“Centeno é no Eurogrupo o que a geringonça não o deixou ser em Portugal”

GUE/NGL / Flickr

A eurodeputada Marisa Matias, do Bloco de Esquerda (BE)

Marisa Matias afirmou, em entrevista ao Jornal de Negócios, que se não fosse a geringonça, Mário Centeno seria como ministro das Finanças aquilo que representa enquanto líder do Eurogrupo.

Em entrevista ao Jornal de Negócios esta terça-feira, Marisa Matias afirmou que os últimos quatro anos de geringonça serviram, nem que seja, para controlar Mário Centeno e evitar que o presidente do Eurogrupo se substituísse ao ministro das Finanças português.

“Centeno à frente do Eurogrupo tem tido espaço para dar asas ao que teria sido o seu verdadeiro programa económico em Portugal se não houvesse a geringonça. Provavelmente, está mais confortável como presidente do Eurogrupo do que como ministro das Finanças, onde está condicionado pelo programa resultante do acordo parlamentar”, atirou a cabeça de lista do Bloco de Esquerda às europeias.

Durante a entrevista, Marisa Matias chegou mesmo a destacar a “contradição profunda, e provavelmente insanável”, entre Mário Centeno ministro das Finanças de Portugal, “que tem de responder a um acordo parlamentar”, e o Centeno presidente do Eurogrupo.

Além disso, e apesar dos último quatro anos de proximidade com o Governo do PS, Matias sublinhou que o Bloco de Esquerda continua a defender uma “solução multilateral” da dívida, isto é, a reestruturação da dívida continua uma carta do baralho.

“Muito mais de metade dos países da zona euro tem dívidas acima dos 60% inscritos no tratado orçamental e isso mostra que há um problema de fundo e que alguma coisa não está a funcionar”, começou por dizer a bloquista.

“A dívida não é só resultado do que nos tentaram convencer – padrões de consumo individuais ou com investimento público –, é sobretudo resultado de fatores de dependência externa de Portugal. Temos trabalhado com propostas para limitar esses fatores, em particular no setor energético. O Bloco defende um acordo para uma renegociação multilateral das dívidas públicas“, afirmou.

Para a cabeça de lista do Bloco às eleições europeias, é “inevitável” que a União Europeia avance neste sentido.

É insustentável manter estes níveis de divergência macroeconómica. Nos últimos 20 anos, e com as fragilidades da arquitetura do euro, essa fragilidade agravou-se. Se não começarmos a dirigir-nos aos problemas essenciais, eles caem-nos em cima. O que parece impossível num dado momento torna-se inevitável no momento a seguir”, concluiu.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Esta agora quer pretender fazer acreditar que por cá o Centeno fez bom trabalho graças à camarilha de extremistas que apoiam o governo e que por lá anda à rédea solta pelo meio um grupo de outra ideologia, é pena não ver os podres que se vão criando por cá logo a começar na saúde passando por outros sectores da sociedade, o que andará ela por lá a fazer?

Novo estudo associa o burnout a uma consequência fatal

Uma nova investigação associa o burnout a um aumento de até 20% no risco de desenvolver fibrilhação auricular, a arritmia crónica mais frequente. O burnout é uma perturbação psicológica causada pelo stress excessivo devido a uma …

Pinto da Costa diz ter total confiança em Sérgio Conceição

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, garantiu que tem "total confiança nos jogadores e no treinador", Sérgio Conceição, que no sábado colocou o lugar à disposição, de acordo com a newsletter oficial dos …

Isabel dos Santos utilizou três identidades para entrar e sair de Portugal

A empresária angola Isabel dos Santos utilizou três documentos de identificação distintos durante as últimas viagens que fez entre Portugal e o Reino Unido. "Izabel Dosovna Kukanova", "Isabel José dos Santos" e "Santos Isabel" foram as …

Voar nunca foi tão seguro, garante a Estatística

Voar em companhias áreas comerciais nunca foi tão seguro, garante um estudo levado a cabo por um professor do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) que monitoriza o número de mortes de passageiros de todo o …

Coronavírus já provocou 56 mortes. China começa a desenvolver vacina

China começou a desenvolver uma vacina contra o novo coronavírus, que já provocou a morte a 56 pessoas e infetou 1.975 pessoas no país, informa este domingo o jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). De …

Portugueses vencem "Óscares" de animação em Los Angeles

O filme “Tio Tomás, A Contabilidade dos Dias” da realizadora portuguesa Regina Pessoa, venceu este domingo o prémio de Melhor Curta Metragem e Sérgio Martins venceu a Melhor Direção de Animação em Longa Metragem, pelo …

Juiz Neto de Moura muda nome com que assina acórdãos

O juiz Neto de Moura, envolvido em algumas decisões polémicas sobre violência doméstica, alterou o nome com que assina os acórdãos, avança o Jornal de Notícias na sua edição impressa deste domingo. De acordo com …

Violenta tempestade faz pelo menos 30 mortos em Minas Gerais

A violenta tempestade que desde quinta-feira assola o estado de Minas Gerais, sudeste do Brasil, já provocou pelo menos 30 mortos e 17 desaparecidos, anunciou este domingo a Proteção Civil. De acordo com o novo balanço, …

Descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham

Foram descobertas quatro novas espécies de tubarões que caminham usando as suas barbatanas. Ao todo são já conhecidas nove espécies deste tipo de tubarões. Investigadores encontraram tubarões que caminham nas águas do norte da Austrália e …

Caso suspeito de infeção por coronavírus em Portugal deu negativo

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou este domingo que o primeiro caso suspeita de coronavírus em Portugal, com um paciente sob observação no Hospital de Curry Cabral, em Lisboa, deu negativo após  análises. "A Direção-Geral da …