Carlos, o Chacal, vai ser julgado por atentado em Paris em 1974

(dr)

Ramírez Sánchez, conhecido como 'Carlos, o Chacal',

Ramírez Sánchez, conhecido como ‘Carlos, o Chacal’,

O terrorista venezuelano Ilich Ramírez Sánchez, ‘Carlos, o Chacal’, enfrenta a partir desta segunda-feira um novo julgamento, por um atentado no centro de Paris em setembro de 1974 que deixou dois mortos e dezenas de feridos – e que poder valer-lhe a terceira condenação a prisão perpétua na França.

Ilich Ramírez Sánchez, conhecido como ‘Carlos, o Chacal’, tem 67 anos, está preso em França desde 1994, e vai comparecer no Tribunal do Criminal de Paris, num processo para o qual se constituíram em acusação particular 27 pessoas e três associações de vítimas – e no qual estão credenciados cerca de 100 jornalistas.

O Chacal será julgado por quatro acusações, em particular o assassinato de François Benzo e David Grunberg, vitimados pela explosão de uma granada lançada a 15 de setembro de 1974 na Drugstore Publicis, uma galeria comercial do bulevar Saint Germain em Paris. No incidente ficaram também feridas cerca de 40 de pessoas.

A acusação tentou condená-lo durante anos, e em 1983 o juiz decidiu arquivar o caso, uma vez que, embora houvesse indícios de que a acção poderia estar relacionada com actos terroristas “internacionais”, não havia provas conclusivas da identidade do autor.

As coisas mudaram depois de Ramírez Sánchez ter sido capturado no Sudão, em agosto de 1994, numa operação dos serviços secretos franceses, que a sua advogada e mais tarde noiva, Isabelle Coutant-Peyre, qualificou de “sequestro” em declarações à Agência EFE.

O caso foi reaberto em janeiro de 1995, e em fevereiro do ano seguinte o Chacal foi acusado. Desde então, a sua defensora tem tentando sem sucesso invalidar as acusações.

Os seus argumentos de que os factos prescreveram e de que não há provas que identifiquem o seu cliente foram sucessivamente rejeitados, até que, em 2016, a Justiça decidiu levá-lo definitivamente a julgamento.

A advogada considerou “um escândalo” que o seu cliente seja julgado por factos que ocorreram há quase 43 anos e nos quais o venezuelano “não está envolvido”.

“Fizeram manobras para dizer que não estava prescrito”, acrescentou Coutant-Peyre, antes de insistir que não vê nenhum interesse neste processo, no qual o único consolo para ele é que terá uma tribuna pública à sua disposição.

Em declarações anteriores, Carlos apresentou-se como um “revolucionário profissional“.

Sobre isso, a advogada adiantou que Carlos não tem a intenção de fazer uma defesa judicial neste episódio, mas que irá apresentar o seu discurso político, como já fez no passado quando compareceu em outros tribunais.

A primeira pena perpétua foi ditada em 1997 por ter assassinado dois agentes secretos franceses em Paris e um informador em 27 de junho de 1975.

Em junho de 2013, a Justiça confirmou em apelo outra condenação a prisão perpétua por quatro atentados cometidos em França em 1982 e 1983, nos quais morreram 11 pessoas e cerca de 200 ficaram feridas. Além disso, foi determinado que Carlos deveria esperar 18 anos antes de poder solicitar qualquer tipo de benefício penitenciário.

Os quatro atentados, segundo a acusação, foram uma reacção à detenção na capital francesa, em fevereiro de 1982, de dois membros do seu grupo: a então sua companheira, Magdalena Kopp, e Bruno Breget.

O primeiro destes atentados, a 29 de março, foi cometido com uma bomba no comboio “Capitole” Paris-Toulouse, precisamente quando terminava o prazo de 30 dias dado pelo venezuelano para a libertação de Kopp e Breget.

O segundo aconteceu em Paris, apenas três semanas mais tarde, em 22 de abril, no dia em que começava o julgamento de Kopp e Breget, com um carro-bomba em frente a um jornal árabe perto da avenida Champs-Elysées.

Os dois últimos atentados sucederam-se em apenas alguns minutos, e ocorreram na estação ferroviária de Marselha e num comboio que tinha partido da mesma estação no último dia do ano de 1983.

// EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …

"Filme fantástico". Novo livro revela cartas entre Kim Jong-un e Donald Trump

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, qualificou o seu relacionamento com o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, como um “filme fantástico”, segundo os editores de um livro a ser publicado, que revela a correspondência entre …

Grupo avisa Bruxelas que Portugal pode tornar-se ilha ferroviária na Europa

Um grupo de portugueses ligados ao setor ferroviário alertou a comissária europeia dos Transportes para a possibilidade de Portugal se tornar uma ilha ferroviária na Europa devido ao atraso em adotar "a bitola europeia" nas …

China encontra traços do coronavírus em asas de frango importadas do Brasil

Traços do novo coronavírus foram encontrados em asas de frango importadas do Brasil, na cidade de Shenzhen, no sul da China, noticiou, esta quinta-feira, um jornal oficial do Partido Comunista Chinês (PCC). Os traços foram detetados …

Denúncia de Rui Pinto leva a congelamento de conta bancária da Doyen

Oito milhões de euros que estavam numa conta bancária do fundo de investimento Doyen foram congelados pelas autoridades portuguesas. Uma denúncia do whistleblower português Rui Pinto levou o fundo a ser investigado por suspeitas de fraude …

Preocupado com a Bielorrúsia, Macron ligou a Putin (e aproveitaram para falar da vacina russa)

O Presidente francês, Emmanuel Macron, manifestou esta quarta-feira ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, "uma preocupação muito grande" quanto à situação na Bielorrússia após a reeleição do chefe de Estado autoritário bielorrusso, Alexander Lukashenko. Segundo indicou …

Obras do Hospital Militar de Belém custaram mais do triplo do valor estimado

As obras no Hospital Militar de Belém, em Lisboa, custaram mais do valor inicialmente estimado, avançou o Diário de Notícias esta quarta-feira. De acordo com o jornal, estava inicialmente previsto que a reabilitação de três …

Autópsia a Valentina revela descolamento do crânio

A autópsia a Valentina, a menina de 9 anos encontrada morta na serra D’el Rei, em Peniche, distrito de Leiria, em meados de maio, revela descolamento do crânio, avança esta quinta-feira o Correio da Manhã. …

Rio pede "coerência" na lotação do Avante e faz comparação com estádios

O líder do PSD pronunciou-se sobre a lotação da festa do Avante, lembrando que, se for reduzida para metade, isso é o mesmo que os estádios do FC Porto ou do Sporting estarem cheios. Na sua …

Juiz Carlos Alexandre desiste de queixa contra Rui Pinto

A proposta do Ministério Público (MP) para que o pirata informático não continuasse a ser investigado dependia da autorização do "super-juiz", avança o Correio da Manhã. De acordo com o Correio da Manhã, o juiz Carlos …