Cheques que Trump exigiu assinar enviados a pessoas que já morreram

Erik S. Lesser / EPA

Os cheques de estímulo financeiro, que Donald Trump exigiu que tivessem o seu nome, estão a ser enviados a pessoas que já morreram.

Em entrevista ao Wall Street Journal, o Secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, admitiu que os cheques de estímulo financeiro do Governo estão a ser enviados para pessoas que já morreram.

“Estamos a verificar as nossas bases de dados, mas pode haver um cenário em que nos falhou alguma coisa, por isso sim, os herdeiros devem devolver esse dinheiro. Não é suposto ficarem com esse pagamento”, afirmou.

Segundo o semanário Expresso, os relatos começaram a surgir, há mais de uma semana, nas redes sociais. “O meu avô recebeu o cheque antes de os meus pais receberem. O meu avô morreu no ano passado”, cita o jornal.

Recorde-se que estes cheques foram alvo de polémica, uma vez que o Presidente norte-americano exigiu que o seu nome aparecesse neles, algo inédito na história do país e que terá atrasado os pagamentos. A exigência deu aso a muitas críticas, com muitos a considerar que Trump fez um aproveitamento político de um departamento do Estado.

Para evitar que esta situação se repita, Chuck Schumer, porta-voz dos democratas no Senado, já adiantou que vai submeter a votação um diploma para “pôr fim à exploração presidencial do dinheiro dos contribuintes para fins de promoção que só beneficiam a sua campanha para a reeleição”, cita o semanário.

Se for aprovado, o diploma irá proibir que o nome do Presidente ou do seu vice apareçam em pacotes de ajuda federal. No entanto, os democratas têm algumas dificuldades, uma vez que estão em minoria no Senado.

Trump não vai renovar diretrizes sobre distanciamento

O Governo considera que esta orientação de prudência, emitida há 45 dias, foi integrada nas recomendações dadas pelos estados sobre a forma como podem começar a aliviar gradualmente as restrições e reabrir as suas economias.

Estas diretivas vão desaparecer porque os governadores estão agora a fazê-lo”, disse Trump aos jornalistas na Casa Branca, aquando da reunião desta quarta-feira com o governador democrata pelo estado do Luisiana, John Bel Edwards.

A economia dos EUA contraiu-se 4,8% primeiro trimestre em termos anuais, um indicador que é precursor dos relatórios sombrios que se aguardam neste verão, uma vez que a pandemia de covid-19 levou ao encerramento de grande parte do país e provocou uma grave recessão.

Trump falou com confiança dos governadores que lideram a retoma nos seus estados, mas a fase de transição não está a correr bem em todas as regiões do país.

“Eu queria dar-lhe os parabéns”, disse Trump a Edwards, elogiando o governador pelo trabalho que fez em Nova Orleães, uma das zonas mais afetadas pelo novo coronavírus.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (59.446) e mais casos de infeção confirmados (mais de um milhão).

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Noiva de Khashoggi processa príncipe herdeiro saudita

Hatice Cengiz, noiva de Jamal Khashoggi, colocou um processo contra o príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman e outros alegados mentores do assassínio. A noiva do jornalista Jamal Khashoggi, assassinado na Turquia em outubro de …

Papa Francisco defende pela primeira vez uniões de facto para casais homossexuais

O Papa Francisco defendeu a regulação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, afirmando que os homossexuais têm direito a constituir família. "Homossexuais têm o direito de constituir família. São filhos de Deus", defendeu o …

“Uma desgraça completa”. Ex-ministro do PSD arrasa atuação do Ministério da Saúde no combate à pandemia

O antigo governante do PSD Fernando Leal da Costa acusou esta quarta-feira o Ministério da Saúde de “falta de liderança” na gestão da pandemia de covid-19, e falou até de “uma desgraça completa” do ponto …

Ministro defende que investimento nas Forças Armadas “é tão relevante” como na saúde

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, destacou o papel das Forças Armadas no combate à pandemia de covid-19 e defendeu que o investimento público nesta área “é tão relevante” quanto na saúde ou …

Giro. João "Rosa" Almeida segura liderança da geral

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) manteve esta quarta-feira a liderança da Volta a Itália em bicicleta, numa 17.ª etapa ganha pelo australiano Ben O'Connor (NTT). O'Connor, de 24 anos, cumpriu os 203 quilómetros entre Bassano del …

Investimento público atinge máximo de uma década em 2021

Dados do relatório do Orçamento do Estado mostram que o Governo conta terminar 2020 com um investimento público de 4.884 milhões de euros (75 milhões de euros a menos do que a previsão do Orçamento …

Audições urgentes pedidas pelo PS sobre StayAway Covid são por escrito ou em dezembro

O Parlamento aprovou, esta terça-feira, a audição de entidades e personalidades sobre a obrigatoriedade da aplicação Stayaway Covid, proposta pelo PS, "com caráter de urgência", por escrito ou em dezembro, após o debate do Orçamento …

Taxa de nascimentos de linces no Vale do Guadiana é a mais alta da Península Ibérica

A taxa de nascimentos na população de linces ibéricos no Vale do Guadiana é a mais elevada da Península Ibérica, segundo os resultados dos censos 2019 divulgados hoje pelo Instituto da Conservação da Natureza e …

Pai de aluna teria ligações ao assassino do professor decapitado em França

Os investigadores encontraram uma possível ligação entre o assassino do professor francês Samuel Paty, decapitado em Paris, e o pai de uma aluna. Em declarações à AFP, citadas pelo Diário de Notícias, uma fonte próxima do …

Nove anos de prisão efetiva para a mãe que abandonou bebé no contentor do lixo

A mulher que abandonou o filho recém-nascido num caixote do lixo na zona de Santa Apolónia, em Lisboa, em novembro de 2019, foi esta quarta-feira condenada a nove anos de prisão efetiva, por tentativa de …