Carros elétricos vão começar a pagar para abastecer

Os carros elétricos vão passar a pagar para abastecer nos pontos de carregamento da via pública. O Ministério do Ambiente espera que a medida seja posta em prática até ao final do primeiro semestre do próximo ano.

Segundo o Jornal de Notícias, o secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, diz que esta situação “só será desmotivadora para quem acreditava que poderia continuar a circular de carro elétrico à custa dos impostos de todos.

José Mendes realça que as viaturas elétricas continuarão a ser mais económicas que os veículos a gasolina ou gasóleo.

“O custo por 100 quilómetros de energia elétrica será de cerca de um quarto” quando comparado com o custo da gasolina, destaca o secretário.

Até agora, a rede pública de abastecimento já ofereceu 1,2 gigawatts aos proprietários destas viaturas, o suficiente para percorrer 7,2 milhões de quilómetros.

A rede pública tem atualmente 1.076 carregadores, que começaram a ser instalados em 2011 e que vão ser atualizados.

O investimento na modernização da rede de abastecimento será de oito milhões de euros, com cerca de 1,8 milhões para a instalação de 50 postos de carregamento rápidos, que permitem carregar 80% da bateria em 15 a 20 minutos (de 50 kw).

Os restantes seis milhões de euros são aplicados na modernização da rede piloto com 1.076 carregadores que preenchem a bateria num período entre 60 a 90 minutos, destaca o JN.

O pagamento do abastecimento elétrico vai ser feito através de um cartão, que vai permitir o condutor abastecer em qualquer ponto de carregamento do país – recebendo, no final de cada mês, uma fatura com o montante a pagar.

Utilizadores de veículos elétricos concordam com pagamento

O fundador da Associação Utilizadores de Veículos Eléctricos (UVE), Henrique Sánchez, considera positivo o pagamento em postos de carregamento rápido uma vez que “vão facilitar imenso as viagens entre o país inteiro”.

“Claramente estamos de acordo que se comecem a pagar os postos de carga rápida, que vão ser 50 instalados em todo o país, e que vão facilitar imenso as viagens entre o país inteiro“, comentou Henrique Sánchez à agência Lusa.

O criador da UVE afirmou ter recebido informações sobre o início dos pagamentos na rede de carregamentos rápidos, cujos primeiros postos começaram a ser colocados em agosto, no Algarve.

Sanchéz referiu a instalação de mais postos nas sedes de distrito e que os postos da rede normal “vão ser todos revistos do ponto de vista tecnológico”.

O responsável referiu que “outros vão ser desativados porque a procura não justifica a sua localização e outros vão ser relocalizados“.

“Vimos como muito positivo a instalação do resto da rede que falta e o ‘upgrade’ tecnológico daqueles postos que estão, claramente, já desatualizados”, disse à Lusa.

Com o lançamento de vários modelos com autonomias entre os 300 e os 400 quilómetros e “se tivermos a rede instalada, quer a rede normal, quer a rede de carga rápida julgo que Portugal irá estar, claramente, no topo da mobilidade elétrica de todo o mundo“, perspetivou.

Em julho decorrerá no Porto um encontro da UVE e o responsável previu que nessa altura “senão 100% da rede instalada, estará bastante mais de 60 ou 70%”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Atrás desta medida outras virão que hão de tornar o carro elétrico cada vez menos apetecível além de ser já mais caro e menos eficaz começa já o governo por lhe matar as oportunidades de sucesso com tanta ganância de impostos.

  2. Ó senhor viva o xuxialismo, já reparou que até os utilizadores concordam! Ora engula lá esta e deixe de ser do contra, apenas porque lhe apetece.
    Então como é, os utilizadores gastam electricidade e o estado é que paga? E parasitas são os xuxas? Tá certo..…. 🙂 🙂 🙂

    • Em primeiro lugar é a associação que concorda, não os utilizadores, vá-se lá saber se não recebeu algo para dizer “amen” com o governo ou se tem já prometida comissão nas cobranças nos postos de abastecimento.
      Em segundo: “o secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes, diz que esta situação “só será desmotivadora para quem acreditava que poderia continuar a circular de carro elétrico à custa dos impostos de todos”
      E o secretário de estado não se desloca à custa dos impostos de todos, ou vai no seu carro com gasolina paga do seu bolso?
      Claro que o dinheiro não chega para tudo e quando não são mais impostos, cobram-se outras coisas.

