Cardiff não quer pagar Sala. Acordo ficou “sem efeito” após a sua morte

faneitzke / Flickr

Emiliano Sala

Depois da queixa apresentada pelo Nantes à FIFA pela falta do pagamento da transferência de Sala, o Cardiff planeia responder que não irá pagar. O emblema galês defende que o acordo ficou “sem efeito”.

A novela em torno da morte de Emiliano Sala parece não ter fim. O Cardiff justifica que a morte do jogador tornou o negócionulo e sem efeito” e, que portanto, o clube que atua na Premier League não planeia pagar os 17 milhões da sua transferência.

A informação é avançada pelo The Telegraph, que diz ainda que o Cardiff recusa pagar ao Nantes, uma vez que nem todas as cláusulas foram cumpridas — entre as quais, o aviso oficial que confirmava o acordo, por parte da liga de Gales e da liga francesa aos dois clubes.

O Nantes tinha apresentado queixa à FIFA no mês passado, uma vez que o clube britânico ainda não tinha pago a primeira prestação do acordo, que terminara no dia 26 de janeiro. O valor a ser pago era de 6 milhões de euros. Os franceses tinham enviado uma carta ao Cardiff, dando ao clube galês um prazo de dez dias para o pagamento do primeiro terço da transferência do jogador.

O acordo estava faseado em três prestações, prevendo um primeiro pagamento de 6 milhões na assinatura do contrato, outros 6 milhões no ano seguinte e, por fim, 5 milhões dois anos depois. Caso o Cardiff garantisse a manutenção na Premier League seriam pagos mais 2 milhões de bónus, recorda o jornal ABOLA.

O Nantes defende que a transferência já estava concluída quando o jogador faleceu, tendo como base o seu registo do Certificado Internacional de Transferência, relativo a dia 21 de janeiro, às 17:30. Poucas horas depois, a avioneta em que viajava o argentino desapareceu.

Ainda não houve uma decisão oficial da FIFA em relação ao assunto. O Cardiff deverá endereçar a resposta descrita ao organismo máximo do futebol mundial na próxima quarta-feira — a data limite imposta para o clube gaulês responder.

ZAP //

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Os ingleses sempre foram uns piratas manhosos, mas estes abusam – então compram o jogador, ele morre num acidente e quem o vende é que fica a arder?!

  2. …se ainda tiverem o talão de compra consigo ver várias alternativas do barro colar na parede.

    …o artigo chegou danificado.
    …não funciona.
    …problemas com a transportadora.
    …satisfação-devolução.
    …publicidade enganosa.
    …podem até tentar devolver, ou não?

    • Hahahaaaa…. estiveste bem, mas nada disso se aplica – o acidente aconteceu depois e como a venda foi presencial, não há os 14 dias para anular a compra!…

        • Sim, , mas o acidente correu depois do negocio estar fechado, portanto o “vendedor” não tem qualquer responsabilidade!
          O problema é entre o “comprador” e a “transportadora”!

Responder a ah Cancelar resposta

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …

Polícia treinou uma cadela para farejar provas eletrónicas

No Minnesota, Estados Unidos, a polícia treinou uma cadela para farejar dispositivos eletrónicos. Sota já ajudou a encontrar provas em dez crimes. A polícia estatal do Minnesota treinou uma cadela labrador britânica para farejar dispositivos eletrónicos, …

Trabalhistas lideram primeira sondagem desde que Boris chegou ao poder

O partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, situa-se hoje, pela primeira vez desde que chegou ao poder, atrás da oposição trabalhista nas intensões de voto, o que estará relacionado com a gestão da crise pandémica, …

Sporting vagueia mercado à procura de um avançado

Šporar, Luiz Phellype e Tiago Tomás não satisfazem as necessidades de Rúben Amorim, que quer trazer mais um avançado para o plantel antes do fecho do mercado de transferências. A janela de transferências está prestes a …

Transportes públicos são "ponto nevrálgico" da transmissão da covid-19

O infeciologista Jaime Nina defendeu hoje que é necessário quadruplicar a oferta dos transportes públicos para permitir a distância necessária entre os passageiros, considerando que são um “pontos nevrálgico” da transmissão da covid-19. "Os transportes públicos …

Estão a chegar os aviões movidos a hidrogénio. A Airbus é pioneira (e já está a trabalhar em três aeronaves)

Na passada segunda-feira, a Airbus apresentou três conceitos de aviões movidos a hidrogénio. A empresa quer estar na linha da frente no que toca às mudanças na indústria da aviação, e tem como objetivo pôr …