Casa Fernando Pessoa aumenta coleção com nove livros que pertenceram ao escritor

A Casa Fernando Pessoa adquiriu nove livros que pertenceram ao escritor, num leilão realizado em junho, tendo exercido o direito de preferência para a maioria deles, foi hoje anunciado.

Desta forma, a Biblioteca da Casa Fernando Pessoa aumenta a sua coleção, passando a integrar fisicamente nove títulos, numa altura em que “se prepara uma nova museografia que mostrará de forma mais acessível ao público este importante acervo”, revelou a Casa Fernando Pessoa, em comunicado.

“A Biblioteca Particular de Fernando Pessoa, o conjunto de livros que leu e onde deixou notas, é sem dúvida um caminho para o melhor conhecimento do leitor e do escritor que Pessoa foi”, acrescenta.

Sobre sete dos livros, bens culturais móveis classificados, a Câmara Municipal de Lisboa exerceu o direito de preferência, ao passo que sobre os outros dois, que não estavam classificados por não apresentarem “marcas autógrafas de utilização” de Fernando Pessoa”, foram licitados, durante o leilão, pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), empresa municipal que tutela a Casa Fernando Pessoa.

Oito destes livros já se encontravam digitalizados e catalogados, integrando a biblioteca em versão digital, mas esta aquisição não só enriquece o acervo físico de livros, como contribui para minimizar a sua dispersão (há ainda títulos na posse da família e na Biblioteca Nacional de Portugal).

Do conjunto de livros adquiridos – num leilão promovido pela leiloeira Vicente F. Leilões, em 18 e 19 de junho -, o único que ainda não estava catalogado é o exemplar de “Bacon vs Shakespeare”, de Edwin Reed, sendo que as questões relacionadas com a autoria e identidade de Shakespeare eram “tema caro a Fernando Pessoa“.

Passa a estar também integrada na coleção uma cópia de “A Morte de D. João”, de Guerra Junqueiro, que pertenceu à mãe do escritor, e no qual se lê a dedicatória do filho: “30 de dezembro de 1909. Oferece à Mamã, o Fernando”. Este exemplar junta-se agora, na estante, ao mesmo livro que pertenceu ao escritor.

A Casa Fernando Pessoa destaca ainda o exemplar de “Athena, Revista de Arte”, um volume encadernado que reúne os cinco números da revista, que foram publicados.

“Em 3 de novembro de 1924, Pessoa declarou ao Diário de Lisboa que em Athena vinha ‘(…) nada menos que o primeiro livro, inteiro, das Odes de Ricardo Reis.(…)’. A marginália (notas manuscritas do escritor) incide, entre outras páginas, sobre estas odes, sobre o poema ‘Ela canta, pobre ceifeira’ publicado em nome de Fernando Pessoa, bem como sobre ‘O guardador de rebanhos’ e ‘Poemas inconjuntos’ de Alberto Caeiro”, especifica o comunicado.

Outros livros adquiridos foram “How to read character in features, forms & faces”, de Henry Frith, que contém duas assinaturas de posse, sublinhados e “importante quantidade de marginália”, bem como “Scientific Phrenology”, de Bernard Hollander, que inclui assinatura na folha de guarda – “F.A.N.Pessoa. 13 de junho de 1905”, data do seu 17.º aniversário – marginália no corpo de texto e na folha de guarda e ainda sublinhados.

“Plays by…”, de Anton Tchekoff (Anton Tchekov), com assinatura de posse e sublinhados, e “An introduction to the study of Kabalah…”, com vários sublinhados a lápis e anotações no texto e folhas de guarda, este último o único livro do autor a constar da biblioteca”, são os restantes livros classificados.

As duas obras adquiridas e não classificadas são “Eduardo Malta”, de Ricardo Espírito Santo Silva, valorizado com uma dedicatória autógrafa do autor – “ao grande poeta Fernando Pessoa” – e “Orpheu. Afina a lira”, um opúsculo com oito folhas, muito raro, lançado com o objetivo de criticar a revista Orpheu, e que é referido numa carta de Mário de Sá-Carneiro para Fernando Pessoa, datada de 23 de agosto de 1915.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Albânia demoliu restaurante do homem que perseguiu turistas no capô do carro

O dono de um restaurante ilegal na Albânia meteu-se em sérios apuros depois de ter perseguido uma família de turistas espanhóis, colocando-se no capô do carro onde seguiam e partindo o pára-brisas. O restaurante que …

Sensores de radiação da Rússia desligaram-se misteriosamente após recente explosão nuclear

Nas semanas após um acidente nuclear fatal num campo de tiro de armas navais em Nyonoksa, quatro sensores de partículas radioativas que enviavam dados do território russo para uma rede de monitorização internacional desligaram-se misteriosamente. As …

Zumba. O negócio milionário que começou com uma distracção de um colombiano

Foi uma distracção que levou o bailarino colombiano Beto Pérez a criar a zumba e a construir um dos negócios actuais com mais sucesso em todo o mundo, avaliado em mais de 450 milhões de …

Ligações a Jeffrey Epstein abalam um dos mais prestigiados laboratórios de tecnologia do mundo

O MIT Media Lab junta áreas que vão do design à robótica e é responsável pelas mais vanguardistas inovações do Massachusetts Institute of Technology, uma das mais reputadas universidades do mundo na área da tecnologia. Agora, …

Choveu água preta em São Paulo

Na tarde de segunda-feira um fenómeno climático transformou o dia em noite na cidade de São Paulo em plena tarde. E choveu água preta. Nas redes sociais há inúmeras imagens de copos, garrafas e baldes que …

Macron vai encontrar-se com iranianos para debater acordo nuclear

O Presidente da França, Emmanuel Macron, anunciou na quarta-feira que vai encontrar-se com representantes do Irão antes da reunião do G7, que decorre no próximo fim de semana, para trabalhar em propostas que salvaguardem o …

Pentágono confirma morte do filho de Osama bin Laden

O secretário de Defesa dos Estados Unidos (EUA), Mark Esper, confirmou a morte de Hamza bin Laden, filho e herdeiro do fundador da Al-Qaeda, Osama bin Laden. "Esse é o meu entendimento", disse Mark Esper, numa …

Homem detido por filmar por baixo das saias de mais de 550 mulheres no metro de Madrid

Um colombiano de 53 anos foi detido e ficou em prisão preventiva nesta quarta-feira, em Madrid, acusado de filmar vídeos por baixo das saias de mais de 550 mulheres — algumas menores — e publicá-los …

Tempo de espera nos CTT é principal causa de insatisfação dos clientes

Um inquérito da associação Deco a 1.800 clientes dos CTT revela que esperam, em média, 18 minutos para serem atendidos e que o tempo de espera é o que causa mais insatisfação. O inquérito realizado a …

Gronelândia não é só um capricho de Trump. EUA querem comprar a ilha há 70 anos

A proposta de Donald Trump para comprar a Gronelândia terá parecido apenas mais uma ideia megalómana do presidente dos EUA, mas não é a primeira vez que o país tenta ficar com a ilha que …