Chefe do Exército deu informação errada ao Parlamento sobre Tancos

Miguel A. Lopes / Lusa

O chefe de Estado Maior General das Forças Armadas, general Rovisco Duarte

O general Rovisco Duarte, Chefe de Estado-Maior do Exército (CEME), facultou informação errada aos deputados da Comissão de Defesa Nacional (CDN), a propósito do processo de Tancos, no âmbito da investigação à discrepância entre a lista do material de guerra roubado e aquele que foi recuperado.

Diário de Notícias (DN) avança que o CEME disse aos deputados que a Polícia Judiciária (PJ) só fez o “auto de apreensão” do material de guerra em Junho de 2018, ou seja, oito meses depois de este ter sido recuperado pela Polícia Judiciária Militar (PJM), a 18 de Outubro de 2017.

Esta informação prestada por Rovisco Duarte na CDN acabou por “descredibilizar a acção” do Ministério Público (MP), como referem fontes da investigação ao DN.

“Se a PJ só fez o auto em Junho, como poderia o MP ter identificado uma discrepância em Março?”, afiançam estas fontes.

As informações prestadas por Rovisco Duarte demonstram, como destacam essas fontes, que “o CEME ou não estava bem informado ou, igualmente grave, foi intencional para desvalorizar a discrepância”.

O DN cita também fontes judiciais que acompanham o processo que asseguram que o auto de apreensão do material de guerra, que foi recuperado na Chamusca após uma chamada anónima, terá sido feito logo depois da sua detecção pela PJM, em Outubro de 2017.

Em Junho de 2018, há um segundo auto da PJ sobre os “caixotes e embalagens onde o material de guerra estava acondicionado”, para “efeitos de recolha de provas” como “impressões digitais” e “vestígios para análise forense”, referem as ditas fontes ao DN.

Essa recuperação do material furtado está a ser alvo de uma outra investigação por suspeitas de que foi encenada entre a PJM e o ladrão, um ex-militar referenciado como traficante de drogas e armas.

O gabinete de Rovisco Duarte desmentiu, em nota ao DN, que este tenha dado “qualquer informação errada aos Senhores Deputados”, sem apontar mais esclarecimentos.

Uma fonte da CDN admite ao DN que pode ter sido “um lapso” ou que o CEME pode ter “recebido essa informação errada de subalternos”, frisando contudo que “não deixa de ser preocupante que, tendo em conta o que estava em causa, um Chefe de Estado-Maior não consiga garantir informação rigorosa no Parlamento”.

Também o deputado Marco António Costa, do PSD, que preside à CDN, refere ao DN que pode “ter havido um lapso”.

Já o deputado Jorge Machado, do PCP, fala na eventualidade de um “simples equívoco, sem relevância no que era realmente importante esclarecer nessa audição – e que ficou por esclarecer – que era saber se havia mais material que não tinha sido recuperado, além das munições de 9 mm”.

Para João Rebelo, deputado do CDS, é “estranho”, mas “ainda está por saber se o CEME também disse a verdade quando invocou o segredo de justiça para negar aos deputados a lista do material recuperado”, salienta.

ZAP //

PARTILHAR

18 COMENTÁRIOS

  1. Andor!
    Já devia ter sido demitido desde que se soube do furto em Tancos!
    O pior é não fez nada e ainda anda a brincar com o parlamento/portugueses!!

  2. O general Rovisco Duarte não é um subalterno de Marcelo que ostenta o cargo de Chefe Supremo das FA ? Marcelo aceita que este general continue em funções ? Ou anda ocupado com as selfies ?
    Não creio que o ministro da Defesa o demita, porque ele mesmo precisa ser demitido.
    Isto é que vai uma bananada nesta república das bananas !

        • Mas o que está em causa aconteceu agora com Marcelo como Comandante Supremo das Forças Armadas, não foi com os outros.
          Em vez de andar a tirar selfies devia era tratar do que lhe compete. É para isso que é pago

          • Certo, mas a competência para gerir esta situação não é directamente do PR, mas sim do Ministro da Defesa.
            Só passa para o PR em ultimo caso e, ele estará a evitar que a situação chegue a extremos.

            • Como chefe supremo das forças armadas tem a obrigação de se impor. Quando foi da ministra da Administração Interna, fê-lo, e isto é gavíssimo e da área direta de competência. É no mínimo questionável o comportamento deste SUJEITO, porque Portugal está já a ser alvo de chacota.

  3. Eu sempre tenho dito que no final da comédia toda quem vai ser culpado será o básico lá da Base aquando de uma operação de limpeza aos paióis.

  4. O general Rovisco é um lambe botas e um oprtunista. Fora com ele.
    E o general Xavier, presidente do IASFA, que nem sequer sabe a quem aluga as casas é outro incompetente. Fora com ele também.

    Generais? nem Sargentos deviam ser.

  5. o bananada és mesmo banana, acorda pelo menos deves ter 80 anos, ainda te asgarras a amizades esqueçe os tempos mudaram nova geração novos mundos, fora com eles os mentirosos, e tua acorda ao menos para os teus netos terem um melhor futuro,,, banana

RESPONDER

Itália volta a disputar a fronteira do Monte Branco com França

Depois das autoridades francesas imporem medidas restritivas que afetaram o território italiano, o país reacendeu uma disputa antiga com França. Em causa estão os direitos de fronteira do Monte Branco. Luigi Di Maio, ministro das Relações …

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …