criança de três anos, filha de uma enfermeira, por falta de funcionários. A notícia é avançada esta quinta-feira pelo Observador que adianta que as …