Catarina Martins avisa que campanha para as Europeias vai ter “muito lixo”

Paulo Cunha / Lusa

A porta-voz do Bloco de Esquerda, Catarina Martins

Este domingo, Catarina Martins alertou para uma campanha de “lixo” e afirmou que para muita gente “as eleições europeias vão ser sobre tudo menos o que conta, a vida das pessoas”.

A coordenadora do Bloco de Esquerda alertou este domingo para a campanha das eleições europeias que vai ter “muito lixo” e onde as pessoas sem projetos “discutem tudo menos o essencial”, apontando o dedo aos candidatos.

“Vamos ter uma campanha em que, seguramente, haverá muito lixo, haverá muitos ataques descabelados, muitas mentiras a circular, temos visto isso a crescer em vários países, chega a Portugal também”, avisou Catarina Martins.

No discurso de encerramento de dois dias de formação para jovens, “Inconformação”, em Carregal do Sal, no distrito de Viseu, que juntou cerca de 150 jovens de todo o país, a coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) alertou que “quem não tem programa precisa de inventar lixo para esconder falta de projeto”.

Há quem esteja mais interessado em produzir lixo e vamos ter muito lixo a ser produzido, por quem não quer mostrar o seu programa, por quem não diz como é que vai fazer aquilo a que se propõe fazer”, acusou.

No entender de Catarina Martins vai haver “também outro problema, que são as pessoas que discutem tudo menos o essencial” e vai ver-se e ouvir-se “dizer as frases com o ar mais sério, como se fossem as mais essenciais sobre a Europa, sem que se perceba de que é que estão a falar” e, neste sentido, a líder bloquista aponta o dedo aos candidatos às eleições de 26 de maio.

“Paulo Rangel, por exemplo, do PSD, diz que é europeísta e nós pensamos: bem, estamos em Portugal, país do continente europeu, não vamos a lado nenhum, cá estamos, o que é que quer dizer Europeísta? O problema não é se somos europeístas, o problema é que Europa queremos? Que país é que queremos? Para onde é que vamos?”, questionou.

Catarina Martins referiu também o atual primeiro-ministro António Costa, que “disse que a Europa precisa de mais orçamento” e apesar de achar “muito bem”, questionou para que é o orçamento que pede.

Qual é a política que queremos fazer com esse mais orçamento que a Europa precisa? Porque se for mais orçamento para mais PPP [Parcerias Público Privadas] se calhar não, já tivemos disso o suficiente”, considerou Catarina Martins que também questionou as vontades de Nuno Melo, do CDS-PP.

“Diz que quer menos impostos. Está bem, mas é sobre o trabalho ou sobre o capital? Porque se é para o dinheiro continuar a fugir todo do sistema financeiro para os offshores e quem trabalha fica com toda a carga fiscal para assegurar as funções básicas do Estado, não é uma grande ideia”, apontou.

Catarina Martins assumiu que o que é preciso é “equilibrar a balança, de ir cobrar impostos àqueles que fogem para que quem trabalhe não tenha de pagar tantos” e para que Portugal “possa ter o Estado social e as infraestruturas” que são precisas.

“Quando discutimos futuro, quando discutimos Europa, aquilo que temos de discutir é o que queremos fazer? O que é que nós queremos fazer? E este combate vai ser muito complicado”, considerou a líder que avisou que a campanha eleitoral “vai ser sobre tudo, menos o que conta, a vida das pessoas”.

Depois de questionar as opções dos candidatos da direita e do primeiro-ministro, Catarina Martins disse que o Bloco de Esquerda contrapõe dizendo que o partido “tem um programa de segurança para responder aos tempos de enorme instabilidade na Europa” e apresenta os tópicos.

Dignidade no trabalho, segurança no trabalho, quem trabalha constrói o país, precisa de ser respeitado. O que redistribui a riqueza é o salário, é por aí que começamos: estado social universal, acesso à saúde, à educação, à justiça para toda a gente, condições de igualdade, não deixar ninguém para trás e responder pelo ambiente”, adiantou.