      • Será licito pensar que a associação representa os utilizadores. É aliás para isso que as associações existem e, certamente, contituem a massa critica saudável e necessária na defesa dos interesses dos seus representados/associados. É também claro que definem as suas posições depois de escutarem os seus associados ( nem podia ser de outra forma, caso contrário arriscavam-se a perde-los e, consequentemente, perder força negocial). Se ganhou algo ou não é um exercício meramente especulativo.
        Quanto ao secretário de estado, importa não esquecer que o usufruto de viatura e combustível decorre naturalmente das regalias da função que exerce. Tambèm poderíamos especular se o utiliza particularmente e isso, sim também critico, no entanto e mais uma vez, estaríamos a especular.
        Por fim, quando comprei o meu carro sabia de antemão que teria que pagar o combustível para poder andar, então, não vejo razão nenhuma para que, quem compre uma viatura electrica não pague os abastecimentos de electricidade que tenha de fazer para se poder deslocar. Nem estou a colocar a questão numa perspectiva da receita ( argumento até pouco valido porque os valores dali resultantes serão meramente residuais, tendo em conta a percentagem infima de viaturas electricas a circular, por enquanto ), estou a colocar o assunto numa perspectiva racional e lógica de quem, ao comprar uma viatura sabe as despesas inerentes que vai ter ( manutenções, combustíveis, seguro, etc).

RESPONDER

Contribuintes têm até hoje para validar agregado familiar

Os contribuintes têm até esta sexta-feira para validarem a composição do seu agregado familiar. Apesar de o prazo ter terminado no dia 15, serão considerados pela Autoridade Tributária os dados comunicados durante o dia de …

Morreu aos 61 anos João Ataíde, deputado do PS

João Ataíde, juiz e atual deputado do Partido Socialista (PS) morreu esta sexa-feira em casa, em Coimbra, por volta das 7h. O deputado tinha 61 anos e esteve no debate sobre a eutanásia no Parlamento, …

Pela primeira vez, os cientistas tornaram transparentes órgãos humanos

Normalmente, para obter uma resposta clara sobre o que passa dentro dos nossos órgãos, são necessários cortes profundos. Porém, agora, os cientistas conseguiram tornar órgãos humanos transparentes, para conseguir espreitar para dentro deles sem o …

Primeiro-ministro da Irlanda renuncia (mas aguarda novo governo)

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, anunciou na noite desta quinta-feira a sua renúncia, mas continuará no cargo até a formação de um novo governo, após os resultados das recentes eleições legislativas. "Leo Varadkar apresentou esta …

Conselho da Europa contra extradição de Assange para os Estados Unidos

A extradição de Julian Assange para os Estados Unidos, onde é acusado de espionagem, terá um “efeito paralisador na liberdade de imprensa”, alertou esta quinta-feira a comissária para os direitos humanos do Conselho da Europa, …

O vulcão "Garganta de Fogo" do Equador pode entrar em colapso

O vulcão Tungurahua do Equador, um dos mais ativos e perigosos da América do Sul, está a mostrar sinais precoces de um potencial colapso parcial. A atividade recente do vulcão levou a uma rápida e significativa …

Astrónomos detetaram oxigénio fora da Via Láctea pela primeira vez

Os astrónomos detetaram oxigénio numa galáxia a mais de 500 milhões de anos-luz da Via Láctea. Esta é terceira deteção deste género fora do Sistema Solar - e a primeira fora da nossa galáxia. O oxigénio …

Robô transpira para regular a própria temperatura

As peles robóticas acabam de ficar ainda mais parecidas com as peles humanas: agora, conseguem regular a sua própria temperatura. Para a grande maioria dos robôs, funcionar durante longos períodos de tempo sem correr o risco …

Sim, as pessoas ficam mais bonitas quando estamos bêbados

Uma investigação acaba de provar a teoria dos "óculos de cerveja": depois de ingerirmos álcool, as outras pessoas tornam-se mais atraentes para nós. Uma equipa de investigadores da Edge Hill University, no Reino Unido, resolveu investigar …

Leverkusen 2-1 vs FC Porto | Luis Díaz mantém “dragão” à tona

  O FC Porto perdeu na Alemanha, na visita ao Bayer Leverkusen, por 2-1, e tem tudo em aberto na perspetiva de chegar aos oitavos-de-final da Liga Europa. Após uma primeira parte difícil, na qual praticamente não …