Cientistas reconstruiram o rosto de uma escocesa nobre com lepra (e de um homem sem mandíbula)

Karen Fleming / Edinburgh City Council

A Câmara Municipal de Edimburgo e a Universidade de Dundee, na Escócia, uniram-se para reconstruir os rostos de pessoas cujos restos mortais foram descobertos sob a famosa Catedral de Santo Egídio nas décadas de 1980 e 1990.

A Catedral de Santo Egídio, um dos marcos históricos mais famosos de Edimburgo, fica no coração da pitoresca cidade velha da cidade. Foi erguido no século XII, antes de grande parte da cidade velha ser construída. Sob ele e dentro dos seus muros, foram enterrados centenas de escoceses foram enterrados ao longo dos séculos.

Agora, graças à tecnologia de reconstrução facial, estamos a conseguir ter um vislumbre de quem eram estas pessoas e como eram os seus rostos. O trabalho mais recente identificou uma mulher de meia-idade que sofria de lepra e morreu em meados do século XV a XVI e um homem com entre 35 e 45 anos enterrado no século XII.



De acordo com o IFLScience, a mulher terá tido um alto estatuto quando foi enterrada dentro da catedral ao lado do altar de Santa Ana. A mulher pode ter pertencido à Guilda dos Alfaiates, segundo explicou Karen Fleming, uma artista forense que trabalhou na reconstrução da mulher.

“Esta reconstrução em particular interessou-se, uma vez que havia sinais óbvios de lepra que contribuíram para estudos interessantes”, disse. “Ela terá contraído a doença na idade adulta e os sinais de lesões sob o olho direito podem ter levado à perda de visão naquele olho”.

A lepra é uma doença contagiosa causada pela bactéria Mycobacterium leprae, que leva a sintomas crónicos como lesões na pele, danos nos nervos, problemas de visão e até deformidades físicas. Durante a Idade Média, a doença atormentou os europeus, mas declinou em 1600, graças a uma mistura de mudanças sociais e a resistência das pessoas ao micróbio. Hoje, a lepra ainda afeta várias nações do mundo, incluindo a Índia, o Brasil e a Indonésia.

Já o homem reconstruido pela equipa viveu 400 anos antes da mulher e não tinha um estatuto tão alto. Enterrado no mesmo século em que a catedral foi erguida, é considerado um dos primeiros residentes oficiais de Edimburgo.

Lucrezia Rodella / Edinburgh City Council

O homem teria tido 1,67 metros de altura e faltava-lhe uma mandíbula, o que foi um desafio para os investigadores que tentavam reconstruir as suas características faciais. A solução foi enfeitar a mandíbula com uma barba espessa.

“Consegui prever com precisão todas as outras características faciais, já que o crânio estava em boas condições, o que é bastante incomum, considerando a idade deste crânio”, disse a artista forense Lucrezia Rodella ao IFLScience.

Para a reconstrução dos rostos de pessoas antigas, bastam os ossos. Ao examinar atentamente a estrutura do crânio de uma pessoa, os cientistas conseguem determinar a quantidade de tecido que havia em diferentes partes da face, avaliar o quão simétrico era e determinar o tamanho das diferentes características faciais.

“Quando temos uma ideia do formato do rosto, usamos um banco de dados de imagens faciais, usado para selecionar recursos que podem ser alterados para se ajustarem ao crânio. A cor dos cabelos e dos olhos não pode ser prevista, a menos que os restos tenham sido testados em ADN, por isso consideramos o que poderia ter sido uma coloração comum das pessoas daquele período”, explicou Fleming.

Não é a primeira vez que os cientistas reconstroem os rostos dos antigos habitantes da Escócia. Em 2017, investigadores da Universidade de Dundee reconstruiram a fisionomia de Lilias Adie, a mulher escocesa que foi acusada de bruxaria e de ter feito sexo com o diabo.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez, cientistas viram chimpanzés a matar gorilas

Investigadores testemunharam, pela primeira vez, chimpanzés e gorilas a lutar entre si, confrontos esses que provocaram a morte de alguns deles. De acordo com o site Science Alert, as duas disputas foram observadas no Parque Nacional …

Vírus com 15 mil anos descobertos no gelo do Planalto do Tibete

Cientistas que estudam glaciares encontraram vírus com quase 15 mil anos em duas amostras de gelo retiradas do Planalto do Tibete, na China. Muitos deles, que sobreviveram porque se mantiveram congelados, são diferentes de todos …

Leite sem lactose em laboratório (e com a ajuda de membranas de óxido de grafeno)

As membranas de óxido de grafeno (uma forma oxidada do material) têm sido muito estudadas para a dessalinização da água e separação de corantes, mas as suas propriedades podem não ficar por aqui. Uma equipa de …

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …