Casa Fernando Pessoa aumenta coleção com nove livros que pertenceram ao escritor

A Casa Fernando Pessoa adquiriu nove livros que pertenceram ao escritor, num leilão realizado em junho, tendo exercido o direito de preferência para a maioria deles, foi hoje anunciado.

Desta forma, a Biblioteca da Casa Fernando Pessoa aumenta a sua coleção, passando a integrar fisicamente nove títulos, numa altura em que “se prepara uma nova museografia que mostrará de forma mais acessível ao público este importante acervo”, revelou a Casa Fernando Pessoa, em comunicado.

“A Biblioteca Particular de Fernando Pessoa, o conjunto de livros que leu e onde deixou notas, é sem dúvida um caminho para o melhor conhecimento do leitor e do escritor que Pessoa foi”, acrescenta.

Sobre sete dos livros, bens culturais móveis classificados, a Câmara Municipal de Lisboa exerceu o direito de preferência, ao passo que sobre os outros dois, que não estavam classificados por não apresentarem “marcas autógrafas de utilização” de Fernando Pessoa”, foram licitados, durante o leilão, pela Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), empresa municipal que tutela a Casa Fernando Pessoa.

Oito destes livros já se encontravam digitalizados e catalogados, integrando a biblioteca em versão digital, mas esta aquisição não só enriquece o acervo físico de livros, como contribui para minimizar a sua dispersão (há ainda títulos na posse da família e na Biblioteca Nacional de Portugal).

Do conjunto de livros adquiridos – num leilão promovido pela leiloeira Vicente F. Leilões, em 18 e 19 de junho -, o único que ainda não estava catalogado é o exemplar de “Bacon vs Shakespeare”, de Edwin Reed, sendo que as questões relacionadas com a autoria e identidade de Shakespeare eram “tema caro a Fernando Pessoa“.

Passa a estar também integrada na coleção uma cópia de “A Morte de D. João”, de Guerra Junqueiro, que pertenceu à mãe do escritor, e no qual se lê a dedicatória do filho: “30 de dezembro de 1909. Oferece à Mamã, o Fernando”. Este exemplar junta-se agora, na estante, ao mesmo livro que pertenceu ao escritor.

A Casa Fernando Pessoa destaca ainda o exemplar de “Athena, Revista de Arte”, um volume encadernado que reúne os cinco números da revista, que foram publicados.

“Em 3 de novembro de 1924, Pessoa declarou ao Diário de Lisboa que em Athena vinha ‘(…) nada menos que o primeiro livro, inteiro, das Odes de Ricardo Reis.(…)’. A marginália (notas manuscritas do escritor) incide, entre outras páginas, sobre estas odes, sobre o poema ‘Ela canta, pobre ceifeira’ publicado em nome de Fernando Pessoa, bem como sobre ‘O guardador de rebanhos’ e ‘Poemas inconjuntos’ de Alberto Caeiro”, especifica o comunicado.

Outros livros adquiridos foram “How to read character in features, forms & faces”, de Henry Frith, que contém duas assinaturas de posse, sublinhados e “importante quantidade de marginália”, bem como “Scientific Phrenology”, de Bernard Hollander, que inclui assinatura na folha de guarda – “F.A.N.Pessoa. 13 de junho de 1905”, data do seu 17.º aniversário – marginália no corpo de texto e na folha de guarda e ainda sublinhados.

“Plays by…”, de Anton Tchekoff (Anton Tchekov), com assinatura de posse e sublinhados, e “An introduction to the study of Kabalah…”, com vários sublinhados a lápis e anotações no texto e folhas de guarda, este último o único livro do autor a constar da biblioteca”, são os restantes livros classificados.

As duas obras adquiridas e não classificadas são “Eduardo Malta”, de Ricardo Espírito Santo Silva, valorizado com uma dedicatória autógrafa do autor – “ao grande poeta Fernando Pessoa” – e “Orpheu. Afina a lira”, um opúsculo com oito folhas, muito raro, lançado com o objetivo de criticar a revista Orpheu, e que é referido numa carta de Mário de Sá-Carneiro para Fernando Pessoa, datada de 23 de agosto de 1915.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Reembolsos de IRS estão a ser "indevidamente retidos", denuncia Provedora de Justiça

Maria Lúcia Amaral escreveu ao secretário de Estado dos Assuntos Fiscais para pedir a correção de erros, lembrando que o reembolso é uma ajuda preciosa para muitas famílias, nomeadamente nesta altura. A Provedora de Justiça, Maria …

Rússia quer exportar antiviral que diz ser eficaz em 90% dos casos

O antiviral Afivavir mostrou ser eficaz no combate ao novo coronavírus em 90% dos casos, mas não estará à venda em farmácias. A Rússia planeia exportar para vários países do mundo um medicamento para a …

Exigência "irracional e insultuosa". Precários acusam Governo de os forçar a "mentir"

O formulário de apoio aos trabalhadores independentes obriga-os a garantir que retomarão a atividade dentro de oito dias. No último sábado, a Segurança Social disponibilizou o formulário de apoio aos trabalhadores independentes que deveria ter ficado …

Salário de licenciados que entrem na EDP sobe para 1500 por mês

A EDP - Energias de Portugal chegou a um acordo com os sindicatos para aumetar o salário base de entrada na empresa para licenciados e não licenciados, avança esta segunda-feira o Jornal Económico. No caso …

BCE pode vir a sugerir criação de "banco mau" para absorver malparado, revela Moody's

A Moody's avançou, esta segunda-feira, que o Banco Central Europeu está a equacionar a criação de um "banco mau" para acomodar o crédito malparado. A Moody’s considera que o Banco Central Europeu (BCE) pode vir a …

Comissário da UE defende "taxa de acesso" às multinacionais para financiar recuperação

O responsável pelo Orçamento da União Europeia (UE), Johannes Hahn, defendeu que deve ser aplicada uma "taxa de acesso" ao mercado único às multinacionais, ajudando assim a financiar a recuperação do bloco comunitário. Ao Financial Times, citado …

Kremlin intrigado com convite de Trump para próxima reunião do G7

Donald Trump anunciou que vai adiar a cimeira do G7 para o outono devido à pandemia da covid-19, e convidar outros países a participar na reunião. O Kremlin ficou intrigado com o convite. O Kremlin admitiu, …

Companhia aérea Emirates também vai despedir

A companhia aérea Emirates anunciou este domingo a intenção de suprimir postos de trabalho, em consequência da pandemia da covid-19, sem especificar quantos trabalhadores deverão ser despedidos. “Examinámos todos os cenários possíveis para manter as nossas …

Ana Gomes. "Estou à espera de ver o Presidente ir ao bairro da Jamaica"

A ex-eurodeputada socialista afirmou, este domingo, que espera ver o Presidente ir ao bairro da Jamaica, que, na semana passada, registou um surto de covid-19. No habitual espaço de comentário na SIC Notícias, Ana Gomes abordou …

Viúva do médico Li Wenliang não quer o seu nome na rua da embaixada chinesa em Washington

A viúva do médico chinês que alertou para a existência do novo coronavírus em Wuhan está contra uma proposta de políticos norte-americanos para dar o nome do marido à rua onde fica a embaixada chinesa …