Caixa Geral de Depósitos perdeu 62,5 milhões de euros com o Grupo Lena

Paulo Cunha / Lusa

Joaquim Barroca (à esquerda) com José Sócrates em 2010

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) perdeu 62,5 milhões de euros com os créditos concedidos ao Grupo Lena, revelou a auditoria da Ernst & Young à Caixa, evidenciando o Grupo Lena como um dos grandes devedores do banco público. 

De acordo com o Correio da Manhã, a CGD registou o prejuízo com os empréstimos atribuídos a duas empresas do Grupo Lena: a Always Special, empresa da família Barroca Rodrigues que controla este grupo empresarial, e a Lena Construções. Joaquim Barroca, administrador da Always Special, é um dos 28 arguidos na Operação Marquês, na qual foi acusado do crime de corrupção.

A CGD já assumiu, segundo a auditoria, a imparidade total do crédito de 44,3 milhões de euros concedido à Always Special. Quanto ao empréstimo de 48,7 milhões de euros atribuído à Lena Construções, o banco do Estado assumiu uma imparidade superior a 18,2 milhões de euros, correspondente a 37,5%.

Entende-se por imparidade de um crédito quando a sua quantia recuperável é inferior à quantia que foi escriturada. Noutras palavras, trata-se de perda reconhecida no crédito. De acordo com as normas da Contabilidade, este conceito aplica-se, por exemplo, no cálculo do valor pelo qual um determinado activo deve estar escriturado.

Questionado pelo matutino sobre a dívida da Always Special, fonte oficial do Grupo Lena esclareceu que “a empresa referida é a holding familiar que detém o Grupo”. E adiantou: “O crédito em causa foi exclusivamente para financiar a atividade do Grupo. Conhecem-se as circunstâncias que determinaram os problemas do setor e do Grupo, sendo certo que o Grupo está, como sempre esteve, empenhado em resolver a situação”, escreve o Correio da Manhã na edição desta segunda-feira.

Entre 2018 e 2020, a Always Special tem como administradores, segundo o Portal da Justiça, os irmãos António Barroca Rodrigues e Joaquim Barroca Rodrigues. Os acionistas da Always Special serão António Barroca e Joaquim Barroca, ambos com cerca de 40% cada do capital social, e Fátima Barroca Rodrigues, que terá a restante parte do capital.

Nos autos da Operação Marquês, recorda o matutino, refere-se que o Grupo Lena é dominado, desde 2006, pela Always Special.

Na Operação Marquês, o Grupo Lena foi acusado de ter pagado a José Sócrates alegadas luvas de 9,7 milhões de euros, em troca de contratos de obras com o Estado. O grupo fez vários contratos com a Parque Escolar.

Os alegados subornos terão sido pagos ao antigo primeiro-ministro, através de Joaquim Barroca, em contas na Suíça, entre 2007 e 2008.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Cada um gama o que pode. É a política do país. Eu não sei roubar sou pobre. Os que sabem, escondem os milhões e vivem felizes para sempre (descendência incluída). O que vou fazer? Votar não adianta e protestar também não. Talvez criar um grupo de justiça paralela e cortar cabeças durante a noite, enquanto dormem.

  2. Estes ladrões roubaram, continuam a roubar… e NADA lhes acontece. Deviam de ficar SEM NADA p/ que não fizessem mais deste tipo de ladroagem. Os portugueses que trabalham é que pagam e repagam a esta gentalha. A justiça está toda comprada (a que não está é encostada porque não lhes interessa – e o caso do Alexandre!). Esta tudo feita p/ continuar a tramar os portugueses. GENTALHA são piores que os Vermes

RESPONDER

Médicos alertam: técnica de tapar a boca com fita-cola para dormir melhor é perigosa

Chama-se "buteyko" e consiste em encontrar formas de respirar melhor pelo nariz, entre as quais fechar a boca enquanto dormimos. A tendência está a gerar um debate entre os médicos, que consideram esta técnica perigosa. Foi …

Incentivos financeiros ajudam pessoas a deixar de fumar

Fumar mata um em cada dois fumadores ávidos, mas desistir leva a grandes melhorias na saúde, aumento da esperança de vida e poupança de custos com cuidados de saúde. Pagar às pessoas para pararem de …

Há uma coisa simples que podemos fazer para combater as alterações climáticas: falar sobre o problema

A preocupação com as alterações climáticas pode ser muitas vezes um fardo solitário, mas a verdade é que não precisa de ser assim. De acordo com um novo estudo, simplesmente falar sobre o assunto com …

Em busca das duas princesas alemãs. Vaticano analisa ossários após encontrar túmulos vazios

Os trabalhos começaram esta manhã no cemitério que fica dentro das muralhas do Vaticano e foram analisados os restos dos dois ossários, explicou o porta-voz interino da Santa Sé, Alessando Gisotti. Os ossários estavam perto dos …

Miguel Pinto Lisboa é o novo presidente do Vitória de Guimarães

Miguel Pinto Lisboa foi eleito, este sábado, o novo presidente do Vitória de Guimarães, avança a imprensa portuguesa. Os números ainda não são oficiais, mas as primeiras projeções indicam que o candidato de 47 anos da …

Incêndios em Castelo Branco e Santarém. Há quatro bombeiros feridos, um em estado grave

Dois incêndios em Castelo Branco estão a mobilizar mais de 500 operacionais e 15 meios aéreos. Há estradas cortadas e aldeias evacuadas. Dois incêndios em povoamento florestal, todos no distrito de Castelo Branco, um no município …

"É contra a vontade de Deus". Família que se recusou a pagar impostos é condenada na Austrália

Uma família cristã australiana recusou-se a pagar impostos, alegando que é "contra a vontade de Deus". Em tribunal, o juiz obrigou a pagar 1,3 milhões de euros. Em 2017, na Tasmânia, uma família cristã não pagou …

David guardou uma pedra durante anos pensando que era ouro. Afinal, era bem mais raro que isso

Em 2015, David Hole estava a explorar Maryborough Regional Park, perto de Melbourne, na Austrália. Com um detetor de metais, descobriu algo fora do comum: uma rocha avermelhada muito pesada que repousava em argila amarela. Maryborough …

Quadro roubado por soldado nazi é devolvido a museu de Florença

O quadro de natureza-morta tinha sido roubado do museu por um soldado nazi como um presente para a sua esposa. Agora, o quadro foi devolvido ao museu pelos alemães. Um soldado nazi em retirada de Itália …

Um segundo. Foi o tempo que a Inteligência Artificial precisou para resolver um cubo mágico

Investigadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, desenvolveram o DeepCubeA, um algoritmo capaz de resolver o desafio do Cubo de Rubik em pouco mais do que um segundo.  De acordo com a equipa de investigadores …