A líder bloquista assumiu que, até às europeias, a tarefa do BE “é obrigar a que se faça debate político que conta” e acusou que quem não disser ao que vem “está a desistir das exigências das gerações mais jovens que já perceberam que ao se responde pela urgência do clima ou não há nenhum sítio onde as pessoas se possam esconder”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. “Dignidade no trabalho, segurança no trabalho, quem trabalha constrói o país, precisa de ser respeitado. O que redistribui a riqueza é o salário, é por aí que começamos: estado social universal, acesso à saúde, à educação, à justiça para toda a gente, condições de igualdade, não deixar ninguém para trás e responder pelo ambiente”… …

    Ó Catarina, como sempre, tu e todos os pulhiticos dos vários quadrantes, nunca mencionam aqueles que trabalharam uma vida inteira, efectuaram os seus descontos, pagaram os seus impostos e hoje, em vez de uma velhice com um mínimo de dignidade, tranquila, vivem miseravelmente porque os pulhiticos das governanças roubam-lhes o pouco que recebem, para injectarem milhares de milhões na banca falida, nas reformas e pensões vitalícias sumptuosas de vocês e Companhia associada, dos prémios astronómicos dos gestores públicos, das vossas benesses, mordomias, etc., etc., etc.. Já não dou para o teu peditório, rapariga!

  2. uma boa noticia que todos os portugueses ja sabiam
    o BE diz que vai haver muito lixo nas promessas.
    aqui está uma boa verdade, todos os partido fazem lixo, so prometem e nada cumprem
    a boca fugiu para a verdade,

ESA declara guerra ao lixo espacial com um robô de quatro braços

https://vimeo.com/379011028 A Agência Espacial Europeia (ESA) acaba de assinar um contrato com a startup suíça ClearSpace para levar a cabo tarefas de limpeza de lixo orbital. Em comunicado, a agência espacial aponta que a empresa vai …

O "Asteróide do Apocalipse" está a cuspir rochas para o Espaço

A sonda OSIRIS-REx da NASA chegou ao Bennu, o "Asteróide do Apocalipse", em dezembro de 2018 e, apenas uma semana depois, descobriu algo incomum: o asteróide estava a lançar partículas para o Espaço. A câmara de …

Projeções dão vitória esmagadora de Boris Johnson

O partido Conservador venceu as eleições legislativas no Reino Unido com uma maioria absoluta de 368 deputados, segundo uma sondagem comum divulgada hoje pelas três estações televisivas britânicas BBC, ITV e Sky, segundo a qual …

Encontrada a obra de arte mais antiga da Humanidade

Um grupo de arqueólogos da universidade australiana de Griffith descobriu numa caverna na Indonésia a pintura rupestre de caça mais antiga do mundo, com cerca de 44 mil anos. A investigação, publicada na revista Nature, descreve …

Há uma petição para tornar o "Baby Yoda" num emoji

Mais de 18.500 pessoas assinaram uma petição online, na qual pedem à Apple que transforme o "Baby Yoda", uma das personagens da série The Mandalorian da plataforma de streaming Disney +, num emoji. A petição, …

Milagres e crucificação. Novo videojogo permite encarnar a pele de Jesus Cristo

Um novo videojogo permite aos jogadores viverem a vida de Jesus Cristo. Neste polémico jogo, poderá realizar alguns dos milagres mais célebres da bíblia e até combater contra Satanás. "I Am Jesus Christ" é um novo …

Porto 3-2 Feyenord | Dragão treme mas vence grupo

Foi chegar, ver, marcar, sofrer e, no final, festejar. Num duelo impróprio para cardíacos, o FC Porto venceu esta quinta-feira o Feyenoord por 3-2 e carimbou, pela quinta vez no seu historial, acesso à próxima …

Slovan 2-4 Braga | Minhotos vencem grupo em grande estilo

O Sporting de Braga somou a quarta vitória no Grupo K da Liga Europa e terminou no primeiro lugar, à frente do Wolverhampton. Os minhotos foram a Bratislava bater o Slovan por 4-2, depois de …

Culdesac Tempe. Vai nascer no Arizona o primeiro bairro sem carros dos EUA

Tempe, no Arizona, vai ser palco da primeira tentativa de criar uma sociedade "pós-automóvel" nos Estados Unidos. Em 2020, a Culdesac irá inaugurar um bairro em que ser-se dono de um veículo é contra as …

Chris recebeu um transplante (e o ADN do doador instalou-se em partes inesperadas do seu corpo)

Chris Long recebeu um transplante de medula óssea como tratamento para o seu diagnóstico recente de leucemia mielóide aguda e síndromes mielodisplásicas - duas condições raras que prejudicam a produção de células sanguíneas saudáveis. Quatro anos …