Despacho do DIAP indica que chamar “filho da puta” a um polícia é “grito de revolta”

Tiago Petinga / Lusa

Chamar “filho da puta” a um agente da autoridade pode ser considerado um “grito de revolta”. Desferir um murro num polícia pode ser uma forma de “defesa da força física exercida pelo agente policial”.

Estas conclusões estão escritas num despacho do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Amadora, concluído em janeiro, que determinou o arquivamento de uma queixa de agressões contra agentes da PSP, noticiou na terça-feira o Diário de Notícias.

Um excerto deste despacho, assinado por uma magistrada, está a incendiar as redes sociais, principalmente as páginas ligadas a polícias, mas também a provocar um profundo mal-estar no própria hierarquia do Ministério Público (MP) daquela comarca.

O caso investigado teve lugar em maio do ano passado, tendo dois homens sido denunciados pela PSP e indiciados por crimes de injúria agravada e de ofensa à integridade física qualificada.

Segundo o MP, os dois arguidos estavam alcoolizados no Bingo da Amadora, “a falar alto e de ânimos exaltados”, situação que se agravou quando um jogador que estava presente os mandou calar. Uma discussão estalou e a PSP foi chamada ao local, tendo sido destacados agentes da Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial da Divisão da Amadora.

Na presença da polícia, “os arguidos ficaram ainda mais exaltados”, principalmente porque “as autoridades apenas os quiseram encaminhar a eles para o exterior e nada fizeram em relação ao terceiro indivíduo que os tinha mandado calar”, é sublinhado no despacho.

De acordo com testemunhas no local, os homens resistiram a ser expulsos e a polícia empurrou-os para o chão para os conseguir algemar.

Foi então que um deles “chegou a verbalizar a expressão ‘filho da puta'” para o agente que o agarrava. Para a procuradora do DIAP responsável por este inquérito “estas palavras só por si e no exato contexto factual em que foram proferidas, não têm o animus de ofender quem quer que seja, funcionado antes como um ‘grito de revolta’, uma manifestação de exaltação e indignação”.

Quanto à “alegada agressão” (um murro no peito) de que foi vítima, nessa altura, um dos agentes, a magistrada entendeu que “atentas às circunstâncias concretas em que o arguido desferiu o murro, fê-lo num contexto em que se queria defender da própria força física exercida pelo agente policial e não com o intuito de lesar o corpo e/ou a saúde deste”.

Ainda houve oportunidade para mais um “filho da puta não faças isso” da parte do arguido para o polícia, expressão que, mais uma vez, a procuradora entendeu que “não deve ser aferida por si só, mas no contexto factual em que foi proferida e, in casu, não foi acompanhada de animus ofensivo, funcionando apenas como um ‘grito de revolta’, uma manifestação de exaltação e indignação relativamente ao facto de ver as autoridades exercerem força física sobre o seu amigo”.

O Diário de Notícias solicitou esclarecimentos sobre o caso à Procuradora Coordenadora do MP da Comarca de Lisboa Oeste, Luísa Verdasca Sobral, a que pertence o DIAP da Amadora, mas ainda não obteve resposta.

Este caso não é passível de recurso, mas pode ser reaberto caso surjam novos elementos de prova. Fontes judiciais confirmaram ao jornal diário que este despacho “está a provocar mal-estar na hierarquia” e adiantaram situações como a não inquirição de todas as testemunhas, como pode ser este o caso.

Um dos arguidos é de nacionalidade russa e não foi encontrado para ser inquirido. De acordo com a investigação terá sido este o autor da maior parte das injúrias e agressões, tendo o amigo tentado apenas impedir a detenção. Acabou também algemado e detido.

Taísa Pagno TP, ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Não, não é grito de revolta. É falta de educação e de respeito pela autoridade. Correm o risco de, quando um dia precisarem de a ter do vosso lado, ela não estar lá.

  2. Acho que está correcta a interpretação da magistrada, no entanto podem é ser condenados por desobediência à autoridade.

  3. Se é um grito de revolta, essa magistrada é uma grande “filha da pvt@”!!
    Espero que os polícias agredidos lhe tenham demonstrado essa “revolta” na cara!…

  4. É manifestamente un insulto a um Agente de Autoridade, imperdoável !!…… Com uma condenação como esta , é uma porta aberta para o total desrespeito por quem tem por missão de manter a ordem e a segurança de todos nós. Esperamos que a Sra. coordenadora, um Dia não seja igualmente insultada no exercício da sua função, para ver como ira considerar um “F.D.P”dirigida a si própria !

RESPONDER

Rio Ave 0 - 2 Sporting | Leão invicto com uma garra no “caneco”

O Sporting registou o 31º jogo consecutivo sem perder na Liga NOS. Na visita ao Rio Ave, os “leões” venceram o Rio Ave por 2-0 e estão muito perto de conquistar o ceptro de campeões …

Taylor's lança vinho do Porto produzido na vindima de 1896 (e custa uma pequena fortuna)

A Taylor's vai lançar um "raro" vinho do Porto produzido na vindima de 1896, na Região Demarcada do Douro, e que tem uma edição limitada de 1.700 decantadores de cristal, embalados numa luxuosa caixa de …

"Este calendário pode ser muito mais perigoso do que finalizar o campeonato"

Dois treinadores de equipas femininas de andebol analisaram a sucessão de jornadas duplas em fins-de-semana consecutivos. Diogo Guerra avisa: "Este calendário é uma irresponsabilidade enorme. Só espero que ninguém se aleije". A primeira divisão nacional feminina …

Mulher dá à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as ecografias

Uma mulher de 25 anos deu à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as várias ecografias realizadas ao longo da gravidez. O caso aconteceu no Mali. Este está a ser considerado um recorde mundial …

Andrea Bocelli dá dois concertos em Coimbra em 25 e 26 de junho

O tenor italiano Andrea Bocelli vai atuar no Estádio Cidade de Coimbra em 25 e 26 de junho, em dois concertos que contam com a participação da fadista Mariza. "Em cumprimento das normas de segurança e …

Califórnia vai ter o maior sistema de armazenamento de energia não hidrelétrica do mundo

A empresa canadiana Hydrostor, que fornece soluções de armazenamento de energia de longa duração, revelou esta semana que irá desenvolver 1.000 MW de CAES na Califórnia, de acordo com um comunicado. O CAES é um tipo …

Seis anos e mil milhões de links depois, cientistas concluem que a Internet está a crescer (e a encolher)

Uma equipa de investigadores analisou mil milhões de links ao longo de seis anos e concluiu que a Internet está tanto a crescer como a encolher. O mundo online está em constante expansão — sempre agregando …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Dinheiro e refeições grátis. A Sérvia vai recompensar os cidadãos que forem vacinados

O Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou esta quarta-feira que serão pagos 25 euros aos cidadãos já vacinados contra a covid-19 e aos que se vão vacinar até final de maio, uma iniciativa original no …

Ivã, o (não tão) Terrível. Aliado de Putin reescreve história para reabilitar reputação do primeiro czar da Rússia

Segundo um alto funcionário russo, Ivã, o Terrível, não era terrível e a sua reputação de tirano cruel é o resultado de uma campanha de difamação realizada pelo Ocidente no século XVI. Nikolai Patrushev, o poderoso …